Empresa disponibiliza vagas de trabalho em cargos de Teleoperador, Promotor de Vendas I, Consultor Comercial II, Consultor de Negócio I entre outros.

A Atento, companhia de contact center e BPO (Business Process Outsourcing), está selecionando pessoas para o preenchimento de 4.929 vagas em aberto.

Em meio às vagas ofertadas há oportunidades para Teleoperador, Promotor de Vendas I, Consultor Comercial II, Consultor de Negócio I entre outros.

Todas as vagas são regidas pelo regime CLT e, além do salário, a empresa oferece assistência médica, vale-refeição ou vale-alimentação, seguro de vida, assistência odontológica, vale-transporte, auxílio-creche e auxílio à criança especial. A Atento possui parcerias com instituições de ensino de curso superior, idiomas, informática, MBA e oferece desconto aos funcionários que variam de 10% a 50% do valor da mensalidade.

Quais os requisitos para o cargo de Teleoperador e qual a região de atuação?

Teleoperador – Necessário nível médio completo, dinamismo, bom vocabulário, boa dicção e fluência verbal. Os interessados devem ter habilidade na digitação e conhecimentos em informática.

A maior parte das vagas de Teleoperador é para a cidade de São Paulo e seus municípios, mas há vagas também para o estado do Rio de Janeiro e Goiânia. Confira a lista completa abaixo:

– São Paulo – 1437 vagas;                                       

– Rio de Janeiro – 826 vagas;

– São Bernardo do Campo  – 667 vagas;

– Guarulhos – 409 vagas;

– Goiânia – 355 vagas;

– Campinas – 296 vagas;

– Santos – 270 vagas;

– São José dos Campos – 230 vagas;

– Ribeirão Preto – 214 vagas.

Para as vagas de Teleoperador, os candidatos  podem entrar em contato pelo telefone 0800 771 4014 ou enviar currículo para o e-mail [email protected].

As outras vagas abertas são:

– Promotor de Vendas I – Necessário nível médio completo, experiência em Vendas, conhecimentos em informática e tecnologia. Os candidatos devem ser organizados, proativos e hábeis na argumentação, a experiência no cargo em questão é desejável, mas não é um requisito obrigatório.

– Consultor de Negócios I – Necessário nível médio completo, habilitação e carro próprio. É indispensável que o candidato tenha experiência anterior com vendas externas. Saber se expressar bem através de boa comunicação e fluência verbal, além de facilidade na argumentação também são requisitos para a vaga em questão.

– Consultor Comercial II – Necessário Superior completo ou cursando. Os candidatos devem ter habilitação e carro próprio e é indispensável experiência anterior com vendas, que nesse caso, podem ser tanto internas quanto externas. Conhecimentos em informática, dinamismo, ambição, habilidade de argumentação e facilidade de relacionar-se, além de persistência e espírito de equipe que também são requisitos para a função.

Para mais informações consulte www.atento.com.br.

Por Beatriz Duarte


Governador de São Paulo proibiu a contratação e o aproveitamento de candidatos remanescentes de concursos para o Governo Estadual e fundações e empresas ligadas a ele.

Como medida de cortar gastos no Governo, o governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, proibiu a contratação e o aproveitamento de candidatos remanescentes de concursos para o Governo Estadual e também para as fundações e empresas que estão ligadas a ele. A exceção é para as universidades estaduais. A ordem do governador foi publicada sob o decreto nº 64.466, que foi publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo, na última quinta-feira (dia 3).

Mas o decreto abre a exceção para que o governador autorize, excepcionalmente, o aproveitamento de remanescentes de concursos realizados desde que estejam dentro de sua validade. Mas a autorização só poderá ser feita após uma justificativa que deve ser aprovada pelos seus secretários da fazenda e do planejamento.

Em uma nota divulgada pela Secretaria de Planejamento e Gestão há a afirmativa de que o Governo do Estado vem trabalhando para garantir que as contas públicas estejam equilibradas, a fim de manter o ritmo dos investimentos e também os serviços prestados à população, mesmo em um momento de economia fragilizada. Ainda segundo a secretaria, o decreto não prejudica a população e nem compromete as atividades do estado.

O decreto prevê que os novos concursos só poderão ser autorizados caso haja necessidade real, com justificativa dos dirigentes correspondentes. Segundo a secretaria, o estado de São Paulo continuará mantendo a prioridade dos investimentos, a medida também ajudará o governo a não aumentar os impostos e manter a lei de responsabilidade fiscal.

E essa não é a primeira medida tomada por Alckmin para controlar a economia no estado de São Paulo. No mês de julho, o governador adiou o calendário de liberação de créditos da Nota Fiscal Paulista em seis meses. O Governo realizou esse adiamento para preservar os recursos estaduais para outros investimentos e para áreas de atendimento à população.

O governador também cortou a fatia do ICMS reservada para os créditos. Antes a fatia era de 30%, e agora é de 20%.  A redução de 10% parece pouca, mas foi feita para que fosse possível a ampliação da distribuição dos recursos arrecadados para áreas como saúde, prefeituras e educação.

O governador também mexeu na folha de pagamento de funcionários e comissionados, efetuando um corte de R$ 2 bilhões e cortou também as secretarias de governo.

Por Patrícia Generoso


O trabalhador demitido no período de experiência tem direitos e deveres a serem respeitados.

A demissão é algo que pode acontecer em qualquer momento da vida do trabalhador, incluindo no período obrigatório de experiência de três meses. Você sabe o que fazer caso isso aconteça? Confira algumas dicas:

Caso o trabalhador seja demitido sem justa causa durante o período de 90 dias de experiência, tem todos os direitos que qualquer trabalhador da empresa possui. Isso inclui o proporcional do 13º, férias e 1/3 desta, salário referente aos dias trabalhados e 40% de seu FGTS.

O que algumas empresas não cumprem e alguns trabalhadores desconhecem é que além desses valores, o trabalhador em experiência tem também direito a uma indenização. O valor desta corresponde à metade do que teria que receber, caso seu contrato temporário de trabalho fosse cumprido.

É preciso também estar atento ao assinar o contrato de trabalho, pois se existir uma cláusula, afirmando que ambas as partes podem encerrar a qualquer momento o contrato de trabalho a empresa deve também pagar ao trabalhador o aviso prévio, que corresponde a 30 dias de trabalho.

Pedi demissão, e agora?

Caso você se demita durante o período de experiência em uma empresa, receberá os proporcionais ao 13º e as férias, mais 1/3 desta, mas nesse caso não receberá os 40% de seu FGTS, nem a indenização pela quebra do contrato.

É preciso estar atento ao contrato de trabalho, que em alguns casos estipula que o funcionário indenize a empresa, caso peça demissão antes do período de experiência acabar. A prática, no entanto, não é muito comum.

A lei está do seu lado:

O que muitos imaginam é que o trabalhador, por estar em período de experiência não tem direitos trabalhistas assegurados. E o que acontece é justamente o contrário: durante o período de experiência todos os direitos são assegurados, e ainda há a indenização, caso o patrão quebre o contrato mínimo de três meses. Isso assegura ao trabalhador seus direitos e evita a alta rotatividade nas empresas.

É importante lembrar que somente no caso de demissão por justa causa, o trabalhador perderá seus direitos trabalhistas. Portanto, esteja atento à lei e exija todos os seus direitos caso venha a ser demitido durante o período de experiência numa empresa.

Por Patrícia Generoso


Empresa abre vagas para cargos em diversas áreas.

Uma das mais reconhecidas empresas nacionais que atuam com software de Gestão, a Alterdata, anunciou recentemente que está planejando ampliar seu quadro de profissionais e para isso deverá promover uma seleção com 46 vagas. Essas oportunidades se encontram distribuídas por 16 cidades que englobam 11 estados do País. Além de oportunidades de emprego para pessoas portadoras de necessidades especiais e para Jovem Aprendiz, a empresa ainda dispõe de chances nos cargos de Gerente de Filial, Comercial, Programação e de Suporte em Automação Contábil e Comercial. Conheça mais sobre as vagas logo a seguir.

Para os cargos de Automação Contábil, Automação Comercial, Comercial, Programação e Marketing o candidato interessado precisará estar cursando ou que já tenha nível superior completo nas seguintes áreas de conhecimento: Ciências Contábeis, Análise de Sistemas, Marketing, Administração, Informática ou áreas relacionadas.

A empresa destaca também que considera de grande importância características específicas como fluência verbal  e boa escrita.

No caso dos profissionais que manifestarem interesse pelo cargo de Gerente a informação é de que os mesmos precisam contar com conhecimentos em vendas externas e experiência em gestão e liderança. Quem se interessar pela área de vendas também precisa ter atenção a esses requisitos. Características específicas como o domínio de técnicas de negociação também serão cobradas.

Como participar da seleção?

Os candidatos que quiserem concorrer para alguma das vagas apresentadas passarão por um processo seletivo que será composto de análise curricular, entrevistas e testes. O valor do salário não foi informado, entretanto, a empresa ressalta que o mesmo é compatível com o mercado. Além disso, ainda há diversos benefícios.

Dentre os estados que deverão receber os profissionais aprovados nessa seletiva estão o Espírito Santo, Minas Gerais, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Amazonas, Maranhão, Goiás, Ceará, Rio de Janeiro e São Paulo.

Para cadastrar o currículo ou obter maiores informações sobre as vagas que estão sendo disponibilizadas acesse o site www.alterdata.com.br.

Por Denisson Soares


Estado do Paraná se destaca dentro do território brasileiro com 12 empresas consideradas as melhores para trabalhar na área de TI em um estudo realizado pela Great Place to Work e pela IT Mídia.

O estado do Paraná está se consolidando como um dos locais dentro do território brasileiro que apresenta as melhores empresas para se trabalhar na área de TI (Tecnologia da Informação), tanto que a Great Place to Work realizou uma pesquisa e também ao mesmo tempo uma consultoria junto com IT Mídia, onde foi constatado que das melhores empresas para trabalhar no Brasil dentro dessa área, 10 ficam localizadas nesse estado.

Para conseguir entrar nessa lista, a empresa, primeiro, deve apresentar a partir de 50 funcionários e depois deve se destacar em:

  • Apresentar um ambiente que faça o uso dos estímulos que dizem respeito à inovação e também à criatividade;
  • Redução de gastos com a saúde;
  • Estabelecimento de regras onde ocorra uma maior relação com a colaboração;
  • E ainda a geração de melhor atendimento no que diz respeito aos seus clientes.

As empresas do Paraná que conseguiram as melhores posições foram:

  • A Tecnospeed Tecnologia da Informação, que fica na cidade de Maringá com 50 colaboradores e na lista ficou na 12º posição;
  • Já a Elotech Informática e Sistemas, também da mesma cidade da Tecnospeed tem 87 colaboradores e conseguiu a 29º posição;
  • Na cidade de Curitiba temos a GVT na 33º posição e com 18.293 colaboradores;
  • A Golsat Tecnologia em Rastreamento tem 126 colaboradores, fica em Londrina e conseguiu o 38º lugar;
  • Já no 40º lugar aparece a HSBC Software Development, de Curitiba, com 824 colaboradores;
  • A DB1 Global Software, de Maringá, tem 160 colaboradores e ficou com o 42º na lista;
  • Temos no 64º a Benner Saúde, também de Maringá e contando com 199 colaboradores;
  • Logo atrás na 65º posição vem a Viasoft Softwares Empresariais, de Pato Branco, com 160 colaboradores;
  • Mais abaixo no 69º lugar tem a Bematech SA, de São José dos Pinhais, com seus 341 colaboradores;
  • A CINQ Technologies, de Curitiba, tem 181 colaboradores e ficou na 78º posição;
  • Em 90º tem a SG Sistemas, de Maringá, conta com 115 colaboradores;
  • E, por último, na 92º posição tem a  DBMaster, de Pinhais, com 56 colaboradores.

Nessa lista, as 10 melhores empresas para trabalhar na ordem foram o Google, a Dextra, o Acesso Digital a Dell Brasil, a SAP Labs Latin America, a VMWare, a PromonLogicalis, a Sabre, a Radix e o Resultados Digitais.

Mais detalhes da lista completa podem ser acessados no site www.greatplacetowork.com.br/melhores-empresas/listas-setoriais/gptw-tecnologia-da-informacao.

Por Fernanda de Godoi


Oportunidades estão abertas na empresa em regiões de Minas Gerais, Goiás, São Paulo e Rio de Janeiro.

A Anglo American Brasil é uma empresa com grande destaque na atuação dentro do mercado de mineração, processamento, transporte e comercialização dos mais diversos tipos de minerais. Esse papel é tão importante que ela obteve um lucro em 2.014 de exatamente US$ 2,2 bilhões e agora está com as inscrições abertas para oportunidades de trabalho nos estados de Goiás, Minas Gerais, São Paulo e também no Rio de Janeiro.

Com um papel importante no mercado e contando com mais de 150 mil colaboradores realizando as mais diversas operações na África, na Austrália, na América do Norte e ainda na América do Sul, a empresa está à procura de profissionais capacitados para fazer do seu quadro em território brasileiro.

As vagas ofertadas são as seguintes:

  • Para o cargo de Analista de Recursos Humanos Pleno as inscrições são até o dia 06/08/2015 e as atividades deveram ser exercidas no estado de Minas Gerais;
  • Já para o cargo de Operador de Máquina B as inscrições serão realizadas até o dia 10/08/2015 e as atividades serão no estado de Goiás;
  • No cargo de Supervisor de Manutenção Elétrica as atividades também serão realizadas no mesmo local do cargo Operador de Máquina B, mas com a inscrição o dia 11/08/2015;
  • Para Especialista de Planejamento e Desempenho as inscrições são até o dia 13/08/2015 e as atividades serão no estado de Minas Gerais;
  • O estado de Minas Gerais também é local das atividades para aqueles que se inscreverem até o dia 24/08/2015 para a vaga de Operador de Beneficiamento;
  • E por último existe vaga até a data de 31/12/2015 para os profissionais com necessidades especiais ou até mesmo reabilitados pelo INSS se inscreverem e trabalharem nos estados de São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Para concorrer a uma dessas opções acesse o endereço eletrônico www.jobopportunities.angloamerican.com e cadastre o seu currículo.

No caso de ainda haverem algumas dúvidas, obtenha maiores informações diretamente no site da empresa através do endereço www.brasil.angloamerican.com e seja mais profissional de sucesso na Anglo American.

Por Fernanda de Godoi


Empresa oferece diversas vagas de trabalho em cargos como Recepcionista, Técnico de Enfermagem, Porteiro, entre outras.

A DASA é uma empresa de medicina diagnóstica que atualmente é a maior prestadora de serviços na América Latina em sua área. A empresa possui mais de 500 unidades de atendimento e 11 laboratórios centrais.

A DASA oferece o que há de mais moderno na área de exames de biologia molecular e genéticos, que são feitos com equipamentos que oferecem a melhor performance possível aos pacientes. Além dos exames laboratoriais a empresa também trabalha com diagnóstico por imagem e conta com um parque tecnológico de última geração para realizar exames desse tipo.

Essa empresa de portes gigantescos está à procura de novos funcionários em diversas áreas e nos mais diversos níveis de escolaridade. Confira as vagas:

Recepcionista: Deve realizar atendimento aos clientes, cadastro dos novos pacientes, marcar exames por telefone e pessoalmente e fornecer informações necessárias aos pacientes.

Técnico de Enfermagem Coleta: Responsável por coletar amostras de sangue, secreções, material que será usado em análises micológicas dentre outros.

Técnico em Enfermagem do Trabalho: Responsável por auxiliar o médico e o enfermeiro em suas funções.

Analista de Cadastro: Atua com estudos de impacto, controla tabelas e fluxos comerciais, dentre outras funções.

Digitador: Atua na digitação de laudos de exame de imagem. É necessária experiência na função.

Porteiro: Controla a movimentação da portaria do laboratório, supervisionando a entrada e saída de colaboradores, médicos, visitantes e prestadores de serviços.

Essas e outras vagas estão disponíveis. No site dasa.com.br você encontra a lista completa das vagas disponíveis. É possível também ver a descrição exata das funções de cada cargo, bem como remuneração e pré-requisitos para concorrer. Quem desejar se candidatar a uma das vagas pode se cadastrar através do botão “Enviar Currículo”.

A DASA é uma excelente oportunidade para se recolocar no mercado de trabalho, ou para encontrar o seu primeiro emprego. Não deixe essa oportunidade escapar. São diversos níveis de escolaridade e vagas das mais diversas áreas. Uma delas pode ser sua. Cadastre já o seu currículo.

Por Patrícia Generoso


Algumas dicas são muito importantes para os jovens decidirem qual carreira profissional querem seguir.

Está em dúvida sobre qual carreira escolher? Seu problema pode ser resolvido agora, confira estas dicas abaixo que vão lhe ajudar na escolha da carreira certa!

E a primeira dica, claro, é procurar se informar ao máximo sobre as profissões pela qual você tem interesse, porque a melhor forma de não se arrepender futuramente é escolhendo a carreira ciente de quais serão os benefícios e também os desafios.

Toda carreira exige do profissional um empenho muito grande, principalmente no início da carreira, então não crie ilusões achando que uma carreira é mais fácil que outra. Evite ficar ouvindo a opinião de pessoas que, como você, possuem mais dúvidas do que certezas. Converse com profissionais das áreas pelas quais você se interessa, oriente-se através de bons livros, se puder vá a palestras sobre a carreira que está pensando em escolher, pois assim, quanto melhor informado você tiver, mais certa será a sua escolha em relação à carreira que irá seguir.

Outra dica muito importante é ter calma na escolha da carreira. Há quem descobre desde bem novo, qual carreira quer seguir, outros demoram mais tempo, então saiba respeitar o seu jeito de ser. Não adianta os pais ficarem pressionando se você ainda não tem 100% de certeza de que é aquela carreira que gostaria de seguir. E é muito pior seguir uma carreira agora só para ceder à pressão e se arrepender depois, do que esperar um pouco mais.

E este "esperar um pouco mais" não significa ficar de braços cruzados, significa seguir a primeira dica, que é ir atrás de informações sobre as carreiras pelas quais você demonstrou interesse.

Os testes vocacionais continuam sendo uma ajuda a mais para auxiliar as pessoas a se decidirem pela carreira que pretendem seguir, então procure um profissional que possa lhe orientar neste sentido e lhe aplicar um teste vocacional, se você perceber que está tendo muita dificuldade para se decidir.

E cuidado com os “conselhos” que mais atrapalham do que ajudam. Somente você deve escolher o seu futuro e este futuro começa agora, com a escolha de sua carreira.

Viu só, como é grande sua responsabilidade?

Então não se deixe influenciar. Escolha com calma, informe-se ao máximo, faça testes vocacionais e assim, quando tomar a decisão final, estará certo de que é esta carreira que realmente deseja seguir.

Por Russel


Opiniões dos especialistas da área são divergentes, mas a maioria diz que o assunto deve ser abordado na reta final da seleção.

Entrevistas de empregosempre dão um frio na barriga e trazem alguns questionamentos como, por exemplo, a questão salarial. A dúvida que sempre surge: "Em que momento da entrevista se deve falar sobre o salário?".

Especialistas da área de Recursos Humanos têm opiniões divididas, mas a maioria (cerca de 30%) diz que o assunto deve ser abordado na reta final da seleção. Esses dados foram tirados de um estudo realizado em 2014, feito pela Robert Half. Nesse estudo foram consultados 1.675 diretores de RH. Além dos 30% que acham que o salário deve ser abordado no final do processo seletivo, 27% disseram que só se deve abordar a pretensão salarial a partir da segunda entrevista e 14% diz que o candidato não deve abordar o assunto e sim, o empregador. Mas uma grande parte acredita que o momento ideal para isso é a primeira entrevista (29% deles).

Abordar a questão salarial logo de cara, é complicado. Claro que é importante saber, afinal, ninguém quer trabalhar de graça ou ser mal remunerado. Acontece que isso pode passar uma imagem ruim, pode parecer que o interesse maior é o salário e não a função, o que a empresa tem a oferecer e tudo mais – considerando, é claro, a forma de abordagem, porque em algum momento isso será necessário.

Especialistas dão dicas para a abordagem e para negociação de salário:

1.  Fique por dentro dos números:

O candidato deve estar muito bem informado sobre as tendências salariais – considerando o cargo, a cidade e o mercado. Consultar fontes como pesquisas e publicações, bem como consultar colegas de trabalho e recrutadores ajuda bastante.

2. Esteja munido de argumentos:

Bons argumentos derrubam até as barreiras mais resistentes. O candidato deve estar preparado para falar sobre suas competências e sobre o quanto pode ser útil e o quanto pode colaborar com a empresa.

3. Não se precipite na conversa:

O candidato deve estar a par de todas as funções do cargo e do que esse cargo representa na empresa, deve estar certo de que esclareceu todas as dúvidas antes de começar a falar sobre a remuneração.

E a dica mais valiosa é ‘ter feeling’, saber a hora exata de trazer o assunto à conversa ou de perceber que o assunto será abordado pelo entrevistador.

Por Elia Macedo


Empresa oferece vagas em diversos cargos e cidades.

A Natura, empresa de cosméticos nacionalmente conhecida, está com processo seletivo aberto, a fim de realizar a seleção de profissionais para ocuparem cargos na empresa em algumas cidades do país. As oportunidades que a empresa está disponibilizando, no momento, são para os estados do Maranhão, Mato Grosso, Amazonas e Pará.

No estado do Maranhão a oportunidade ofertada é para o cargo de Gerente de Relacionamento. Para se candidatarem a este cargo os interessados deverão possuir no mínimo formação superior completa, possuir Carteira Nacional de Habilitação, ter carro próprio, bons conhecimentos do Pacote Office, sendo desejável que estes já possuam experiência em área comercial. Além destes pré-requisitos mencionados a empresa exige que os candidatos residam ou tenham disponibilidade para fixar residência nas cidades de Tuntum, Presidente Dutra, Santana Filomena do Maranhão ou Governador Eugênio Barros, todas localizadas no Maranhão.

Para os candidatos que residem no estado do Mato Grosso a empresa está oferecendo oportunidades em dois cargos, sendo estes os de Gerente de Relacionamento Itinerante Interina e o de Gerente de Relacionamento. Para se candidatar ao cargo de Gerente de Relacionamento Itinerante Interina a Natura exige que os interessados residam na cidade de Cuiabá (MT) e tenham disponibilidade para fazer viagens para cidades nas proximidades de Cuiabá, além de outros requisitos. A oportunidade de Gerente de Relacionamento é para atuação na cidade de Barra das Garças (MT) e o profissional deverá ter disponibilidade para atender a cidade de Itacoatiara (MT) e região, dentre outros requisitos.

Há disponibilidade também para o cargo de Gerente de Relacionamento na cidade de Manaus (AM), bem como para o interior do estado do Pará. Os pré-requisitos e as atribuições deste cargo são o mesmo independente da região.

Para saber todos os detalhes a respeito dessas oportunidades, bem como efetivar as suas inscrições os candidatos interessados deverão acessar o portal eletrônico www.vagas.com.br, ainda convém ressaltar que cada oportunidade tem um prazo diferente para efetivação das inscrições.

Por Adriano Oliveira


As dinâmicas de motivação são extremamente importantes tanto para a empresa quanto para os profissionais. Elas motivam e inspiram os profissionais a obterem melhores resultados em seus trabalhos.

Quando uma empresa conta com funcionários motivados, ela conta com a força necessária para obter o sucesso desejado, pois é a motivação que faz com que o profissional vá em busca de seu sonho, da realização dos projetos em que está envolvido.

Sem a motivação o profissional trabalha desanimado e a empresa sente esta falta de motivação na queda da produção e das vendas.

Por isso, as dinâmicas de motivação têm uma importância enorme para as empresas e também para os profissionais, podendo ser utilizadas para os mais diversos fins.

Quando aplicada em grupos, em equipes, as dinâmicas de motivação surtem um efeito surpreendente, pois é como se reascendesse o fogo que estava apagado dentro de cada profissional.

Graças às dinâmicas de motivação, é possível colocar para fora as habilidades que o profissional possui e que muitas vezes nem ele mesmo sabia. As dinâmicas de motivação também podem ser utilizadas para aproximar os membros de uma equipe recém-formada, trazer os novos funcionários para mais perto dos antigos trabalhadores da empresa e pode ser utilizada também para aliviar os funcionários do estresse, quando estes estão envolvidos em um grande projeto, que exige muita responsabilidade e esforço contínuo.
Se a sua empresa pode contar com uma equipe motiva, então é certo que ela conseguirá melhores resultados nas vendas, a produção irá crescer e os problemas que forem surgindo serão resolvidos de forma muito mais fácil, sem gerar nenhum tipo de desconforto nos funcionários, uma vez que a dinâmica de motivação também faz com que os profissionais passem a trabalhar de forma mais integrada e colaborem mais um com o outro.

O profissional que trabalha motivado, consequentemente trabalha mais satisfeito e o resultado disso, todos nós já sabemos, é um empenho muito maior na execução das tarefas.

O dia a dia no trabalho é cansativo, muitas vezes tedioso e isso vai minando a força de cada um dos trabalhadores. Com as dinâmicas de motivação, é como se os profissionais pudessem estar sempre reabastecendo seu ânimo, recarregando a energia constantemente e assim estariam sempre trabalhando com maior disposição, exercendo toda sua criatividade, dedicando-se em sua totalidade e ambos, empresa e funcionários, beneficiam-se de tudo isso.

Por Russel


Governo australiano oferece vagas em diversas áreas para profissionais estrangeiros.

Se sua carreira profissional está precisando de novos rumos, talvez trabalhar no exterior seja uma excelente alternativa. Para os que estão interessados em trabalhar na Austrália, o governo local divulgou uma lista bastante interessante de profissões em demanda no país para este e o próximo ano.

Se você é fluente no inglês, poderá se candidatar e dar um upgrade em sua carreira, além de adquirir diversas experiências culturais do país.  

O governo australiano tem a necessidade de preencher 191 vagas de trabalho em diversos segmentos, segundo o anúncio oficial divulgado pelo Departamento de Imigração da Austrália. É preciso que os profissionais estrangeiros sejam formados ou já trabalhem em uma das áreas oferecidas. Os candidatos que se encaixarem em uma das carreiras em demanda terão a possibilidade de aplicar um visto de residência australiana ou ter mais chances de conseguir um trabalho em um setor de atuação.  

Os que se interessarem por uma das 191 vagas disponíveis precisam se identificar com uma das carreiras que são relatadas na Skilled Occupations List e procurar pela Assessing Authority – autoridade responsável por analisar os currículos dos estrangeiros para poderem entrar no processo de seleção. Um profissional de engenharia de software, por exemplo, precisará procurar a Australian Computer Society para passar pela seleção.   

A validade do programa para estrangeiros é de cerca de um ano, de 1º de julho 2015 a 30 de junho de 2016. No site da Skilled Occupations (SOL) – www.border.gov.au/Trav/Work/Work/Skills-assessment-and-assessing-authorities/skilled-occupations-lists/SOL – é possível obter mais informações sobre cidadania, processos seletivos, vistos e qualquer outra dúvida que o candidato possa ter. É importante ressaltar que há cobrança de taxas para a realização das avaliações.   

Trabalhar no exterior, mesmo que seja por um curto período, pode ser uma ótima solução para o desemprego crescente no Brasil. Além de manter-se empregado, é possível se capacitar e se tornar ainda mais fluente no inglês. Dessa maneira, quando o profissional voltar para o mercado de trabalho brasileiro irá estar mais competitivo entre os concorrentes.

Por William Nascimento


É possível se organizar e realizar algumas tarefas um pouco antes do expediente acabar.

O relógio demora a passar quando estamos no trabalho não é mesmo? Aqueles últimos minutos, antes do final do expediente parecem ser sempre eternos, ainda mais se o dia foi cansativo. Quando estamos nessa situação, cada minuto parece uma eternidade. Mas existem dicas de como evitar essa aflição nos últimos instantes do dia de trabalho. Confira:

– Revisar alguma tarefa: Por vezes deixamos tarefas pela metade no meio do dia, e temos a impressão de já termos terminado, quando na verdade ainda existem falhas ou pontos a serem revistos. Esses últimos momentos antes do expediente acabar são ideais para rever as tarefas que você fez durante o dia, procurando por algum ponto incompleto. Isso evitará que seu chefe tenha que pedir para você rever a tarefa, ou que este venha a criticá-lo por ser relapso.

– Organizar sua mesa de trabalho: Se você costuma deixar sua mesa bagunçada ao sair do expediente, saiba que pode perder tempo e produtividade no dia seguinte. Deixar as coisas espalhadas e fora de ordem, pode fazer com que você perca minutos preciosos em seu próximo dia de trabalho, além de contribuir para que as outras pessoas tenham a impressão de que você é desorganizado. Que tal aproveitar esse tempinho antes de sair e organizar melhor sua estação de trabalho. O tempo vai passar muito mais rápido.

– Adiantar alguma tarefa: Já pensou o quanto você perde de tempo no dia seguinte, por não ter adiantado algumas tarefas simples? Sua produtividade pode cair, somente por não querer gastar seus últimos dez minutinhos diários adiantando e ponto em ordem suas tarefas do dia seguinte. Vale de tudo: Planilhas, Notas adesivas, lembretes. O importante é deixar as tarefas obrigatórias do dia seguinte já esquematizadas, para ter tempo de responder alguma solicitação extra que aparecer.

– Tomar um café: Você já fez tudo o que devia? Ou não está com cabeça para adiantar mais nada? Existem dias que realmente tudo o que queremos é tomar um café e relaxar, somente esperando pelo horário de saída. Não é nenhum mal fazer isso, mas preste atenção para que não se torne um hábito e seu chefe pense que você está escapando do trabalho um pouco mais cedo.

Por Patrícia Generoso


Empresa tem vagas abertas para vários cargos e em diversos Estados brasileiros.

A Sodexo, que é considerada como líder mundial em soluções no seguimento de serviços que visam à qualidade de vida de seus clientes, e que já está no mercado brasileiro há mais de 30 anos, realiza a divulgação da abertura de novas oportunidades de trabalho.

As ofertas que estão disponíveis estão sendo direcionadas para pessoas com mais de 18 anos, que possuem o ensino médio ou superior completo. Existem propostas que são para trabalhar nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Goiás, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Amazonas e Minas Gerais.

Caso tenha interesse em fazer parte dessa grande equipe, indicamos que verifique as vagas que estão abertas e fazer uma breve análise se alguma está de acordo com o seu perfil profissional. Depois é só realizar a sua inscrição para participar do processo seletivo.

As vagas que estão disponíveis são para as seguintes áreas de atuação:

– Chefe de Cozinha, Auxiliar de Limpeza, Encarregado de Limpeza, Oficial de Manutenção Predial, Auxiliar de Limpeza Hospitalar, Estoquistas, Eletricista, Gestor de Conservação e Limpeza, Nutricionista, Técnico de Refrigeração, Operador de Roçadeira, Oficial de Serviços Gerais, Auxiliar de Estoque, Supervisor, Enfermeira, Camareira, Auxiliar de Rouparia, Encarregada de Limpeza Hospitalar, Gerente Operacional, Cozinheiro Hospitalar, entre outras.

Os candidatos precisam ter disponibilidade de horário, inclusive para trabalhar nos finais de semana e feriados. Algumas propostas são direcionadas para aqueles que procuram o primeiro emprego.

A Sodexo vai fazer o pagamento de salário em um valor de mercado e dos benefícios que são vale-refeição ou refeitório no local de trabalho, vale-transporte ou estacionamento, férias, décimo terceiro, assistência médica, assistência odontológica e etc.

Se você tem o perfil para atuar em uma das áreas mencionadas acima, faça agora mesmo o cadastro do seu currículo acessando o seguinte endereço eletrônico br.sodexo.com/brpo/carreira/trabalhe-conosco.aspx.

Não esqueça de informar o telefone e e-mail pessoal, pois esses serão os meios que os responsáveis da seleção vão entrar em contato para agendar a entrevista.

Por Yasmin Fernandes Robles


Ser líder pode não ser uma tarefa fácil, mas é preciso ficar atento para sempre melhorar a postura no ambiente de trabalho.

Ser líder no trabalho pode não ser a melhor das tarefas, pois você terá que estar atento para a melhor maneira de lidar com a equipe e as diferentes opiniões e personalidades das diversas pessoas que a formam. Por essas dificuldades, é normal o profissional que ocupa a liderança se perguntar como melhorar sua postura no ambiente de trabalho. Confira algumas dicas:

– Ler sobre a área: Procurar dicas sobre sua área é a melhor opção para conhecer melhor as saídas para problemas difíceis ou que você ainda não encarou. Muitas vezes não temos um mentor profissional, alguém com quem possamos nos identificar e tirar as dúvidas. Buscar ajuda em livros voltados para essa área é a melhor opção para enriquecer seus conhecimentos de forma válida e certa.

– Ter amigos experientes: Nem sempre temos amigos com experiência, mas se você tiver a sorte de contar com algum amigo que tenha mais experiência que você, não deixe essa chance escapar! Converse com ele e absorva dicas importantíssimas para sua carreira. Um profissional mais experiente também pode aumentar seu círculo profissional, estreitando laços importantes para o dia a dia na empresa.

Além disso, amigos que sejam discretos também podem te ajudar nas relações interpessoais, mas é realmente preciso estar atento para que os amigos em questão sejam de plena confiança, para que assuntos profissionais não sejam vazados.

– Manter-se persistente: Por mais que os desafios da liderança sejam grandes e a vontade de desistir por vezes apareça, tenha em mente que para ser um bom líder é preciso ter também firmeza e não transparecer suas fraquezas. O que se espera de uma pessoa em posição de liderança é que ela conduza a equipe, que seja a sua referência. Continue refletindo sobre suas práticas e buscando novas estratégias, seja com o auxílio de livros ou profissionais da área. Fazendo isso, você estará colaborando para o fortalecimento de sua equipe, e fazendo com que esta siga o seu exemplo de perseverança e garra profissional.

Por Patrícia Generoso


Oportunidades estão abertas na empresa em regiões de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Ceará e Goiás.

A Bayer, empresa global que desenvolve as suas atividades no ramo das competências essenciais voltadas para as áreas da saúde, agricultura e polímeros de alta tecnologia está com as inscrições a abertas para realizar a seleção de profissionais para assumir vários cargos na empresa em diversos estados do país.

No estado do Rio de Janeiro as oportunidades são para os cargos de Representante Técnico Júnior e Promotor de Vendas. Na cidade de São Paulo a empresa está ofertando os cargos de Analista Financeiro Pleno, Analista de Gestão de Riscos Sênior e Assistente Administrativo.

Nas unidades da região nordeste a empresa está oferecendo vagas nas cidades de Campina Grande (PB) e em Fortaleza (CE), os cargos que estão sendo disponibilizados são para Promotor de Vendas em ambas as localidades, sendo que para se candidatarem a estas vagas os interessados deverão possuir, obrigatoriamente, formação em nível superior nos seguintes cursos: Administração de Empresas, Farmácia, Publicidade e Propaganda e demais áreas afins.

Na região centro-oeste a empresa está ofertando oportunidades de estágio. Estes estágios serão realizados nas cidades de Trindade e Rio Verde, ambas localizadas no estado de Goiás. Na cidade de Trindade e Rio Verde estão sendo ofertadas vagas de estágio em Administração, para se candidatarem nestas vagas os principais pré-requisitos exigidos dos candidatos são que estes sejam discentes de cursos do ensino superior e estejam cursando a partir do segundo ano, tenham conhecimento em nível básico da língua inglesa, conhecimento em nível intermediário do Pacote Office, além de disponibilidade para estagiar em uma carga horária de 30 horas semanais. Os benefícios propostos par estes estagiários são: bolsa-auxílio, assistência médica e odontológica, seguro de vida, vale-refeição, ajuda de custo para o transporte diário, bem como desconto nos medicamentos da Bayer.

Para saber mais informações a respeito de todas estas oportunidades que estão sendo ofertadas pela Bayer, bem como para se inscrever, os interessados devem acessar o portal eletrônico www.vagas.com.br. Convém ressaltar que cada oportunidade possui suas especificidades e prazo limite par a efetivação da inscrição.

Por Adriano Oliveira


Empresa seleciona profissionais para atuação nos cargos de Analista de Aquisição e Relacionamento Júnior e Analista de Produtos e Serviços Júnior.

A empresa Amcham Brasil atua no mercado no segmento de relações empresariais e comércio exterior. Recentemente, foi aberto um exame seletivo com o intuito de realizar novas contratações e deste modo preencher alguns postos.

Na carreira de Analista de Aquisição e Relacionamento Júnior, a atividade profissional será de administrar a lista de clientes com companhias de vários ramos de mercado, possibilitar que as metas sejam atingidas na empresa, verificar os resultados obtidos, criar os métodos de argumentação no processo de vendas, organizar treinamentos para os funcionários, manter contato com o setor administrativo da companhia, estar presente em seminários e comitês, captar novas companhias a fim de fechar novas parcerias de negócios, fazer reuniões com os profissionais das empresas parceiras, criar novas campanhas de vendas, fazer negociações com os novos associados e identificar as novas oportunidades no mercado. Para se inscrever nesta função, a empresa exige que os candidatos tenham se graduado nas seguintes áreas: Direito, Administração Pública, Relações Públicas, Marketing, Relações Internacionais, Economia, Administração, Publicidade e Propaganda. Além disso, é necessário ter veículo próprio, fluência verbal, habilidade em negociações e formação avançada em língua inglesa. Os contratados irão receber algumas gratificações, sendo elas: seguro de vida em grupo, remuneração mensal, plano de saúde, fruta no período da tarde, férias, comissões, convênio odontológico e café da manhã.

No cargo de Analista de Produtos e Serviços Júnior, o trabalho consistirá em entrar em contato com as companhias sócias, estar presente em reuniões da empresa, participar de comitês, promover fóruns de discussão, avaliar a qualidade dos produtos e serviços oferecidos, fazer uma pesquisa com o intuito de identificar novas tendências de mercado e entrar em contato com novas empresas a fim de fechar negociações. Os requisitos desta colocação consistem em apresentar visão ampla de negócios, nível superior de escolaridade em Publicidade e Propaganda, conhecimento básico na língua inglesa, flexibilidade e experiência na área comercial. Os funcionários terão direito a alguns benefícios, sendo eles: comissões, seguro de vida em grupo, café da manhã, salário fixo, fruta no período da tarde, convênio odontológico e plano de saúde.

Para realizar a inscrição na seleção, acesse www.amcham.com.br/trabalhe-conosco.

Por Felipe Couto de Oliveira


É importante escolher o local e os móveis do home office sempre priorizando a funcionalidade.

Até bem pouco tempo atrás, a decoração do Home Office visava exclusivamente à beleza, todo mundo queria um visual moderno, com uma bela iluminação, móveis com design arrojado, mas isso com o tempo foi mudando e hoje, a decoração do Home Office continua focada na beleza, mas também é funcional, ou seja, o profissional precisa se sentir bem no seu ambiente de trabalho, cuidando principalmente da sua saúde.
Luminárias, quadro de recados, enfeites, tudo isso dão ao Home Office um belo visual, mas a parte funcional não pode ser deixada de lado de forma alguma, afinal, é aí que você passa boa parte do seu dia. E não importa se é só um cantinho da casa ou o cômodo inteiro, o Home Office pode ser funcional sem abrir mão da beleza.

E a primeira dica nos remete antes mesmo de começar a preparação do espaço, pois devemos ter muito cuidado com a limpeza. O Home Office deve ser  limpo de 2 a 3 vezes por semana e todos os meses receber uma limpeza mais completa, por isso, se o seu tempo é curto ou se não tem como contratar alguém para fazer a limpeza, evite o uso de tapetes, carpetes, cortinas e muitos objetos espalhados, pois isso vai atrasar bastante a faxina.

Quando vier a parte da escolha dos móveis, atenção redobrada com cada um deles, por exemplo, a cadeira deverá ser ergonômica e muito confortável para não lhe causar dores e desconfortos durante as muitas horas de trabalho. Dores nas costas e nas articulações são comuns para quem não se senta corretamente e além de ter uma boa postura, é importante ter uma cadeira que se adeque às suas necessidades.
Nada de se apegar somente à beleza da cadeira na hora da compra, sente-se nela por várias vezes e testes várias cadeiras antes de definir qual irá comprar. Geralmente, as melhores cadeiras oferecem regulagem de assento, descanso para os braços e principalmente conforto, mantendo seu corpo na postura correta.

A mesa também precisa ser escolhida corretamente, oferecendo a altura certa, gavetas e um espaço suficiente para o que você precisa. Cada profissional utiliza um determinado espaço da mesa, por isso o tamanho varia de acordo com as necessidades de cada um. E lembre-se que é importante ter uma boa luminária na mesa, que combina com a decoração do Home Office ao mesmo tempo que lhe garante melhor luminosidade nos dias nublados ou à noite.

Tenha um bom armário ou estante, onde poderá deixar tudo muito bem organizado, assim, sempre que precisar de um material, saberá exatamente onde ele se encontra.

Por Russel


Empresa abre oportunidades de trabalho nos cargos de Representante Comercial e Assistente Administrativo.

A HVF Cursos é uma empresa que é atuante no setor de educação. Devido ao aumento da demanda na empresa, está sendo realizado um processo seletivo com o intuito de realizar mais contratações e deste modo preencher alguns cargos. As vagas são destinadas para as seguintes funções:

Representante Comercial – com os requisitos de apresentar nível médio de escolaridade ou graduação nas áreas de Marketing e Administração, noções avançadas em informática, experiência no setor de vendas, habilidade para fazer atendimentos e facilidade para captar novos clientes. A atividade profissional será de criar rotas, captar novos clientes no setor educacional, marcar visitas, planejar atendimentos, fazer o envio em cada semana de relatórios referentes às visitas que forem efetuadas, fazer atendimento aos clientes, tirar as dúvidas que forem pertinentes e manter os dados dos clientes atualizados no sistema. Os profissionais que forem selecionados irão receber alguns benefícios da companhia, sendo eles: comissão, tíquete alimentação, plano de saúde, participação nos resultados, descontos especiais em cursos da empresa, combustível ou vale-transporte, plano odontológico, convênio com farmácia, previdência privada e seguro de vida.

Assistente Administrativo – para se inscrever nesta oportunidade é necessário ter conhecimento geral em informática, estar se graduando em Administração de Empresas, noções em SAP, conhecimento médio no programa Excel, organização, experiência anterior na função, habilidade para trabalhar em equipe e proatividade. O trabalho consistirá em auxiliar o setor comercial, verificar o conteúdo dos contratos, criar relatórios das atividades que forem desempenhadas, realizar os reembolsos que forem solicitados, acompanhar o preenchimento de planilhas e demais atividades administrativas. Os funcionários contratados terão direito aos complementos de: combustível ou vale-transporte, seguro de vida, plano odontológico, tíquete alimentação, previdência privada, plano de saúde, descontos especiais em cursos da empresa, participação nos resultados e convênio com farmácia.

Os candidatos que tiverem interessados nesta seleção que está sendo realizada pela HVF Cursos devem enviar o currículo atualizado para [email protected].

Por Felipe Couto de Oliveira


Empresa busca profissionais cada vez mais capacitados e eficientes.

Atualmente o Brasil se encontra entre os países que contam com uma das maiores frotas de carros do mundo. Isso é altamente justificado quando vemos que o povo brasileiro é um legítimo apaixonado por carro.

Entre as grandes montadoras que estão em atuação efetiva no país destacamos o trabalho da Renault. A montadora tem conseguido se manter no país e expandir seus negócios cada vez mais.

Para quem sempre teve vontade de ingressar em uma companhia multinacional  essa pode ser uma boa alternativa. Quer saber como ingressar na Renault? Confira os detalhes abaixo:

Como trabalhar na Renault – Candidatura para as vagas:

A Renault sempre está em busca da evolução em seus negócios por isso, profissionais cada vez mais capacitados e eficientes são o foco da empresa. Além disso, a companhia ainda não poupa investimentos em gestão e capacitação de seus colaboradores. Esses são apenas alguns dos principais motivos que fazem com que a empresa sempre ofereça vagas durante o ano todo.

Candidatando-se às vagas:

Os profissionais interessados em participar dos processos seletivos que são abertos com frequência pela empresa ou outras oportunidades que surgem em momentos específicos podem se inscrever via internet.  O endereço eletrônico disponibilizado pela empresa é o seguinte: renaultcdt.elancers.net/FRAMES/renault/frame_geral.asp. Nesse endereço os profissionais podem encontrar informações detalhadas sobre as vagas em aberto, processos seletivos, cultura da empresa e muito mais. Também é possível que os candidatos possam fazer o cadastro de seus currículos. Assim já saem na frente quando o assunto é concorrer uma vaga.

Já sobre a seleção dos candidatos que querem ingressar na empresa a informação é de que a mesma é composta basicamente por análise de currículos (de acordo com a vaga). Caso o candidato e a vaga se encaixem um executivo responsável pela área contratante entrará em contato com o profissional escolhido para informar a novidade e os próximos passos a serem tomados.

Saiba mais:

A Renault tem atualmente cerca de cinco mil profissionais que atuam diretamente na empresa. Além disso, ela possui um potencial que provoca mais 25 mil empregos indiretos. Durante sua história no Brasil já foram produzidos mais de meio bilhão de veículos.

Por Denisson Soares


É preciso definir o horário de trabalho e de estudo e depois se dedicar e manter a concentração para eu tudo saia como o planejado.

Não é fácil a vida do trabalhador que precisa dedicar-se também ao estudo. Tanto o trabalho quanto o estudo requerem tempo, dedicação e dividir o dia a dia entre as duas tarefas é realmente exaustivo, por isso é preciso saber bem como conciliá-los para que um não prejudique o outro.

Separar os horários para estudo e trabalho é o primeiro passo e isso caberá a cada pessoa definir quais serão os melhores horários. Alguns preferem estudar pela manhã, outros à noite e dependendo do horário de trabalho nem dá para ficar escolhendo muito. Se você já tem o seu horário de trabalho a ser cumprido, então veja qual é o horário que irá estudar e monte sua agenda.

O segundo passo talvez seja o mais difícil, pois se refere à concentração. Mas veja bem, durante o seu horário de trabalho você não fica parando para conversar com amigos ou familiares, não é interrompido o tempo todo para atender o celular ou ficar navegando na internet e isso deverá valer também para o horário de estudo.

Quando você vai para o trabalho, todos sabem que naquele período, somente poderão lhe procurar se for por um motivo muito importante. Avise então a todos quando for estudar e diga que deseja ser interrompido somente por uma boa causa.

Quando tentamos conciliar trabalho e estudo, o segundo sempre sai prejudicado, porque o horário de trabalho é cumprido à risca, sem interrupções, mas quando se trata de estudo, é bem diferente. Por isso, sua atenção maior deve ser dada ao horário reservado para os estudos.

Quem tem o privilégio de poder trabalhar na mesma área em que está estudando consegue conciliar muito melhor, porque estará sempre convivendo com a teoria e a prática, isso incentiva tanto os estudos como também o trabalho.

Mas sabemos que esta não é a realidade da grande maioria das pessoas, então o melhor a ser feito é deixar bem claro o seu horário de trabalho e de estudo.

E da mesma forma que se dedica ao trabalho, dedica-se também aos estudos. Fuja das redes sociais durante este período, deixe o celular desligado, procure um ambiente mais tranquilo e livre de distrações, além de avisar a todos que durante aquele período você estará estudando.

Conseguindo conciliar trabalho e estudo, você vai perceber um rendimento muito maior e no final conseguirá o resultado esperado, lembre-se sempre disso.

Por Russel


A lei assegura que o empregador não pode demitir um funcionário que está de férias, mas pode demiti-lo quando este retornar ao seu trabalho.

Uns podem até achar que insegurança ao entrar de férias é um sentimento para trabalhadores que estão “na corda bamba” da demissão. Acontece que, em tempos de crise nacional, esta apreensão vem tomando conta de muito mais pessoas. Mas afinal, pode um empregador demitir um funcionário enquanto ele estiver de férias?

A resposta mais clara para todos é NÃO. O gozo de férias é um direito assegurando em lei, que até aqui não sofreu alterações nesse sentido (felizmente!). As empresas não podem incomodar os trabalhadores em recesso de férias, no entanto, nada as impede de fazer demissões quando esses funcionários retornarem ao posto. Há empregadores que, por conta de problemas internos, geralmente associados à má conduta de um empregado, decidem que o melhor a fazer e não fazer aquele problema durar muito tempo na empresa. Assim, alcançando o primeiro ano de carteira assinada, decidem dar as férias e no retorno para o trabalho, ocorre a demissão.

Já houve casos maiores no Brasil, tais com o da Volkswagen que, após conceder férias a 800 funcionários, enviou um telegrama para cada um informando que não deveriam mais retornar aos seus postos, e sim, comparecer a outro local, para “fechar as contas”. Ou seja, não há ilegalidade em demissões que ocorram após o período de licença remunerada de 30 dias. Mas essa atitude da gigante alemã dos automóveis, da forma como foi executada, acabou gerando outros impasses entre dirigentes, sindicalistas e advogados trabalhistas.

Além da questão das férias, o trabalhador deve saber que há outros casos em que a demissão é proibida, são eles: a gravidez de uma funcionária e os acidentes. No primeiro caso, a lei resguarda o direito das gestantes de não serem demitidas até cinco meses após realizado o parto. Para os acidentados (independente de ter sofrido o acidente dentro ou fora da empresa), a legislação garante, por sua vez, um ano de estabilidade empregatícia, assim que o trabalhador retorne ao seu posto de trabalho.

Para encerrar, devemos também lembrar que uma outra categoria de trabalhador tem direito a estabilidade empregatícia: são os chamados “cipistas”, isto é, os integrantes das CIPAS (Comissões Internas de Prevenção de Acidentes) e os funcionários que exercem mandato em instituição sindical. Mas é bom lembrar que, mesmo nesses casos, a estabilidade é temporária. 

Por Alberto Vicente


Empresa seleciona candidatos em diversas regiões do país.

Está à procura de uma vaga de emprego em uma empresa sólida e de sucesso no mercado? Quer uma empresa que valorize seu desenvolvimento profissional? Se você tem alguma experiência na área de telefonia, fique de olho nas vagas oferecidas pela Nextel.

A empresa tem como premissa criar um ambiente em que os funcionários estejam sintonizados com os valores, estratégias e negócios da empresa. Por ser uma empresa grande e que oferece serviços em quase todo o país, a Nextel esta sempre precisando de novos profissionais, para suprir a alta demanda de serviço do mercado nacional. Os profissionais que tiverem a oportunidade de trabalhar na empresa terão a possibilidade de adquirir mais conhecimentos e de se especializar profissionalmente. A empresa conta ainda com um programa de incentivo para os funcionários que se destacam.

Como consequência da grande quantidade de currículos recebidos pela empresa atualmente, foi necessária a criação de uma página exclusivamente para o envio de currículos, o que prova sua grandeza em relação às outras empresas de telefonia do Brasil.

Para enviar seu currículo para a Nextel, acesse www.nextel.com.br e consulte as vagas disponíveis para os seus pré-requisitos. Informe corretamente todos os seus dados de contato, para que os recrutadores da empresa tenham como entrar em contato com você corretamente caso seja selecionado.

Aproveite essa oportunidade. A Nextel com certeza será um diferencial em sua carreira profissional. A empresa conta com programas de incentivo aos funcionários, e também possui convênios educacionais com 32 universidades, 14 escolas de idiomas e possui um programa de consórcio de MBA com a FIA, ou seja, é um ambiente corporativo que incentiva a formação e treina seus funcionários da melhor forma possível.  Em nossos dias é cada vez mais raro uma empresa que invista tanto em seu corpo de funcionários.

Não deixe para depois! Acesse já o site da Nextel e confira as oportunidades. Com certeza uma se adaptará ao seu perfil profissional.

Por Patrícia Generoso


Empresa oferece vagas aos interessados nos cargos de Analista Sênior de Transportes e Gerente de Relacionamento.

A companhia Natura tem a especialidade de produzir e comercializar produtos na área de saúde e beleza. Recentemente está sendo promovida uma seleção, onde serão contratados profissionais para ocuparem diversos cargos na empresa. Abaixo encontra-se a descrição das oportunidades que estão sendo disponibilizadas:

Analista Sênior de Transportes – com a responsabilidade de realizar o cadastro de produtos no SAP, verificar o faturamento mensal da empresa, fazer relatórios das atividades que forem desenvolvidas, seguir as regras de segurança da companhia, realizar planejamentos na área de logística, avaliar os dados cadastrais do SNP, controlar os serviços dos operadores de transporte e demais atividades do cargo. As exigências desta função consistem em ter habilidade técnica, domínio em planejamento e logística, noções básicas em SAP, nível superior de escolaridade nas áreas de Administração, Logística e Engenharia, experiência com o departamento de transportes, conhecimento na área de segurança e gestão operacional e noções avançadas no pacote Office. Os benefícios deste posto consistem em: participação nos lucros e resultados, seguro de vida, plano de saúde, auxílio creche, convênio com farmácia, auxílio transporte, assistência odontológica, vale-alimentação e cesta básica.

Gerente de Relacionamento – tendo a função de elaborar treinamentos para os consultores da empresa, avaliar os resultados das vendas, organizar reuniões, fazer relatórios referentes ao faturamento em vendas, estar presentes em encontros da empresa, fazer o cadastro de consultores, manter o contato com o setor administrativo e realizar viagens representando a marca da empresa. Os requisitos desta oportunidade consistem em ter carteira de habilitação na categoria B, experiência no setor comercial, nível superior de escolaridade em Administração, disponibilidade para fazer viagens, veículo próprio e noções no pacote Office. Os funcionários desta função irão receber algumas gratificações, como auxílio creche, cesta básica, participação nos lucros e resultados, convênio com farmácia, vale-alimentação, seguro de vida, assistência odontológica, auxílio transporte e plano de saúde.

Para se inscrever, acesse o site www.natura.com.br, e no final da página clique em “Trabalhe Conosco”. 

Por Felipe Couto de Oliveira


Oportunidades estão abertas nos cargos de Analista de Sistemas, Auxiliar Operacional e Coordenador de Produção.

A Marilan é uma companhia que teve o seu surgimento no ano de 1957, na cidade de Marília (SP). A empresa atua no segmento de fabricação e distribuição de biscoito, dentre eles, doces, wafers, salgados, extrusados e recheados. Devido ao déficit de funcionários em alguns setores da companhia foi aberta uma seleção para contratar mais colaboradores.

No cargo de Analista de Sistemas, os profissionais terão a responsabilidade de avaliar os requisitos, desenvolver novos sistemas, verificar a necessidade de manutenção nos equipamentos, implementar mais funcionalidades nos equipamentos, arquivar as documentações, fazer atendimentos nos departamentos de demandas de sistemas e encontrar soluções para os problemas que surgirem no setor.  Os requisitos desta função consistem em ter habilidade para fazer análises, experiências nas atividades de melhorias de sistemas PHP, capacidade para documentar os sistemas, noções em aplicativos, nível superior de escolaridade em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Ciências da Computação e conhecimento no programa JAVA.

Na profissão de Auxiliar Operacional, os contratados serão responsáveis por empacotar os produtos, verificar se as mercadorias estão embaladas nas caixas, levar os produtos para o depósito e auxiliar no carregamento de caminhões. Para estar apto a esta colocação é essencial ter disponibilidade para cumprir escalas em diferentes horários, nível médio de escolaridade e agilidade.

No posto de Coordenador de Produção, a atividade profissional será de liderar as equipes do setor operacional, verificar os relatórios do setor, possibilitar que as normas da empresa sejam cumpridas pelos funcionários, avaliar os resultados das atividades dos colaboradores, fazer novos planejamentos com o objetivo de reduzir os custos na companhia, solicitar a manutenção dos equipamentos, elaborar treinamentos para as equipes de produção e fazer reuniões na companhia. Para se inscrever nesta função é necessário ter noções em Gestão de Qualidade, disponibilidade para trabalhar em diferentes turnos, nível superior de escolaridade em Engenharia de Alimentos, Engenharia de Produção e Engenharia Química, noções técnicas na fabricação de alimentos e experiência na área de atuação.

Para participar do processo seletivo, envie o currículo para [email protected].

Por Felipe Couto de Oliveira


Ter organização pessoal é essencial para dar conta das tarefas do dia a dia com eficiência.

Você sempre está atarefado e nunca consegue dar conta de suas tarefas com eficiência? Tem problemas com os horários e prazos? Talvez esteja faltando um pouco de organização pessoal em sua vida profissional. Confira dicas de como evitar esse problema:

– Tenha intervalos regulares, mas não faça do intervalo uma regra: Se for possível em sua empresa, é muito saudável fazer pequenas pausas durante o expediente, seja para tomar um café ou recuperar o fôlego dando uma volta ao ar livre. Mas tenha o cuidado para que suas pausas não sejam maiores do que os períodos de trabalho, ou sejam muito frequentes, sob o risco de prejudicar o bom andamento de suas tarefas. Uma dica é sempre terminar completamente uma tarefa antes de fazer uma pausa.

– Organize sua mesa de trabalho e o desktop de seu computador: Já percebeu quanto tempo você pode perder só procurando por materiais sobre sua mesa ou por documentos em seu computador? Mantenha sempre seu ambiente de trabalho limpo e organizado, para que seu tempo seja otimizado.

– Faça uma planilha com suas tarefas: Se você esquece com frequência das tarefas que lhe foram delegadas, nada melhor do que anotá-las. Use e abuse, também, de notas adesivas, que atualmente já estão disponíveis também em versão para computadores.

– Não se distraia: Parece estranho falar em distração em pleno ambiente de trabalho, mas alguns funcionários “burlam” a vigilância e proibição de acessar alguns sites como sites de relacionamento e de conversas instantâneas, perdendo minutos e horas preciosas na execução de suas tarefas. Se você tem acesso a algum tipo de site que possa lhe tirar a atenção do trabalho por muito tempo, evite esse tipo de distração. Permita-se somente nas horas de lazer, em sua casa. Com certeza seu rendimento será maior e seu serviço será muito mais notado em sua empresa.

É preciso sempre ter atenção a fatores que roubam seu tempo no trabalho. Talvez nem todos estejam citados nesse artigo. É necessária uma análise minuciosa de seu dia a dia para que detalhes de distração que porventura passariam desapercebidos sejam corretamente eliminados.

Por Patrícia Generoso


Saber negociar é uma das habilidades mais valorizadas no mercado de trabalho, isso porque negociar significa saber se relacionar e saber convencer, ou seja, ser assertivo

Você sabe quais são os tipos mais importantes de negociação? E o quanto é importante saber negociar hoje em dia? O poder de saber negociar é uma das habilidades mais valorizadas no mercado de trabalho hoje em dia, isso porque negociar significa saber se relacionar e saber convencer, ser assertivo. Dessa forma, tal habilidade é o objetivo de muitos, mas para conseguir desenvolvê-la, você precisa conhecer suas técnicas e quais são seus principais tipos.

O resultado que você busca para a sua negociação é vencer um certo debate, para isso acontecer, você precisa passar por todo o processo, o que demanda tempo e habilidade de saber lidar com a outra pessoa. Uma dica importante para obter um resultado positivo é ter o máximo de informação possível sobre o que está sendo negociado e sobre as ideias do seu cliente ou sócio que está negociando com você.

Profissionais que detêm a habilidade de negociar devem ser pacientes, a maioria dos resultados das negociações surge apenas nos últimos 20% do tempo, isso significa que paciência é uma virtude necessária para quem deseja ser um bom negociador. É importante lembrar que resultados rápidos podem surgir, acontece de vez em quando, mas geralmente, os resultados atingidos de forma muito rápida não são os melhores.

Você pode acabar tendo que ceder às vezes, é um tipo de negociação vista como um investimento, quando você faz um negócio que no momento que é fechado você não vê lucro nenhum e só vai ver depois de um certo tempo. Esse tipo de negociação é perigoso e é preciso saber o que está fazendo.

Não confunda isso com más negociações, quem não domina certas habilidades pode acabar tendo apenas prejuízos para sua empresa ou para si na hora de negociar.

Não é à toa que a habilidade de negociar é tão desejada no mercado, existem muitos que não conseguem bons resultados por falta de conhecimento na área e um bom profissional com essa habilidade pode se destacar cada vez mais no mercado de trabalho. 

Por Tom Vitor de Freitas


A rotina diária pode afetar o profissional negativamente e desenvolver o estresse, mas com algumas atitudes e sabendo lidar com as situações é possível evitá-lo.

Existem várias formas de reduzir o estresse no trabalho, mas antes de começar a colocar estas dicas em prática é bom lembrarmos que cada pessoa é de um jeito e que algumas conseguem ver os resultados logo nos primeiros dias, mas outras precisam de bem mais tempo para se verem livres do estresse no trabalho.

A primeira dica, tão conhecida de todos, é "respirar fundo", mas que mesmo sendo tão popular é também tão esquecida. Naquele momento em que o telefone toca, chega um e-mail urgente, o chefe está chamando você em sua sala e o serviço está todo atrasado e você sente aquela vontade de fazer tudo ao mesmo tempo, é hora de fazer justamente o contrário, ou seja, parar de fazer tudo que estiver sendo feito e respirar fundo, não só uma, mas várias vezes! A respiração correta ajuda a reduzir a pressão sanguínea, alivia o estresse e ajuda o cérebro a trabalhar melhor.

Importante também é rever os hábitos alimentares, pois a alimentação tem grande influência no estresse. Nada de ficar tomando cafezinho o tempo todo e muito menos fumando! Procure levar frutas para comer no período da manhã e também à tarde e tanto pode ser um maracujá como também uma maçã, uma banana, uma laranja, as frutas são sempre muito bem-vindas quando se trata de ajudar o organismo.
Reveja também a sua vida, se você é uma pessoa muito acomodada e não vem praticando atividade física. Basta uma caminhada diária, andar de bicicleta nos finais de semana, sair para correr com os amigos, ou para uma partida de futebol, que você vai mandar o estresse para bem longe. A atividade física vai resultar lá no seu ambiente de trabalho, com você tendo mais disposição e menos estresse.

A música também é uma ótima maneira de reduzir o estresse no ambiente de trabalho, se for possível, coloque uma música em um volume bem baixinho e que seja um estilo musical mais suave, isso vai ajudar a acalmar os nervos.

E perca aquela velha mania de achar que você precisa ser o “super-homem”, resolvendo todos os problemas em tempo hábil e socorrendo os problemas dos colegas do trabalho. Todos nós temos limites, por isso trate de descobrir quais são os seus, porque quem trabalha acima da capacidade irá trabalhar sempre estressado.

Por Russel


Algumas profissões e áreas específicas prometem alavancar nos próximos anos e requisitar mais profissionais qualificados.

Se a sua vontade é mudar sua área de atuação, ou se você ainda está decidindo qual carreira seguir, é muito importante que você saiba quais profissões estarão em alta para os próximos anos. Confira as principais profissões em alta até o ano de 2019:

Tradutor/Intérprete: área que mais deve crescer segundo pesquisas. Com um crescimento previsto de até 36% na quantidade de vagas, o setor deve ser uma excelente opção para quem domina alguma língua estrangeira.

Especialidades hospitalares: Todo o comércio hospitalar, desde serviços até atendimento aos pacientes terá uma previsão de crescimento de aproximadamente 29%, ocupando o segundo lugar dentre as profissões mais cotadas para os próximos anos.

Reformas residenciais: O mercado da construção civil sempre está em alta, pois reformas e pequenos ajustes em casa são sempre necessários. A previsão é de que esse setor cresça cerca de 26%, ocupando o terceiro lugar entre as mais cotadas profissões.

Atendimento domiciliar de saúde: Profissionais que atendem em domicílio são cada vez mais requisitados nos dias atuais, fazendo com que o setor apresente previsão de crescimento de 25% para os próximos anos.

Comércio de bebidas  alcoólicas: Se você é dono de um comércio que trabalha com bebidas alcoólicas o cenário dos próximos anos estará excelente para você. A previsão é de crescimento de 25% em sua área.

Comércio eletrônico: Com a facilidade da internet, compras sem sair de casa viraram uma febre mundial e o e-commerce torna-se cada vez mais comum em nossas vidas. A previsão é que esse setor cresça 23% até 2019.

Conservação do meio ambiente: Outra preocupação crescente em nossa atualidade garante crescimento de 22% nos próximos anos.

Consultoria social para aposentadoria: Com a reforma da previdência brasileira, alguns fatores podem não ser mais tão claros para os futuros beneficiários do INSS, e também há a possibilidade da opção por uma aposentadoria privada. É aí que o profissional de consultoria entra. Essa área crescerá cerca de 21% daqui para a frente dizem os especialistas.

A pesquisa levou em conta o cenário nos Estados Unidos. Porém com a globalização, a tendência é que mais países tenham um cenário parecido, incluindo o Brasil.

Por Patrícia Generoso


É preciso passar pela fase de adaptação, mas com a ajuda do marido e dos familiares fica mais fácil equilibrar a vida de mãe e a vida profissional.

A vida pessoal e a vida profissional, apesar de parecerem separadas a maior parte do tempo, sempre acabam entrando em conflito, muitas vezes por causa de relações, amizades ou até mesmo família, e quando você é mãe, a história fica ainda mais complicada. Muitas mulheres perdem a cabeça ao pensar em como conciliar a vida de mãe com sua vida profissional, muitas chegam até a duvidar se realmente conseguem fazer isso. Mas afinal, é possível conciliar as duas coisas sem se perder?

Existem muitas discussões acerca do assunto, mas muitas provas de que é possível existem no nosso dia a dia. O grande problema de conciliar as duas coisas é querer fazer tudo ao mesmo tempo, se você é uma mãe recente, saiba que conciliar as duas vidas vai levar tempo, muito mais tempo do que uma licença maternidade pode dar. É muito provável que depois de ter seu primeiro filho, sua vida profissional vá mudar e nunca volte a ser como antes, seu cansaço pode aumentar e seu tempo diminuir e isso pode fazer com que você fique mais estressada, pelo menos por um tempo, essa fase de adaptação é dura, porém importante para saber andar nessa nova estrada.

Saber dividir a tarefa de casa com o marido e com quem mais more com você é uma boa dica e importante aliada na hora da criação de seu filho. Pessoas próximas que podem te auxiliar como seus pais ou pais de seu marido são importantes para momentos em que o trabalho exige um pouco mais de você. É importante lembrar que isso não significa repassar uma tarefa que deveria ser sua por você não conseguir fazer, mas saber dividir tarefas com todos que fazem parte da criação de seu filho, desse modo, não apenas você, mas todos poderão conciliar a vida profissional e a pessoal.

Valorize ao máximo o tempo que tiver apenas para seu filho, esse pequeno tempo pode se tornar cada vez mais raro. Na tentativa da conciliação das duas vidas diferentes, muitas mães acabam deixando de lado esse pequeno momento, muitas vezes por medo de serem demitidas ou algo parecido. Não abra mão de seus momentos e não tenha medo de colocar seu filho em primeiro lugar nas coisas, acabará descobrindo que existem muito mais pessoas compreensivas do que você imaginava, além de muitos que podem te ajudar nessa difícil fase de adaptação, sua e da sua criança. 

Por Tom Vitor de Freitas


Algumas precauções devem ser adotadas para utilizar o e-mail da empresa com eficiência e para o motivo correto.

Com o avanço da comunicação humana pela internet o e-mail se tornou uma forte ferramenta de comunicação. Entretanto, você sabe como usar o e-mail da empresa corretamente? Para começar é importante saber que, diferente do e-mail pessoal que pode ser usado para envio de mensagens de todo o tipo que você desejar, o e-mail corporativo é um documento oficial da empresa. E se presta para formalizar acordos verbais feitos em reuniões ou por telefone. É uma importante ferramenta empresarial para evitar equívocos próprios da comunicação oral.

A percepção da importância do e-mail no ambiente de trabalho é imprescindível para que o funcionário possa encarar esse veículo de comunicação com mais seriedade. O seu uso indevido pode ocasionar até uma demissão por justa causa. Então, algumas providências e precauções devem ser adotadas a fim de evitar problemas:

– Mantenha uma conta de e-mail pessoal e deixe para compartilhar seus vídeos, fotos pessoais ou mensagens inspiradoras através dele.

– Se no e-mail pessoal tudo vale, no corporativo é necessário cuidado. Utilize apenas linguagem formal. Não use palavras e frases de duplo sentido, sarcasmos e piadinhas.

– Ainda que seu colega de trabalho seja um grande amigo, não use o e-mail da empresa caso o assunto que vá tratar seja pessoal. Envie de um endereço pessoal para outro.

– Jamais utilize o e-mail para divulgar assuntos sigilosos. Você corre o risco de ser rackeado ou de alguém retransmitir. Nesse caso é melhor utilizar outros meios ou criptografia.

– Evite enviar para todos. Saiba a quem compete o assunto para endereçar para a pessoa certa. Assim você evita a prática do spam e torna sua comunicação online mais eficiente.

– Lembre-se de começar e terminar com um comprimento formal. Um “Prezado Fulano” e um “Atenciosamente” sempre caem bem.

– Seja direto em suas informações no corpo do e-mail e específico no campo do assunto.

– Sempre releia o que escreveu. Confira o nome do destinatário e a correção gramatical.

Lembre que você pode estar sendo monitorado e o uso correto desse meio de comunicação pode ser um bom referencial a somar em seu desempenho profissional.

Por Cristiana Pereira dos Santos


Manter tudo organizado demonstra confiança e credibilidade no trabalho. Sendo assim, a pessoa organizada transparece segurança e terá mais chances de crescimento na carreira.

A organização é um dos fatores que contribuem muito para a eficiência e produtividade no trabalho. Uma cena bastante desconcertante é quando chegamos a uma empresa e vemos uma mesa de escritório toda desorganizada, a impressão que temos é que nenhum documento será encontrado ali em tempo hábil e que há uma série de serviços acumulados.

Muitos podem se sentir inseguros em confiar maiores responsabilidades na mão de quem não consegue organizar pequenas coisas. Portanto, é necessário que o profissional passe a ter consciência que este tipo de atitude pode dizer muito sobre seu trabalho passando a ideia de descomprometimento e negligência.

Algumas atitudes são importantes serem tomadas para mudar esta situação:

  • Separar o que é útil do que não é útil, dando prioridade somente às coisas que serão utilizadas naquele momento;
  • Arquivar materiais já entregues, catalogar e deixar tudo nomeado caso necessite retomar o material;
  • A bagunça traz desordem mental, fica bem fácil processar o trabalho quando as coisas estão organizadas;
  • A autodisciplina melhora a eficiência na execução e finalização de qualquer serviço;
  • Todos os dias faça esta análise do que está sendo realmente utilizado, daquilo que já pode ser arquivado ou até mesmo descartado.

Tenha sempre a organização como sendo uma das portas que aumentarão a eficiência no trabalho, pois trará maior autonomia dos serviços que precisam ser entregues obedecendo as datas de forma ordenada. As pessoas terão confiança e credibilidade no trabalho que lhe é prestado. O cuidado pessoal e com as coisas que estão a sua volta traz resultados benéficos para si e para os outros como uma boa saúde mental, qualifica a pessoa com uma reputação como uma pessoa educada e de bons hábitos. A pessoa organizada transparece segurança sobre si e sobre tudo o que ela faz.

O profissional que passa a investir nessas atitudes terá mais chances de crescimento em sua carreira, pois demonstra estar capacitado para alcançar cargos de maiores responsabilidades dentro da empresa.

Por Regiane Daniele de Jesus


É preciso ter certos cuidados e evitar alguns erros na jornada da busca de um novo emprego.

Você está em busca de novas oportunidades profissionais? Encontrar emprego é um desafio pela competitividade que existe hoje no mercado. Os candidatos que estão buscando por uma vaga devem tomar cuidado e evitar alguns erros. Que tal conhecê-los?

– Fazer intervalos prolongados entre uma entrevista e outra:

Você está tendo muito sucesso na busca profissional? Está sendo convocado para muitas entrevistas? Mas, enquanto não tiver uma resposta positiva e ter fechado um contrato, não dê pausas prolongadas. Muitos candidatos param de enviar currículos quando estão sendo chamados para entrevistas de forma regular. Portanto, se quiser fazer uma pausa entre uma entrevista e outra, não a prolongue muito.

– Não saber aproveitar o tempo!

É preciso saber aproveitar o tempo. Pesquise sobre as oportunidades de trabalho, dedique-se e estude as empresas que deseja trabalhar. Saiba os seus valores, cultura, posições no mercado, entre outras informações úteis. Não envie currículo apenas por “enviar”. Muitos candidatos não aproveitam o tempo para estudar a Organização, o que é um erro comum.

– Emoções negativas: cuidado com elas!

Estar desempregado não é uma situação confortável, mas é preciso lutar e encontrar outras oportunidades no mercado de trabalho. Sentimentos negativos não podem dominar durante a situação, é preciso manter a calma e o equilíbrio, que são os fatores chaves do sucesso. Quem está nesta situação deve se lembrar de manter uma alimentação saudável, conversar com as pessoas para obter um apoio, fazer atividades físicas e dormir bem.

– Não revisar o currículo

O currículo é o documento que vai constar toda a vida profissional do candidato. Por isso, é preciso que ele esteja escrito de forma clara e objetiva. Peça ajuda para revisar o seu currículo, verificar se ele está completo ou falta alguma informação.

– Confiar em apenas uma vaga

Você mandou bem na entrevista e está confiante? Não deposite a sua ficha em apenas uma oportunidade, continue mandado o seu currículo para outras vagas que surgirem. Continue se esforçando, até conseguir o que almeja. 

Por Babi


As críticas recebidas no ambiente de trabalho podem ser boas ou más, por isso, é preciso saber diferenciá-las e usá-las da melhor maneira possível para seu aprendizado.

Receber críticas pode não ser tão fácil como parece. Muitas vezes estamos acostumados durante toda nossa vida a ser elogiados e ter nossos pontos positivos citados em conversas com nossos amigos e familiares.

Isso pode mudar ao darmos entrada no mercado de trabalho. Dependendo de sua área de emprego, receber críticas pode ser uma rotina comum em seu dia a dia. E muitas vezes tomamos as críticas como ofensas e não aproveitamos as valiosas dicas que o criticante nos dá. Um dos primeiros sinais de que não sabemos receber críticas é aliar o criticante a um inimigo: imaginamos que tudo o que ele diz é para nos atingir, e muitas vezes desenvolvemos sentimentos repulsivos por uma pessoa que só quer nos ajudar.

É muito difícil ter a real noção de nossas falhas e erros, e quando uma pessoa os aponta e os coloca em evidência aos nossos olhos e aos olhos de outras pessoas, como nossos colegas de trabalho, por exemplo, nossa reação é quase sempre de defesa, pois estamos expondo uma fraqueza, uma brecha.

Temos que ter o cuidado de não confundir a boa crítica da crítica cruel. A boa crítica é aquela que aponta o erro e dá caminhos para que saibamos consertar as falhas, muitas das vezes a crítica pode parecer dura, mas se olharmos com um pouco de cuidado, veremos que quem a teceu só quer nos ajudar a melhorar naquele quesito.

Já a má crítica é aquela que aponta os erros de forma equivocada, sempre fazendo com que a autoestima de quem está ouvindo seja abalada, e nunca apontando saídas práticas para o problema. Esse tipo de criticante deve ser evitado, com muito cuidado, para não gerar desconfortos no ambiente de trabalho.

É muito fácil diferenciar um bom criticante do mau: basta pedir ajuda ou uma dica para resolver o problema. Com certeza quem apontou sua falha no intuito de ajudá-lo terá sempre um tempo para uma boa conversa.

Se estivermos abertos para receber as boas críticas, com certeza teremos maior êxito do que se rejeitarmos e nos fecharmos a novas sugestões.

Por Patrícia Generoso


Ter autoconfiança é essencial para todo profissional.

Autoconfiança é uma palavra que todo profissional precisa ter, se você não está se sentindo confiante sobre seu próprio trabalho, é provável que seu rendimento possa cair e te gerar problemas. Coisas do tipo acontecem, mas como ser mais confiante no trabalho? Separamos algumas dicas para você aprender a ter mais confiança e descobrir como pode melhorar.

– Vida pessoal:

Não notamos que muitos dos nossos problemas no trabalho se devem a fatores externos, principalmente problemas familiares e de relacionamento. Tenha confiança para lidar com seus problemas pessoais e ser mais bem resolvido, sem isso, você não vai conseguir melhorar seus problemas dentro do trabalho.

– Aprenda com seus erros:

Reconhecer erros é uma atitude nobre, mas aprender com eles é inteligente. Tudo faz parte da forma como você encara o erro, ele pode ser uma pedra no seu caminho ou uma solução para um problema que você tem. Aprenda que tanto acertos como erros cometidos nos ajudam a evoluir e admitindo isso, você também terá mais confiança, não só para não errar, como também para arriscar e ser mais reconhecido por seu esforço.

– Foco:

Mantenha o foco em seus objetivos e saiba aonde quer chegar. Não é raro nos perdemos em meio a tantas responsabilidades e problemas apresentados diariamente para nós, se no trabalho incerteza é sinônimo de insegurança, foco é sinônimo de confiança.

– Saia da zona de conforto:

A expressão é muito usada em vários casos e se encaixa perfeitamente aqui, sair da sua zona de conforto requer coragem e confiança em si mesmo. Comece aos poucos através de suas próprias tarefas e demonstre ao seu chefe todo seu potencial, conforme os dias passarem, você terá mais confiança em você e no seu trabalho.

Ter confiança no trabalho depende única e exclusivamente de você, seguir essas dicas é um começo e aprender sozinho é difícil e muitas vezes doloroso, porém, necessário para ter autoconfiança em todas as esferas de sua vida.

Por Tom Vitor de Freitas


É preciso ser honesto e objetivo quando for mencionar a empresa antiga em uma entrevista.

Todo candidato a uma vaga de emprego sabe que corre o risco de, durante a entrevista, ser questionado sobre a empresa antiga. É nessa hora que vem a dúvida, pois sempre temos algo a reclamar, mas será certo criticar a antiga empresa? Se fizer isso, o que o entrevistador pensará a seu respeito?

Entrevista de emprego é assim mesmo, o candidato sempre precisa explicar porque saiu do antigo emprego, ou  porque está querendo sair. Nessa hora, o importante é não fugir da resposta, porque se o entrevistador perceber que você não se sente confortável para falar sobre este assunto, não acreditará em nada do que disser e vai ser difícil conseguir a vaga desejada.

O ideal, na hora de falar da antiga empresa em uma entrevista de emprego, é dar respostas curtas, mas que sejam objetivas e principalmente honestas.

Se você deixou o antigo emprego porque o salário não era compatível com suas necessidades, não há mal nenhum em expor a situação, até porque, se você está se candidatando a esta nova vaga é porque o salário que é oferecido te agradou.

Quando for comentar sobre a antiga empresa, fale de uma forma coletiva e nunca demonstre nenhum tipo de ressentimento ou faça críticas mais severas. Procure comentar sobre colegas de trabalho com os quais você manteve bom relacionamento e faça elogios.

O importante é nunca falar mal da última empresa em que trabalhou, por mais que você tenha vontade, contenha-se! Criticar o antigo chefe, a política da empresa, não vai ajudar em nada neste momento, pelo contrário, poderá é lhe atrapalhar.

O que a maioria dos candidatos respondem, quando são questionados em uma entrevista, do motivo pelo qual abandonaram o último emprego, é que está em busca de novos desafios ou de área profissional e você pode até dizer isso, mas o selecionador vai querer saber mais, já que esta resposta é muito vaga e pouco objetiva.

Se usar esta resposta tão comum aos candidatos, exponha mais alguns detalhes, dizendo a verdade e se for preciso dizer que não estava bem no último emprego, diga, mas sem falar mal de ninguém.

Explique que não seria bom nem para você nem para a empresa onde trabalhava e que você conversou com seus superiores ou seu patrão, expôs o problema e eles concordaram e de comum acordo você deixou o último emprego para buscar novas oportunidades.

Por Russel


Pesquisa revelou que profissionais que fazem plano de carreira podem ter uma vida profissional mais feliz.

Uma pesquisa foi realizada pela empresa de consultoria ETALENT junto com a Catho, onde ambas conseguiram resultados incríveis referentes à felicidade e a satisfação na vida de cada profissional.

De acordo com esse levantamento, as pessoas que fazem planos de carreira podem ter uma vida profissional muito mais feliz se for comparado com aqueles que não fazem esse tipo de planejamento.

A pesquisa mostra que cerca de 55% das pessoas que possuem um plano de carreira se sentem muito felizes com esse tipo de conquista profissional.

Apenas o total de 33% das pessoas informaram que não fazem esse tipo de planejamento e ainda assim estão bastante satisfeitas com a sua ocupação dentro da empresa, e que se sentem felizes profissionalmente.

Mas vale destacar que em contrapartida, 38% das pessoas que foram entrevistadas, e falaram não fazer planejamento de carreira afirmam estar pouco ou nada felizes com o cargo que possui dentro da empresa.

O nível de insatisfação cai um pouco quando o profissional possui um plano de carreira estruturado para acontecer em médio ou longo prazo.

Jorge Matos, que é o presidente da ETALENT descreveu que para conseguir conquistar um objetivo é preciso planejar, e esse procedimento é um tipo de combustível para manter a motivação e para deixar a vida mais estimulante e positiva.

E o Luís Testa, que atua como diretor de marketing da Catho, relata que o profissional, mesmo quando desempregado, quer ter segurança em relação a sua carreira , pois dessa forma é possível planejar o que poderá ser realizado mais adiante na vida pessoal.  

No caso daqueles que estão desempregados, saiba que o ideal é sempre procurar por empresas que oferecem planos de carreiras bem definidas, para que essa felicidade pessoal e profissional aconteça.

E saiba que não existe idade certa para começar a se planejar profissionalmente, porém, vale destacar que quanto antes souber qual carreira quer seguir melhor será. 

Por Yasmin Fernandes Robles


Dependendo da empresa e do cargo para o qual a pessoa está concorrendo, ter tatuagem e piercing pode afetar negativamente na seleção.

Não importa se elas estão em evidência ou em locais "escondidos", o fato é que tatuagem e piercing podem vir a prejudicar um candidato a uma vaga de emprego.

Por mais que o mundo tenha evoluído e que as tatuagens e piercings tenham se popularizado, dependendo da empresa onde o profissional for se candidatar a uma vaga, ele poderá ser desclassificado pelo uso destes adereços, ainda que a empresa não revele isso para ele, alegando ser um outro motivo.

A tatuagem e o piercing ainda dividem opiniões no mercado de trabalho, gerando polêmica, mas é importante lembrar que cada caso deve ser analisado de forma individual, pois há vagas no mercado de trabalho onde a tatuagem ou o piercing não irão atrapalhar em absolutamente nada.

O veto de uma empresa a um candidato pelo simples fato dele possuir uma tatuagem ou usar piercing seria discriminação, por isso que as empresas nunca irão assumir que este seja o motivo.

Apesar das empresas não assumirem ser este o motivo, todos sabem que dependendo da situação, dependendo da vaga de emprego e ainda, dependendo da empresa, o candidato pode ser reprovado se nele for observado a presença de uma tatuagem ou piercing.

Se o profissional já está empregado, já está na empresa há algum tempo e deseja fazer uma tatuagem, dependendo da situação ele precisa avaliar os riscos e até conversar a respeito com seus superiores, imagine então alguém que está tentando uma vaga de emprego, que está na entrevista sendo analisado. É realmente um risco muito grande.

É importante ressaltarmos que atualmente, não é a empresa propriamente dita que evita contratar um profissional que tenha tatuagem ou piercing, quando isso acontece é porque a empresa está pensando nos clientes dela.

Se você vai se candidatar a uma vaga de emprego, cuja função é operar uma máquina dentro da empresa ou ficar no escritório cuidando da parte burocrática, o interesse da empresa é na sua produção, sua responsabilidade, pontualidade e sua capacidade de trabalhar em equipe e executar bem suas tarefas.
Porém, se você está candidatando a uma vaga para recepção, setor comercial, enfim, se for uma função onde você irá lidar diretamente com fornecedores ou clientes, então a empresa poderá fazer certas restrições aos candidatos que possuírem alguma tatuagem ou piercing.

Por isso, é sempre bom se informar sobre todas estas questões, para que você não perca seu tempo indo a uma entrevista de emprego, cujo candidato para ser selecionado não possa ter tatuagem ou piercing.

Por Russel


Ter algumas características é essencial para mostrar seu valor à empresa.

O mercado de trabalho está cada vez mais buscando profissionais qualificados.

E podemos ver que  a  cada dia  surgem novas oportunidades para que  essas qualificações estejam ao alcance de todos, mas  será que só isso é  necessário?

Acredita-se que sim, mas ter um algo a mais é fundamental nos dias de hoje, onde  estamos lutando para  conquistar uma  vaga de emprego ou até mesmo para manter o nosso emprego.

E como mostrar o seu  valor na  empresa?

É preciso ter  boas  qualificações, como  cursos, conhecimento e estudo. No entanto, algumas  qualificações vão fazer a  empresa  olhar para você com outros olhos, ou seja, com bons olhos.

– Ser uma pessoa  proativa – ser aquela pessoa que  consegue  não apenas  identificar o problema, mas  também chegar  e mostrar  a solução para o seu superior. As empresas  estão cheia  de pessoas que  só atuam quando a  dificuldade chega. Ser um profissional que tenha  visão é algo que  todos  querem.

– Ter espírito de equipe – ser aquele profissional que  sabe que  necessita de apoio em  conjunto para  conquistar metas e  não querer resolver tudo sozinho, e quando isso acontece sempre  fracassa.

– Superar limites como meta pessoal – superar metas é algo  fantástico, mostra que  é uma pessoa  capaz. Mas  nunca  ser aquela pessoa que alcança seu objetivo e  acaba entrando na  zona  de conforto, isso sim é péssimo.

– Ser comunicativo – comunicação é tudo ainda mais no meio corporativo, o profissional que é comunicativo e participativo consegue expor suas ideias e apresenta bons resultados.

– Ser criativo – toda empresa que contrata um profissional espera que ele  demostre suas habilidades, não esperando que ele tenha ideias mirabolantes e sim que saiba usar o que tem em mãos e  fazer algo produtivo.

Esses são alguns pontos que poderão ser de  grande  valia para que seja um profissional se  destaque no seu local de  trabalho.

Por André Escobar


Pesquisa revelou que casais que trabalham juntos têm menos desgaste emocional por saberem lidar melhor com a angústia e com a carga horária do companheiro, apresentando maior rendimento.

Há algum tempo, ver casais trabalhando na mesma empresa não era visto com bons olhos no mundo corporativo, muitos não eram admitidos ou até demitidos caso assumissem um relacionamento dentro da empresa.

Esse tipo pensamento vem da ideia de que o rendimento dos funcionários poderia cair caso uma relação acontecesse, devido a distrações e possíveis desgastes emocionais. Mas estudos recentes realizados pelo ISMA-BR (International Stress Management do Brasil) revelam que 80% dos casais entrevistados têm menos desgaste emocional, isso porque os casais conseguem lidar melhor com a angústia e com a carga horária do companheiro, além de muitas vezes, apresentarem rendimento maior.

Muitos dos casais entrevistados dizem que não conseguem separar o trabalho da vida individual e que acabam levando problemas do trabalho para a casa. Mas isso não é necessariamente ruim, quando um casal é dono de um negócio, por exemplo, podem discutir os problemas em casa, mas podem sair juntos e ir ao cinema em horário comercial.  Mesmo assim, a disciplina é necessária para o trabalho não se sobrepor a vida pessoal e chegar a afetá-la, quando a vida profissional chega nesse estágio, é preciso repensá-la.

O casal deve saber manter a postura no ambiente profissional, não utilizar nomes, apelidos e tratamentos carinhosos, segundo a consultora organizacional Lara Castro é essencial. Lara ainda diz que o casal deve saber se sociabilizar com outros colegas e não se fechar.

Não é possível dizer se é recomendável ou não para um casal trabalhar junto, segundo a psicóloga Maria Clara Jost, cada relacionamento funciona de um modo diferente, que pode apresentar pontos negativos ou positivos se trabalharem em conjunto.

Uma vez que um casal trabalha junto, ele pode encontrar facilidade em fazer suas contas do mês e em administrar sua casa e família. Existem pontos positivos e negativos, para alguns, seria inviável trabalhar com o parceiro, para outros é a melhor coisa do mundo.

Por Tom Vitor de Freitas


É normal ter afinidades e desafetos no ambiente de trabalho, mas para construir uma boa convivência é preciso saber lidar com a situação, para evitar possíveis desentendimentos.

Não importa o lugar que você esteja, sempre vão existir pessoas que você tem mais afinidade e pessoas que você não se dá bem. Isso é normal, mas quando esse tipo de pessoa está no seu ambiente de trabalho, ainda mais na sua equipe, isso pode se tornar um problema. Mas como lidar com alguém que você não gosta dentro do trabalho? Essa é uma pergunta complexa, mas existem maneiras de amenizar a situação e evitar possíveis estresses.

– Pense a respeito:

Pense sobre o porquê de você não gostar daquela pessoa, talvez você possa descobrir que só sente inveja ou se incomoda com o cargo que ela ocupa. Muitas vezes a solução para o problema de convivência pode estar dentro de você.

– Não espalhe o ódio:

Não fique dizendo a todos que não gosta de certa pessoa, seja o motivo que for, isso pode ser prejudicial para sua imagem, além de não adiantar nada para amenizar a situação. Se precisar desabafar, converse com alguém de confiança ou até mesmo só em casa para evitar conflitos desnecessários.  

– Saiba administrar suas atitudes:

Existem momentos em que é preciso ser rude com certas pessoas para mostrar que elas estão erradas, mas esses são momentos específicos e você deve tomar cuidado ao fazer isso. Ser rude não precisa ser grosseiro e ofender uma pessoa, apenas lhe repreender de forma um pouco mais rigorosa para ela ficar mais atenta. Ser gentil a maior parte do tempo garante maior paz no seu ambiente de trabalho, além de evitar estresses desnecessários.

– Converse com seus superiores:

Esta é uma situação especifica, se você for obrigado a trabalhar com alguém que não gosta para um certo projeto, por exemplo, converse com seu chefe sobre mudar de lugar ou de projeto. Mas atenção, só faça isso se a situação for extrema, não crie caso na empresa se você conseguir suportar a situação. É claro que não funciona se a pessoa que você não gosta é seu chefe.

Por Tom Vitor de Freitas


Ser carismático é excelente para a vida pessoal e profissional. Algumas características podem ser verificadas para saber o seu grau de carisma.

Existem pessoas que conseguem te cativar assim que entram em um ambiente, seja por uma atitude, um trejeito ou até mesmo um simples sorriso. Ser carismático é uma ferramenta excelente para a vida e muito melhor quando bem usada no mercado de trabalho. Mas como saber se eu sou carismático no meu trabalho? Separamos aqui algumas características de pessoas carismáticas, veja se você se encaixa!

– Relacionamentos interpessoais:

Ser simpático e agradável é essencial, quem sabe se relacionar bem com todos no trabalho é, com certeza, carismático. Não criar inimizades ou intrigas por bobagens é algo que todos reconhecem, isso te ajuda não só a ser mais carismático e ao mesmo tempo evita possíveis estresses.

– Comunicação:

A pessoa que sabe o que está falando e não tem medo ou vergonha quando tem a palavra é admirada por todos, ter firmeza na voz e convicção de suas ideias é essencial para passar segurança e confiança para todos na empresa. Assim, além de cativar quem está ao seu redor, você é admirado também pelos seus superiores, que com certeza também vão te achar uma pessoa carismática.

– Vida pessoal x Vida no trabalho:

Saber separar essas duas coisas é essencial, mas quem sabe lidar com os dois ao mesmo tempo com certeza tem alguns pontos a mais no quesito carisma. Conversar sobre sua família ou algo de sua vida pessoal no trabalho pode ser agradável e mostrar que você é uma pessoa aberta e feliz, claro que tudo isso com sutileza, como só uma pessoa carismática pode fazer.

– Bom humor:

Mais do que agradável, o bom humor é necessário para você manter uma rotina sem grandes problemas e sem muito estresse. Ninguém se sente bem com pessoas estressadas e rancorosas por perto e seu humor pode afetar as pessoas a sua volta e fazer também com que você se sinta melhor no seu dia a dia. O bom humor é uma das características mais fortes de pessoas carismáticas.

E aí, se identificou?

Por Tom Vitor de Freitas


Dependendo do perfil do profissional e das normas da empresa, ouvir música no trabalho pode melhorar o rendimento diário.

Vivemos na era digital, onde toda informação é de muito fácil acesso no dia a dia muito corrido, nessas condições temos uma nova geração muito mais ligada e mais ativa, para muitos fazer duas coisas ao mesmo tempo não é nenhum problema. Quando o assunto é ambiente de trabalho, entra em pauta uma questão, ouvir música enquanto se trabalha melhora ou piora a produtividade?

Existem muitas opiniões sobre o assunto, mas um estudo realizado pela Universidade de Miami (EUA) em 2012 diz que a música pode melhorar sim seu rendimento na empresa. Os fatores são diversos, mas sempre estão envolvidos com o psicológico do funcionário, já que ouvir música pode melhorar o humor e ser uma forma de terapia dentro do trabalho.

No geral, a música ajuda a relaxar quem a ouve, o estudo diz que quando seu humor está mais positivo, você pode analisar melhor suas opções na hora de tomar alguma decisão importante. Em outras situações a música também pode ajudar, por exemplo, quando um funcionário está com problemas em sua vida pessoal, a música pode o ajudar a relaxar e evitar um possível estresse no ambiente profissional.

O estudo ainda diz que o resultado varia de acordo com a experiência de cada funcionário, no geral, os mais novatos acabam se distraindo com as músicas, por se lembrarem de algum momento divertido ou importante de suas vidas, enquanto nos mais experientes, ela parece não fazer muito efeito. Já nas pessoas que têm experiência moderada, a música parece aumentar a produtividade já que relaxa e melhora o humor em muitos casos.

Claro que há muitas questões sobre ouvir música no trabalho, como a política da empresa. Uma sala pode ter um rádio ligado ou um coordenador permitir que seus funcionários usem fones de ouvido, desde que a empresa também permita.

A escolha de ouvir música ou não deve ser bem pensada, faça testes com você mesmo e descubra como sua produtividade pode mudar, claro, sempre respeitando as normas de sua empresa.

Por Tom Vitor de Freitas


Para criar um objetivo profissional é preciso aliá-lo à vida pessoal. Criar metas e saber como atingi-las é um grande começo.

Todas as pessoas sempre estão em busca de atingir o sucesso. Isso vale tanto para a vida pessoal quanto no que diz respeito à vida profissional. O mais comum é que se façam planos para que os objetivos sejam atingidos. Entretanto, ter um objetivo profissional pode parecer fácil, mas não é. O motivo é bem simples de ser entendido. Como ser humano, a área pessoal e profissional estão intimamente ligadas. Em outras palavras quer dizer que se uma vai bem a outra tenderá a ir. O ponto crucial é: ter objetivos, metas profissionais não é o suficiente. Abaixo listamos algumas considerações que podem apontar o caminho, o primeiro passo.

– Tenho um objetivo profissional, mas como chegar ao sucesso?

O objetivo por si só não é o suficiente. É preciso, inicialmente, criar metas tanto pessoais quanto profissionais. Essas metas precisam apontar para um caminho: o desenvolvimento pessoal e profissional. O primeiro passo é saber o que precisa ser atingido e se isso trará satisfação em todas as linhas. Por fim, acredite em si mesmo.

– Alcance o sucesso e não a sorte.

Ter sucesso pessoal e profissional não significa a mesma coisa que ter sorte. A pessoa que conseguiu atingir seu objetivo profissional (ou pessoal) geralmente chegou lá por que se entregou à dedicação. E o mais importante, foi disciplinado o suficiente para colocar em prática tudo o que foi planejado.

– Como atingir o objetivo.

Para se chegar a um objetivo traçado a pessoa precisa ter muito mais do que confiança em si mesmo e dedicação. Em muitos casos esses pontos apenas transformam a pessoa em um bom profissional e não a levam a chegar ao ponto final. Profissionalmente falando a pessoa precisa ter metas, mas que seja possível tornar as mesmas em algo real. É preciso ter bom senso para isso. Para atingir um objetivo a cabeça precisa pensar e não estar “nas nuvens”. Um aspecto que reforça esse ponto é o fato de que metas quase que impossíveis de serem cumpridas geralmente vão trazer para o profissional desmotivação e frustração uma vez que a cada dia que passa parece ser mais difícil alcançá-las.

– Conecte o pessoal ao profissional.

Abrimos esse artigo citando o fato de que o pessoal influencia o profissional e vice-versa. Por isso mesmo, ao se estabelecer objetivos, é preciso considerar esses dois lados. Vejamos da seguinte forma: Um objetivo profissional que consequentemente refletirá em algo positivo na vida pessoal manterá a pessoa mais motivada para atingi-lo. Isso pelo simples fato de que a pessoa vai estar trabalhando em duas frentes diferentes ao mesmo tempo.

Boa sorte e que essas dicas possam ajudar a você a criar, planejar e atingir seus objetivos.

Por Denisson Soares


Alguns passos podem melhorar o desempenho da equipe no trabalho. A avaliação de desempenho é essencial para a empresa e para o funcionário.

O bom funcionamento de uma empresa está, geralmente, intimamente ligado ao bom desempenho das equipes de profissionais que constituem o corpo da mesma. Por isso mesmo temos percebido que nos dias atuais o desempenho dos profissionais e consequentemente das equipes como um todo tem sido cada vez mais trabalhados pelas empresas. Isso se deve principalmente a dois pontos: a avaliação de desempenho é boa para a empresa e boa para o funcionário. Como isso, chegamos a um ponto chave: caso a equipe de profissionais não esteja tão boa, o que fazer para se obter um alto desempenho da mesma?

Para responder essa pergunta é preciso compreender que para realizar uma mudança é preciso passar por várias etapas. Cada organização tem características específicas, entretanto, existem pontos que são comuns a grande maioria. Abaixo selecionamos algumas etapas e sugestões usadas por grandes organizações para melhorar o desempenho de suas equipes. Confira:

– Para aumentar é preciso avaliar.

Muitos líderes e gestores pretendem aumentar o desempenho de suas equipes tentando uma infinidade de coisas diferentes. Em poucas palavras isso é um erro clássico. Imagine a equipe de profissionais como um paciente. O primeiro passo que o médico irá proceder são aos exames para que seja possível diagnosticar corretamente a doença. Do mesmo jeito precisa ser feito com a equipe, é preciso analisá-la a fundo nos mais variados aspectos até que seja identificado o que ou quem está causando danos. Assim, corrigir o problema será um tiro certo e não uma “roleta russa”.

– Qualificação contínua.

Não basta ter uma boa equipe e não manter a mesma sempre atualizada. A melhor dica aqui e que todos sejam motivados a participarem de algo (cursos, palestras, seminários e etc) que possa agregar valor ao próprio profissional e por consequência levar mais conhecimento e qualidade para o trabalho da equipe.

– Ajuste o perfil de cada profissional.

Muitas vezes o problema nem sempre é a equipe e sim quem a montou. Isso quer dizer que por uma falta de avaliação um determinado profissional acaba sendo obrigado a compor uma equipe e fazer um trabalho no qual é mais ou menos bom. Isso deve ser completamente combatido. O mais recomendado é que o profissional fique onde possa contribuir com toda sua potencialidade. O gestor por sua vez, antes montar uma equipe pode e deve avaliar cada membro e identificar se cada um deveria mesmo compor o grupo.

Esses simples pontos podem contribuir para um bom aumento no desempenho das equipes. Como consequência os possíveis problemas que surgirem poderão ser mais facilmente resolvidos, as necessidades essenciais da equipe também. Por fim, será mais fácil e produtivo trabalhar com uma equipe que está em perfeita sintonia.

Por Denisson Soares


Algumas atitudes e comportamentos são vistos como diferenciais pelas empresas e podem ajudar os funcionários a se destacarem no ambiente de trabalho.

O cenário do mercado de trabalho atual é vasto, possui uma grande gama de profissionais preparados e capacitados para exercer suas funções profissionais, sendo que a cada processo seletivo realizado, os gestores de recursos humanos percebem essa grande variedade de profissionais.

Mas em relação a isso, algumas atitudes e comportamentos são considerados diferenciais para quem deseja se destacar numa empresa, então confira quais são essas atitudes e comportamentos:

– Um comportamento proativo é muito observado:

Sabe aquele profissional que não espera opinião do chefe para resolver uma situação problemática, e que ao conversar sobre um problema apresenta mais soluções do que reclamações, esse é um profissional proativo e que hoje em dia é muito procurado pelas empresas, então sempre tenha iniciativa, quando estiver numa empresa, tente resolver o problema antes de classificá-lo sem solução.

– Uma atitude empreendedora é um diferencial:

Pode soar estranho mais ter uma atitude empreendedora é fundamental nos dias de hoje, mesmo para um profissional que trabalhe numa empresa. Ser empreendedor é ser um profissional inovador, e ser inovador é trazer novas ideias ao trabalho, trazer um jeito todo particular de trabalhar e que facilite a execução do trabalho, então quando começar a trabalhar tente colocar a sua forma de trabalhar e que essa forma facilite o seu trabalho e de seus colegas de trabalho.

– Ser comunicativo e ter uma boa escrita:

Hoje a comunicação é importantíssima para o sucesso e para o crescimento de qualquer empresa, ter uma boa escrita também faz parte do trabalho de qualquer profissional, enviar e-mails, relatórios e requisições de materiais são verdadeiras ferramentas de trabalho. Então procure ser mais comunicativo com seus colegas de trabalho e procure ler mais, pois a leitura auxilia para ser ter uma melhor escrita.

– Um funcionário bem humorado contagia os outros colegas de trabalho:

Por mais incrível que pareça, o humor faz parte do dia a dia dos profissionais dentro de uma empresa, arrancar risadas de colegas faz com que o trabalho seja mais suave e as obrigações sejam mais “leves”, então procure ter um bom relacionamento com seus colegas e tenha sempre um comportamento bem humorado.

Enfim, essas são atitudes e comportamentos fundamentais e que são muito observados dentro das empresas, além de pontualidade e assiduidade.

Por Rodrigo da Silva Monteiro


Algumas dicas podem ser seguidas para que a reunião seja eficiente e produtiva.

Saber como conduzir uma reunião de trabalho de forma eficiente é um dos pontos fundamentais que contribuem para o benefício de uma equipe e da empresa como um todo. Reuniões eficazes trazem resultados e facilitam o caminho para se chegar às metas estabelecidas. Se você está em uma situação onde precisa de um ajuda para saber como conduzir melhor uma reunião (como líder ou para apresentação de um projeto e etc) selecionamos algumas dicas e sugestões que diversas empresas usam para tornar esse aspecto mais produtivo. Confira:

– Defina os principais pontos e estabeleça uma programação:

Tão importante quanto a reunião em si é saber o que se vai fazer nela. Por isso, é fundamental para uma reunião eficiente ter um planejamento. Anotar os pontos principais que serão tratados e fazer uma espécie de programação é muito indicado. Para auxiliar ainda mais neste ponto, passe para cada participante uma cópia da programação prevista para a reunião. Assim cada um poderá se preparar antes da reunião. Vale destacar que é importante tomar cuidado com a quantidade tópicos. Não é nada agradável uma reunião que deixa as pessoas cansativas ou ainda aquele tipo em que sempre fica algo faltando para ser tratado devido ao tempo que não comportou tantos assuntos.

– Faça a reunião seguindo a programação:

O planejamento com os tópicos para a reunião feito anteriormente não é por acaso. Ele serve para dar uma linha de direção. Por isso, ao realizar a reunião o ideal é seguir o que foi previsto no cronograma para não perder tempo com coisas que não eram para ser tratadas naquele momento. Isso ajuda a manter o foco de todos os presentes.

– Respeite o horário:

Marcar a hora de início e término da reunião é importante. Porém, isso de nada adianta se aquele que vai fazer a reunião não respeita isso. Começar na hora marcada e terminar na hora prevista é algo que deve ser respeitado, ainda mais se a pessoa quer se manter sólido em seu papel de líder.

– Motive a participação de todos:

Esse é um ponto chave para que as reuniões possam ser muito proveitosas. Alguns profissionais podem ficar tímidos e inibidos na frente dos seus chefes, é algo meio natural. Por isso, aqueles devem deixar o ambiente mais propício além de questionarem, pedirem a opinião dos participantes para motivá-los a serem mais integrados na equipe e na empresa.

Por Denisson Soares


Levar trabalho para casa é um mau negócio quando o trabalho atrapalha sua vida pessoal. Por outro lado, se isso não influenciar em seu dia a dia com a família e houver organização, pode ser um bom negócio.

Levar ou não levar trabalho para casamuitas vezes gera polêmica. A maioria das pessoas já faz cara feia só de pensar na possibilidade disso acontecer. Por outro lado existem aqueles profissionais (e estão aumentando) que acreditam que levar trabalho para casa é mais um exemplo de competência, comprometimento e que isso aumenta sua produtividade. Mas vamos transformar nosso assunto principal em uma pergunta: “Levar trabalho para casa faz mal?”. A resposta seria simplesmente “depende”. Pelo bem da verdade isso é algo bem mais pessoal para os profissionais do que se imagina.

Para entender melhor essa questão, primeiramente precisa-se compreender que cada pessoa tem um estilo de vida diferente da outra. E tão diferente quanto o estilo é também o perfil profissional.

Alguns tipos de funções permitem que o profissional leve seu trabalho para casa sem que para isso ele tenha que abrir mão dos finais de semana, dos feriados, dos momentos com a família, do lazer e daí em diante.

Olhando por esse ângulo o trabalho levado para casa não o atrapalha em sua vida cotidiana.

Agora vejamos a situação de um profissional que leva o trabalho para casa e perde tudo aquilo citado anteriormente. Aí sim é um problema. Como bem se sabe todo mundo precisa descansar e tirar o pé do acelerador de vez em quando. Ainda nessa linha de pensamento vale chamar a atenção para um aspecto onde muita gente se engana: a produtividade. Isso mesmo, à primeira vista fazer mais trabalho em casa é sinônimo de produtividade. Pode até funcionar no início, entretanto, um dia a “bateria” do profissional se esgota.

Apenas para ampliar o campo de análise de nossos leitores vejamos um estudo realizado pela Universidade de Baylor, no Texas. O estudo já tem algum tempo, mas as considerações é que importam. De acordo com o mesmo algumas coisas chatas do trabalho como o estresse não prejudicam apenas o profissional no ambiente onde atua. Esses problemas muitas vezes se estendem até sua casa. Agora imagine a situação desse profissional estressado com o trabalho, com problemas em casa e mais trabalho extra para fazer. O resultado é catastrófico em todos os sentidos.

Concluindo, em tudo na vida o que vale é o bom senso. Se o profissional leva trabalho para casa e sabe que não vai atrapalhar seu relacionamento, suas atividades, sua saúde e os momentos “apenas seus” não há problema. Agora se o desgaste físico e psicológico só aumenta é melhor repensar a questão.

Por Denisson Soares


Basta saber lidar com a situação para que o relacionamento amoroso não atrapalhe sua vida profissional.

Apesar de todos os avisos a respeito e todos os cuidados tomados o fato de um relacionamento amoroso ter início no trabalho é mais comum do que se costuma imaginar. Na realidade isso é algo mais do que esperado ainda mais quando consideramos que muitos profissionais passam mais de oito horas juntos por dia. E juntamente com que essas questões uma pergunta fundamental acaba aparecendo: será que o relacionamento amoroso atrapalha o trabalho? Bom, a resposta para a pergunta é sim e não. Vamos entender o motivo.

Em poucas palavras, e de acordo com muitos especialistas em comportamento, é a falta de bom senso que atrapalha o trabalho e não o relacionamento amoroso em si. Alguns casais se comportam diante dos colegas como se estivem em suas casas. Saber o que pode ou não ser feito já é um bom começo uma vez que se tenha um relacionamento no trabalho.

Um ponto muito importante que o indivíduo como profissional precisa observar é a cultura da empresa. De uma para outra esse aspecto pode variar. Algumas organizações não notam problema algum que seus funcionários tenham um relacionamento amoroso deixando essa parte para o bom senso do casal. Outras já são mais rigorosas e proíbem fortemente a ideia. Neste último caso a atenção precisa ser bem maior. O profissional que desrespeita a regra da companhia claramente está demonstrando uma falta de consideração. E isso não é nada bom para a pessoa como profissional.

Mas vamos nos deter no fato de que existe um relacionamento amoroso. Então, o que fazer para que ele não atrapalhe o trabalho?

Algumas dicas simples podem resolver esse problema. Vejamos algumas sugestões:

Discrição:

O casal pode ter um bom relacionamento entre eles mesmos e com os colegas de trabalho. Porém, é bom lembrar que estão em uma empresa. Então deixe os beijos, as juras de amor e até as discussões de relacionamento para depois do expediente.

Continue participante:

Muitos profissionais tendem a se isolar de outros colegas e passam a ficar quase que sempre ao lado do companheiro. Isso é péssimo. A falta de comunicação, de relacionamento (desta vez de trabalho) pode prejudicar muito o andamento da equipe. Caso isso aconteça esse casal será apontado como o principal motivo. E isso ninguém quer. Por isso, é muito importante manter tudo normal com os colegas.

Esqueça os canais da empresa:

Aqui entra aqueles que não pensam muito sobre o que fazem. Imagine uma declaração de amor em uma rede social exclusiva da empresa. Nem o parceiro, os colegas e a empresa precisam de uma situação dessas.

Assuma:

As fofocas sempre aparecem no ambiente de trabalho. Imagine o prato cheio quando o profissional oferece mais de um motivo para isso. Caso comece um relacionamento ou até mesmo se a relação já dura um tempo a melhor opção a deixar que todo mundo saiba. Com isso, os burburinhos na hora do café vão ter que procurar outro motivo.

Como percebemos um relacionamento amoroso não atrapalha no trabalho se o casal souber lidar com a situação. Respeitar os colegas, as regras de conduta da empresa e ter um mínimo de bom senso, pode evitar constrangimentos e diversos outros problemas.

Por Denisson Soares


Trabalhar muito não significa que o profissional irá produzir com qualidade. Com isso, além de problemas psicológicos, a saúde também pode ser afetada.

O mercado de trabalho fica a cada dia que passa mais complicado para os profissionais. Com uma concorrência acirrada a saída é mostrar que eles (os profissionais) estão mesmo aptos a realizarem as tarefas quase sem fim do dia a dia. É exatamente nesse ponto que vamos encontrar um aspecto interessante e muitas vezes desconsiderado: trabalhar muito não significa que o profissional irá produzir com qualidade. Nessa mesma linha de pensamento também é preciso considerar que trabalhar muito pode ser prejudicial para a carreira.

Como saber se está sendo prejudicado? Basta ficar atento aos sinais do dia a dia. Pessoas que têm aumento significativo de suas tarefas, que ficam estressadas com o trabalho ou pior, pensam nele 24 horas por dia, podem estar sofrendo com as consequências de um excesso mesmo que ele seja por um bom motivo.

De acordo com o médico Marcelo Dractu, que é especialista em Medicina Comportamental em comentários feitos sobre o tema para um site especializado no setor, é fundamental para um bom funcionamento de uma equipe que o profissional se identifique e goste do que está fazendo. Cumprir as metas estabelecidas também entra nessa linha de atuação. Porém, segundo Dractu, o problema pode começar quando o profissional começa a agir como um “workaholic”. Esse simples fato pode prejudicar não apenas o profissional, mas também a equipe. Ele chama a atenção para um ponto bem interessante: Quando a pessoa vira um “workaholic” a ideia que se tem desse profissional é que ele será mais produtivo e capaz porque trabalha muito, às vezes é até valorizado por isso. Em contrapartida, é desconsiderado o fato que apontamos anteriormente: a queda da qualidade do serviço.

Apenas por esses breves comentários pode-se perceber que trabalhar muito pode ser prejudicial para a carreira em muitos casos. 

O que pode piorar com tudo isso?

Segundo o médico, além do fato de que nem sempre quem trabalha demais atinge seus objetivos, o que acaba frustrando o profissional ainda tem o lado relacionado à saúde. Doenças e diversos problemas orgânicos podem surgir. O excesso de trabalho afeta diretamente até mesmo a forma como o profissional encara o lazer, achando que este tempo livre é uma perda que está tendo e não uma oportunidade para recuperar as energias físicas e mentais.

O médico sugere que pessoas que apresentam problemas vindos desse excesso de trabalho devem procurar uma ajuda clínica e conforme o caso até o aconselhamento profissional. Ele ainda destaca que nem sempre a pessoa vê que está doente, comendo mal ou quase não dormindo. Então é preciso prestar atenção no que os colegas andam dizendo. Nem sempre é inveja, às vezes o profissional está tão mal é que impossível não perceber.

Por Denisson Soares


É necessário saber inovar para se destacar em um mercado de trabalho competitivo. Para isso, é possível seguir algumas dicas.

O mercado está mudando e as Organizações precisam acompanhar as novas demandas e tendências, para não correr o risco de ficarem estagnadas. Por que não tornar uma empresa inovadora? Além de representar uma decisão estratégica, isso pode contribuir de forma positiva para o crescimento da Companhia. Mas, como inovar neste mercado tão competitivo?

– Adapte-se ao ambiente novo!

Caso a empresa queira realmente mudar, é preciso incorporar esse conceito dentro da Organização. Ou seja, a inovação precisa estar vinculada à nova cultura da empresa e a vontade de mudar precisa estar nos processos, nas pessoas e todos que fazem parte do dia a dia da empresa. Desta forma, é preciso que o novo ambiente seja criado e estimulado, para que a inovação possa acontecer.

– A importância de saber recrutar

Além de inovar dentro do ambiente empresarial, a Organização precisa saber contratar as pessoas certas para fazer parte da nova cultura da empresa. Desta forma, elas precisam encontrar os novos profissionais, que tenham perfil de acordo com a empresa. Ou seja, é necessário encontrar os novos colaboradores, que vão liderar os novos projetos, traçar diretrizes e novas metas, ou seja, acompanhar o dia a dia da empresa.

– Como a empresa está nas redes sociais?

As redes sociais são um dos melhores locais para estabelecer relações com os clientes. Que tal inovar? Aproveite o alcance delas para estabelecer novos contatos, fazer novos eventos para a empresa e divulgar a sua marca. Outra dica é estabelecer discussões sobre temas, que estão ligados aos produtos. Desta forma, use a criatividade para inovar na Companhia e alcançar novos desafios e metas.

– Surpreenda as pessoas

Já pensou em superar a expectativa dos seus clientes? Procure surpreender as pessoas com qualidade, produtividade e credibilidade. Desta forma, a sua empresa estará vinculada a coisas positivas. É preciso mudar e sair do tradicional. Estabelecer novas metas e desafios, por isso, não tenha medo de arriscar, para conseguir novas vitórias. 

Por Babi


Timidez não é uma característica negativa, apenas precisa ser trabalhada para que não traga problemas à carreira profissional.

Em um mercado competitivo onde poucos se destacam ao mostrar sua  habilidades e  determinação no trabalho, encontramos  vários perfis de pessoas. Pessoas habilidosas, desinibidas, ágeis, prestativas e também as tímidas.

Os sintomas são acompanhados por mãos geladas, tremores, frio na  barriga, gagueira e até mesmo aquele branco na memória. Esses são os sintomas  da timidez que  se  manifestam em algumas ocasiões.

Pessoas tímidas podem sofrer muito em seus ambientes de  trabalho, pois  ficam constrangidas facilmente, estão sempre quietas querendo não ser notadas e, muitas vezes, não se relacionam muito bem com as outras pessoas.

Não se trata de  uma característica negativa de uma pessoa, a não ser quando  se trata de  uma  insegurança profissional, fazendo com que isso atrapalhe a sua  vida dentro e fora do emprego.

De acordo com psicólogos, a timidez tem como característica a insegurança e a  falta de  habilidade  de  se relacionar com as pessoas.

Pois uma pessoa  tímida tem de ficar mais  reservada nas  suas  opiniões e em seus afazeres. Mas também em alguns pontos essa pessoa pode se destacar por ser mais observadora  e entender com mais eficácia o ambiente de trabalho.

Os psicólogos dão algumas dicas para que os tímidos possam superar esse problema.

Quebrar a  rotina é uma delas. Trocar  o lugar  de almoço ao invés de  almoçar  sempre no mesmo lugar é um bom começo.

Cultivar relacionamentos e fazer novas  amizades, participar mais dos eventos realizados pela empresa ou pelos colegas de  trabalho, fará com que se relacione melhor.

Manter a  calma diante de uma  conversa com seu superior no emprego, e  ser  mais autoconfiante nas  suas  funções poderá ajudar no ambiente de trabalho.

Caso isso não seja o suficiente, a  procura por um profissional como um psicólogo poderá ajudar muito, até mesmo um curso de  oratória fará com que se  sinta  melhor em meio às pessoas tanto no  convívio social como no profissional.

Por André Escobar


Cada vez mais, jovens estão conquistando cargos de liderança e para algumas pessoas é importante saber lidar com a diferença de idade para manter uma boa relação no ambiente de trabalho.

O mercado corporativo muda constantemente e cada vez mais vemos pessoas jovens assumindo cargos de importância, seja por suas múltiplas habilidades linguísticas, boa formação ou até mesmo indicação, o fato é que temos que aprender a lidar e ter uma boa relação com o chefe mesmo quando ele é mais novo que você.

Alguns fatores sociais entram nessa questão, você provavelmente não está acostumado a ser subordinado de pessoas mais jovens e isso pode ser prejudicial na hora de encarar uma situação dessas. Na nossa mente, os mais velhos é que deveriam “mandar” nos mais jovens até conseguir experiência suficiente para estar lá.

– Desconstrua preconceitos:

Essa parte é a mais importante para ter uma boa relação com chefes mais novos, ele está naquela posição porque de alguma forma mereceu estar lá, então tenha respeito e entenda seu posicionamento. Colocar na sua cabeça que a idade não interfere tanto nesses fatores é muito importante, acabe com qualquer tipo de preconceito que tiver.

– Mantenha um diálogo sincero:

Um dos maiores problemas de ter um chefe mais novo é a forma de como cabeças de duas gerações diferentes pensam. As novas gerações costumam ser mais aceleradas e agitadas, enquanto os mais velhos costumam fazer as coisas com um pouco mais de calma. Não tem como dizer qual é a melhor opção, o ideal é que, se você estiver com esse tipo de problema, converse com seu chefe e diga o que pensa, sem medo. Isso vai abrir um diálogo para ele poder entender melhor como funciona sua cabeça, essa dica vale também para quem tem chefes muito mais velhos.

– Tente ser flexível:

Conseguir se adaptar a rotina de um chefe diferente é um desafio e ser flexível ajuda muito nessa questão. A maioria das pessoas, principalmente as acostumadas com chefes anteriores não conseguem se adaptar a uma nova rotina e um novo ritmo, fazer isso bem é essencial para sua relação com ele.

Não importa qual seja a situação, tente sempre dar o melhor de você na sua função. Se conseguir manter uma boa relação com seu chefe, é provável que a qualidade da sua vida profissional aumentará e, consequentemente, da sua vida pessoal também.

Por Tom Vitor de Freitas


Seguindo alguns passos é possível voltar mais rapidamente ao mercado de trabalho.

Em tempos de crise econômica muitos profissionais, infelizmente, encontram-se fora do mercado de trabalho, por demissões sem justa causa, e de forma inesperada, mas se você está nessa situação, saiba o que fazer para voltar o mais rápido possível para o mercado de trabalho?

Confira algumas dicas para conseguir uma nova inserção no mercado de trabalho:

– Procure atualizar os seus contatos:

Nessa fase profissional ter bons contatos profissionais é muito importante para se conseguir uma rápida inserção no mercado de trabalho. Atualmente a internet é uma ferramenta fundamental para que se haja uma aproximação de profissionais, pois existem redes sociais voltadas somente para contato de profissionais, então se você não conhece nenhuma rede social, faça uma pesquisa e se cadastre em uma o mais rápido possível.

– Aproveite para melhorar seu currículo através de cursos:

Aproveite esse tempo que você está sem trabalhar para fazer cursos complementares, saiba que hoje em dia existem muitos cursos voltados para profissionais que estão fora do mercado de trabalho, sendo que esses cursos são inteiramente gratuitos e ainda oferecem auxílios transporte e alimentação como forma de incentivo e de ajuda para o profissional.

– Cadastre-se em sites de empregos na internet:

Hoje em dia a principal forma de contratação de profissionais é através de agências de emprego, sendo que essas agências nem ao menos recolhem currículos caso você deseje entregar algum para alguma atendente na própria agência, certamente ela pedirá que você faça um cadastro no site da agência e confira as vagas para efetuar candidatura, então não perca tempo indo até a agência ou entregando um currículo na portaria de uma empresa, hoje em dia tudo é na internet.

– Não tenha medo de arranjar um emprego com uma remuneração menor:

Às vezes muitos profissionais demoram para voltar ao mercado de trabalho porque desejam ganhar a mesma remuneração ou uma remuneração maior do que aquela que recebiam no emprego anterior, então se você quer uma rápida inserção, aceite um emprego com uma remuneração menor, pois às vezes, em pouco tempo, a empresa pode reconhecer o seu esforço e te dar uma oportunidade melhor, seja em forma de aumento salarial ou em forma de mudança de função.

Enfim, essas foram as dicas, então não se desespere, fique calmo e elabore suas estratégias, você verá que em pouco tempo você estará empregado novamente.

Por Rodrigo da Silva Monteiro


É essencial ser criativo e fugir de respostas padrões para ter sucesso em uma entrevista de emprego.

A entrevista é um momento de extrema importância que antecede a conquista de uma vaga de emprego que almeja, por isso, é fundamental saber o que falar sobre você no momento de seleção, e acredite isso pode não ser tão fácil como imagina.  

Muitos entrevistadores já conseguem ter muitas informações de um candidato assim que ele entra no ambiente de seleção. Por exemplo, se a pessoa não é de falar muito ou não faz perguntas, ele logo será considerado como tímido.

Em outros casos, os participantes que tomam a iniciativa podem ser considerados com o perfil de liderança, que é a característica mais procurada para vagas de diversos departamentos.  Um bom profissional precisa pensar e treinar para se sair bem nas próximas entrevistas que for convocado, e para conseguir esse resultado é preciso se autoconhecer.

As principais perguntas de uma entrevista de trabalho são:

Quais são as suas qualidades e seus pontos fracos?  E o que você tem feito para superar seus defeitos? Através dessas questões é possível passar ou reprovar um participante.

Para responder é necessário não usar a falsa modéstia, pois existem aqueles que chegam relatar não ter nenhum tipo de defeito. Essa é uma grande mentira, pois todo ser humano tem algo que deve ser melhorado. Esteja atento a esse detalhe.

Você deve conhecer quais são essas características negativas muito bem, reconhecendo que são falhas que podem ser melhoradas. Na sequência de uma pergunta como essa, é preciso falar com bastante ênfase quais são suas qualidades, e o que poderá fazer, caso seja contratado (a), para ajudar na melhoria da empresa.

O candidato ainda deve fugir de respostas que são padrões, ou seja, aquelas que todos os candidatos acabam aprendendo através da internet, ou que são citadas com frequência em processos seletivos. Aqueles que possuem maior jogo de cintura e forem diferenciados serão os aprovados.

Fale também com quem mora, quais são seus hobbies, o que gosta de fazer no tempo livre, quais foram as experiências anteriores, se teve algum tipo de promoção, entre coisas relacionadas.

Por Yasmin Fernandes Robles


Saber se comunicar no trabalho é imprescindível para uma boa relação entre a equipe e para obter resultados positivos para a empresa.

Saber se comunicar bem não é importante apenas no que diz respeito à vida pessoal. Muito mais do que se pensa, saber se comunicar no ambiente de trabalho tem se tornado a cada dia algo mais fundamental ainda.

Uma observação interessante que deve ser feita é que aqueles profissionais que querem subir na carreira precisam ter mais atenção ainda com isso. O motivo é bem simples: quando o nível hierárquico sobe o que ocorre geralmente é que o profissional que ocupar o cargo irá precisar cada vez menos de conhecimentos técnicos e mais de comunicação.

Veja bem, alguém em um cargo estratégico em uma empresa inevitavelmente terá que participar da apresentação de projetos, negociações e reuniões dentre tantas outras situações. A última coisa que esse profissional vai querer é que existam falhas de comunicação.

Abaixo listamos alguns pontos importantes para quem deseja ter uma boa comunicação no ambiente de trabalho. Confira:

– Veja com os olhos do outro:

Um dos maiores problemas entre profissionais reside principalmente no fato de que um dificilmente tenta ver sob o ponto de vista do colega. No lugar de observar e tentar entender o porquê do colega querer daquele jeito a pessoa fica como uma muralha e não “mexe” de maneira alguma em seu ponto de vista. Em muitos casos nem é preciso abrir mão de muita coisa. Imagine um projeto. Muitas vezes a visão do outro pode trazer ainda mais valor do que se feito apenas sob um prisma.

– Cuidado com as palavras:

É tão óbvio isso. Entretanto, vale fazer uma observação: em qualquer empresa alguém sempre conhece um sujeito que subiu de cargo e mudou sua forma de agir. É bom lembrar que antes de sermos profissionais, somos humanos. De fato um cargo mais importante requer do profissional mais atenção e muitas vezes, pode até estressá-lo mais ainda do que a antiga função. Mesmo assim, a pessoa que ocupa esse cargo geralmente o procurou, trabalhou para conquistá-lo. Por isso, manter um bom relacionamento com todos através de uma boa comunicação é imprescindível para se manter no posto com sucesso.

– Prepare-se:

Às vezes existe um determinado projeto, por exemplo, e o profissional precisa apresentá-lo para um grupo de pessoas. O resultado geralmente é horrível se a pessoa não tem experiência. Por isso o fator “preparação” é de extrema importância. Busque conhecer bem o assunto ou como tornar a reunião mais agradável, por exemplo.

Existem diversos outros pontos a serem considerados. Entretanto, é importante destacar que “cada um é cada um”. O que serve para um profissional pode não servir para o seu colega. Daí ser fundamental conhecer o próprio perfil profissional a fundo.

Por Denisson Soares


Quando algum colega de trabalho tenta puxar o seu tapete o ideal é ficar atento e evitar ser prejudicado seguindo algumas dicas.

Infelizmente, muitas são as pessoas que tentam puxar o tapete de colegas no trabalho, seja para conseguir sua autopromoção ou por simples inveja, por isso, é sempre bom estar atento e evitar com que seja prejudicado.

Empresas que possuem metas, vendas, ou pressão para conseguir bons resultados, são os locais onde isso mais acontece. A pessoa quando é invejosa, acredita que você pode estar se destacando mais do que ela, começa a fazer coisas para diminuir seu ritmo.

Por esse motivo, indicamos que conheça agora quais são as principais dicas de como agir quando tentam puxar seu tapete no trabalho.

– Evite falar de seus projetos:

Essa pode até parecer uma tarefa difícil, porém, se não tiver esse tipo de cautela, alguém pode roubar a sua ideia e apresentá-la ao seu chefe antes mesmo que você.  O ideal é falar apenas com o responsável pelo pedido do serviço, seja seu chefe ou gerente, e se possível utilize os meios de comunicação pessoal, como o e-mail.

– Não reclame:

Se alguém esta tentando te prejudicar e até também fala mal de você para outras pessoas da empresa, saiba que isso não deve ser relatado ao seu chefe, pois essa atitude poderá ser vista como imatura.

– Te excluíram de um projeto:

Se isso acontecer, o ideal é procurar o responsável e perguntar exatamente o que está acontecendo. Sem brigas, com educação e de forma ética, tente descobrir o que está impedindo um bom relacionamento de trabalho com essa pessoa.

– Se passarem por cima de você ou da sua opinião:

Nesse caso, é preciso começar a questionar o colega na frente dos demais funcionários que fazem parte da equipe, com o objetivo de mostrar o seu ponto de vista e os benefícios dela, onde a maioria poderá opinar e ajudar na melhor escolha.

Evite ao máximo essa pessoa quando não for obrigado a trabalhar junto, isso vai fazer com que você tenha mais qualidade na hora de fazer suas obrigações diárias.  

Por Yasmin Fernandes Robles


Seres humanos cometem erros e isso não é diferente no trabalho. Caso cometa algum erro na empresa o melhor a fazer é assumir o erro, fazer uma avaliação do ocorrido e verificar o que pode ser feito para solucionar o problema.

Todo mundo erra, inclusive, no trabalho! Porém, quando estamos em uma empresa, os cuidados devem ser redobrados para que não haja nenhum erro, pois algumas falhas podem ser simples e facilmente corrigidas, mas há erros graves no trabalho que podem colocar em risco a vida das pessoas ou trazer um grande prejuízo financeiro à empresa. Mas, infelizmente, mesmo com todos os cuidados, as pessoas estão propícias a cometerem um erro grave no trabalho e diante disso é preciso saber o que fazer.

O primeiro passo a ser dado é assumir o erro! Jamais tente esconder o erro cometido e muito menos tente se justificar ou dizer que não teve culpa. Você errou e, claro, não foi de propósito, mas errou e precisa encarar a situação.

Faça uma avaliação do ocorrido, veja o que pode ser feito de imediato e seja o mais transparente possível. Informe o erro aos seus superiores e de forma clara, narrando o fato ocorrido e sem se preocupar demais em se justificar, posteriormente você fará isso, mas não agora.

Procure identificar o erro e veja como isso irá afetar a empresa e até mesmo os clientes. Analisando a fundo esta falha cometida, você estará se preparando para não errar novamente e ajudará outros colegas de trabalho a não cometer o mesmo erro que você.

Analisado o erro é hora de ver o que pode ser feito. Faça uma avaliação completa de tudo que pode ser feito para corrigir o problema e veja o que pode ser feito em caráter emergencial para sanar logo o problema.

Há erros de pequenas proporções e outros que afetam vários setores da empresa, clientes, funcionários, por isso é importante fazer uma análise para saber qual o tamanho do problema gerado por seu erro.

Outro detalhe importante nesta hora, é que o problema deve ser antecipado, primeiramente, aos superiores da empresa e também ao maior prejudicado, seja seu patrão, os colegas de trabalho ou clientes. É importante adiantar a estas pessoas que você já tem consciência do erro cometido, já admitiu a culpa e, principalmente, já está tomando providências para resolver o problema.

Lembre-se sempre que você será lembrado na empresa não só pelo erro, mas, principalmente, pela forma como conduziu todo o problema, suas atitudes e as soluções encontradas.

Por Russel


É possível se organizar para ter uma maior disposição no trabalho.

Ter disposição nos dias de hoje é algo cada vez mais difícil, vários fatores nos ajudam a sair do sério, como, por exemplo, congestionamento de trânsito, problemas familiares, problemas de relacionamento, enfim, parece que tudo vem de encontro em nossa mente e nos faz desanimar e ter cada vez menos disposição para trabalhar.

Então se você está sofrendo desse mal, falta de disposição para trabalhar, siga algumas dicas que te ajudarão a ter uma maior disposição no trabalho.

– Procure manter tudo organizado na sua área de trabalho:

Trabalhar num local organizado pode ser muito motivador e pode trazer muita disposição para executar suas atividades, trabalhar num local desorganizado e sujo é desmotivador para qualquer um. Então procure manter seu local de trabalho limpo e organizado para aumentar a sua disposição.

– Estabeleça metas profissionais e pessoais:

Estabelecer metas profissionais e pessoais é uma estratégia importantíssima para ser uma maior motivação no trabalho, pois através dessas metas, você terá um suporte, um alicerce que te sustentará no trabalho e também te auxiliará na motivação em alcançar as metas que você estabeleceu. Estabeleça metas a curto, médio e longo prazo, como cursar uma faculdade, comprar um carro ou construir uma casa, fixe valores e tempo para juntar esses valores, você verá que fazendo isso, você terá uma motivação bem maior para trabalhar.

– Procure ter uma boa noite de sono:

Uma boa noite de sono é algo essencial para a disposição de qualquer pessoa e em relação ao trabalho, isso é comprovado cientificamente, quem dorme bem, é um profissional mais disposto e mais preparado para enfrentar os desafios do dia a dia. Então estabeleça horários e respeite o seu organismo, a dica é dormir entre seis horas e oito horas por dia.

– Alimente-se bem e evite comidas pesadas para trabalhar:

Para trabalhar é preciso estar leve, então evite comidas pesadas que poderão te trazer algum desconforto, dê preferência a frutas e a saladas, pois estes alimentos te farão sentir mais leve e mais disposto, alimentos gordurosos e carregados de temperos e apimentados devem ser evitados.

Enfim, existem muitas outras dicas para aumentar a disposição, como ouvir música, por exemplo, pode ser uma maneira de aumentar o ânimo para trabalhar. Então, siga essas dicas e mão na massa.

Por Rodrigo da Silva Monteiro





CONTINUE NAVEGANDO: