Novo programa do Governo visa à criação de crédito cedido por bancos públicos com taxas de juros competitivas para as empresas que se comprometerem em não demitir funcionários.

O Governo Federal está preparando um programa novo que visa ajudar os grandes setores de indústria do Brasil. Uma das primeiras medidas foi anunciada na terça-feira, dia 18, que consiste na criação de crédito cedido por bancos públicos com taxas de juros competitivas para as empresas que se comprometerem em não demitir novos funcionários.

Usar bancos públicos como financiamento ao setor produtivo não é uma tática nova, pois isso fez parte da política entre 2008 e 2014 como incentivo ao crescimento econômico do País. A iniciativa tinha sido abandonada e foi bastante criticada pelo Banco Central, pelo Ministério da Fazenda e pela atual equipe econômica.

A previsão é que a Caixa Econômica Federal libere R$ 5 bilhões para financiar o setor automotivo, esse montante é composto por recursos dos trabalhadores, FGTS e FAT, e dinheiro próprio. Na quarta-feira, dia 29, o Banco do Brasil também deve anunciar as novas linhas de crédito para esse setor.

O governo está negociando com os setores de construção civil, máquinas e equipamentos, papel e celulose, químico, fármacos, telecomunicações, eletroeletrônico, energia elétrica, alimentos e petróleo e gás.

De acordo com Miriam Belchior, presidente da Caixa, essa política foi discutida por muito tempo e tem como principal objetivo ajudar as empresas nesse momento de crise que a economia brasileira enfrenta. Segundo ela, o assunto foi debatido com o Ministério da Fazenda, por isso é um consenso do atual governo.

Para o setor automotivo estarão disponíveis quatro linhas de crédito. A previsão é que a economia comece a se recuperar em seis meses, pois isso em três das quatro linhas de crédito o empresário só começará a pagar o empréstimo após esse período.

A condição para ter acesso às taxas mínimas é o comprometimento em não demitir funcionários até que o empréstimo seja quitado. O governo fará o controle disso através da folha de pagamento. Caso a empresa demita dentro do prazo, a taxa de juros deve subir.

Por Jéssica Posenato


Sucesso profissional e pessoal depende do equilíbrio financeiro das pessoas.

O sucesso das pessoas está diretamente ligado ao seu equilíbrio financeiro. Não importa se você seja um grande executivo, uma diarista, um estudante ou uma dona de casa, se você quer ser uma pessoa de sucesso na vida pessoal e também na profissional, precisará ter equilíbrio financeiro.

A pessoa que tem equilíbrio financeiro não só consegue realizar seus sonhos de forma mais rápida, como também vive de forma mais tranquila, o que é de suma importância para obter o sucesso, pois é preciso dedicação para atingirmos nossas metas e vamos perder muito tempo com as finanças se esta área estiver em desequilíbrio.

Com as facilidades de acesso ao crediário, as pessoas estão se endividando cada vez mais e, com isso, estão levando para o fundo do poço sua chance de ter sucesso.

Hoje consumimos muito mais do que precisamos e quando uma pessoa começa a gastar demais em produtos e serviços supérfluos, vai criar um grande problema em sua vida, porque as contas chegam e precisam ser pagas. A pessoa vai ter que se sujeitar aos parcelamentos e vai se endividar ainda mais devido aos altos juros.

E com a vida tomada de contas para pagar e falta de dinheiro para quitar estes débitos, como ela terá a estrutura necessária para investir em seu sucesso profissional e também pessoal?

O desequilíbrio financeiro afeta diretamente a carreira de todo profissional, que não conseguirá realizar novos cursos de aprimoramento, não conseguirá fazer uma especialização e nem sequer comprar um novo equipamento, fazer um curso online de aperfeiçoamento, tudo porque o lado financeiro de sua vida se descontrolou.

E tem o fato de que todo profissional endividado acaba deixando cair seu desempenho, ele não terá tanta disposição no trabalho, a produtividade já não será a mesma de antes e as preocupações relacionadas à dívida vão tomar o seu tempo, assim, ao invés de ser um profissional de bom humor, produtivo, criativo, será mais fechado, preocupado e produzindo cada vez menos.

Busque o equilíbrio financeiro o quanto antes! Renegocie suas dúvidas, corte gastos, busque uma renda extra até conseguir quitar todos os seus débitos e mantenha-se distante do crédito fácil.

Faça um bom controle de todos os seus gastos e mantenha sua vida financeira equilibrada, pois assim terá tempo, disponibilidade e energia para investir no sucesso.

Por Russel





CONTINUE NAVEGANDO: