Empresa abre vagas de trabalho no cargo de Vigilante para a cidade de Itatiaia (RJ).

Se você é um profissional que possui comprometimento e assiduidade saiba que você tem grandes chances de ser contratado para integrar uma das 40 vagas que estão abertas e que foram anunciadas pelo Grupo GR que é uma empresa especializada em prestar serviço de segurança privada em condomínios e empresas.

De acordo com a notícia divulgada pela empresa, poderão concorrer as vagas profissionais do sexo masculino e feminino, sendo que os selecionados atuarão na função de Vigilante.

O nível de escolaridade exigido para candidatura aos cargos de vigilante não foi divulgado pela empresa, apenas foi divulgado o perfil profissional exigido, sendo que as principais qualidades são comprometimento e assiduidade.

A proposta salarial ao cargo de vigilante será de R$ 1.162,00, sendo que além dessa remuneração fixa mensal, os novos contratos terão direito a receber o benefício do vale-transporte, além de ter direito a gozar de férias e 13º salário.

O regime de trabalho será o celetista (CLT), sendo que o desempenho dos novos contratados será avaliado e os que se destacarem poderão usufruir do plano de carreira oferecido pela empresa.

Os 40 contratados atuarão na unidade do Grupo GR localizada no município de Itatiaia, no Rio de Janeiro, sendo que esse município fica localizado a 177 quilômetros da capital.

Os interessados em concorrer neste processo de seleção deverão enviar um currículo atualizado para uma das seguintes contas de e-mail: [email protected] ou [email protected].

O Grupo GR atua no ramo de segurança privada e terceirização de serviços há mais de 23 anos, sendo que possui em seu quadro de funcionários mais de 12 mil colaboradores atuando em 17 estados brasileiros e precisa desses novos profissionais em nível de urgência, sendo que os selecionados neste processo poderão iniciar suas atividades ainda nesse mês de agosto, sendo que haverá um treinamento específico antes dos novos contratados assumirem seus postos de trabalho.

Por Rodrigo da Silva Monteiro


Estão sendo disponibilizadas um total de 300 oportunidades para região de São Paulo

O Grupo GR, atuante no mercado no ramo de segurança privada, está oferecendo novas vagas através do seu exame seletivo. No total, estão sendo disponibilizadas 300 oportunidades para diversos postos destinados à região de São Paulo.

As oportunidades são para as seguintes funções: auxiliar de limpeza, porteiro, auxiliar de conservação e controlador de acesso.

Os requisitos para concorrer a uma das vagas é ter acima de 21 anos de idade e experiência na área de atuação. Os rendimentos mensais serão combinados no momento da contratação.

A companhia também oferecerá os seguintes benefícios: 13º salário, plano de saúde, vale-alimentação, plano odontológico e vale-transporte.

As vagas são destinadas para o período da manhã e da noite, tendo uma carga horária de trabalho de acordo com a necessidade do setor.

Os candidatos que forem aprovados na seleção, irão receber treinamentos da empresa e participarão de provas comportamentais. Os cursos são referentes aos seguintes assuntos: proteção patrimonial e pessoal, atendimento aos clientes, segurança e postura.

Na função de auxiliar de limpeza e de conservação irá manter a higiene do local, retirar o lixo e lavar as vidraças da companhia. No cargo de porteiro, os funcionários irão controlar o fluxo de pessoas, vigiar a portaria, ajudar nas atividades de segurança e realizar o atendimento necessário para os clientes.

As pessoas que desejarem participar da seleção devem ir pessoalmente em uma das unidades do Grupo GR, localizadas nos seguintes endereços: rua Mário Lopes Leão, n° 623 na região de Santo Amaro, na zona sul; ou na rua Barra Funda, n° 296, na zona oeste de São Paulo.

Para fazer a inscrição é necessário apresentar a carteira de trabalho e o currículo. O Grupo GR atende nos horários de 8h até as 17h, nos dias úteis. 

Outra opção para se inscrever no exame seletivo é enviando o currículo através do e-mail: [email protected] As vagas continuarão disponíveis até serem preenchidos os cargos. 

Por Felipe Couto de Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: