O que se deve saber para estudar na Suíça



     

A tradição em hotelaria é o que leva uma grande parte dos estudantes à Suíça, conhecida internacionalmente por ter ser uma referência na área. Há vários exemplos de instituições que são admiradas em todo o mundo tais como as École Hôtelière em Genebra, ainda Domino Carlton Tivoli, Glion-Hotel School, Belvoirpark entre outras.

O país além de ter dois centros federais de tecnologia, destina cerca de 2% do seu PIB para a pesquisa, daí a explicação porque o país tem tantos prêmios Nobel.

O sistema de ensino no país é em sua maioria público, mas há instituições privadas de nível internacional. Antes de fazer a matrícula o estudante deve verificar em qual idioma as aulas serão ministradas já que, a Suíça possui quatro idiomas oficiais (romanche, francês, alemão e italiano).

Os brasileiros que tem planos de estudar na Suíça devem apresentar à instituição no país um plano de estudo pessoal, contendo os objetivos finais da experiência – seja a conclusão de estudo em nível de ensino médio, graduação, mestrado ou doutorado.

Contudo antes de entra na Suíça o estudante deve provar, no consulado, que tem recursos financeiros para se manter durante o período de estudos.

Por Levi Rocha



2 Comentários - Escrever um Comentário

Post Comment