Basta saber lidar com a situação para que o relacionamento amoroso não atrapalhe sua vida profissional.

Apesar de todos os avisos a respeito e todos os cuidados tomados o fato de um relacionamento amoroso ter início no trabalho é mais comum do que se costuma imaginar. Na realidade isso é algo mais do que esperado ainda mais quando consideramos que muitos profissionais passam mais de oito horas juntos por dia. E juntamente com que essas questões uma pergunta fundamental acaba aparecendo: será que o relacionamento amoroso atrapalha o trabalho? Bom, a resposta para a pergunta é sim e não. Vamos entender o motivo.

Em poucas palavras, e de acordo com muitos especialistas em comportamento, é a falta de bom senso que atrapalha o trabalho e não o relacionamento amoroso em si. Alguns casais se comportam diante dos colegas como se estivem em suas casas. Saber o que pode ou não ser feito já é um bom começo uma vez que se tenha um relacionamento no trabalho.

Um ponto muito importante que o indivíduo como profissional precisa observar é a cultura da empresa. De uma para outra esse aspecto pode variar. Algumas organizações não notam problema algum que seus funcionários tenham um relacionamento amoroso deixando essa parte para o bom senso do casal. Outras já são mais rigorosas e proíbem fortemente a ideia. Neste último caso a atenção precisa ser bem maior. O profissional que desrespeita a regra da companhia claramente está demonstrando uma falta de consideração. E isso não é nada bom para a pessoa como profissional.

Mas vamos nos deter no fato de que existe um relacionamento amoroso. Então, o que fazer para que ele não atrapalhe o trabalho?

Algumas dicas simples podem resolver esse problema. Vejamos algumas sugestões:

Discrição:

O casal pode ter um bom relacionamento entre eles mesmos e com os colegas de trabalho. Porém, é bom lembrar que estão em uma empresa. Então deixe os beijos, as juras de amor e até as discussões de relacionamento para depois do expediente.

Continue participante:

Muitos profissionais tendem a se isolar de outros colegas e passam a ficar quase que sempre ao lado do companheiro. Isso é péssimo. A falta de comunicação, de relacionamento (desta vez de trabalho) pode prejudicar muito o andamento da equipe. Caso isso aconteça esse casal será apontado como o principal motivo. E isso ninguém quer. Por isso, é muito importante manter tudo normal com os colegas.

Esqueça os canais da empresa:

Aqui entra aqueles que não pensam muito sobre o que fazem. Imagine uma declaração de amor em uma rede social exclusiva da empresa. Nem o parceiro, os colegas e a empresa precisam de uma situação dessas.

Assuma:

As fofocas sempre aparecem no ambiente de trabalho. Imagine o prato cheio quando o profissional oferece mais de um motivo para isso. Caso comece um relacionamento ou até mesmo se a relação já dura um tempo a melhor opção a deixar que todo mundo saiba. Com isso, os burburinhos na hora do café vão ter que procurar outro motivo.

Como percebemos um relacionamento amoroso não atrapalha no trabalho se o casal souber lidar com a situação. Respeitar os colegas, as regras de conduta da empresa e ter um mínimo de bom senso, pode evitar constrangimentos e diversos outros problemas.

Por Denisson Soares


A boa comunicação tem um papel muito importante no relacionamento entre as pessoas no ambiente de trabalho.

Apesar de não parecer tão importante a capacidade de se comunicar bem no ambiente de trabalho é uma característica dos profissionais que vem sendo cobrada cada vez mais. Isso se torna muito mais relevante se esse profissional tem como meta posições importantes e estratégicas dentro da empresa na qual trabalha.

Muitos aspectos reforçam essa tese de que se comunicar bem é sempre uma ótima saída. Vejamos alguns desses pontos como exemplo:

– Quem se comunica bem (o que inclui saber ouvir) pode conquistar mais rapidamente a confiança de um potencial cliente;

– A relação entre a capacidade de convencer o cliente (a comprar um produto ou serviço) é intimamente ligada a uma boa capacidade de se expressar;

– A explicação de ideias para terceiros se torna mais fácil;

– A defesa de um determinado ponto de vista fica mais eficiente e claro.

Como é possível perceber há varias coisas que uma boa comunicação pode proporcionar. Claro que tudo depende de onde o profissional atua. De qualquer forma listamos algumas dicas simples e objetivas seguidas (e sugeridas) por diversos profissionais. Confira:

– Cuidando da construção da imagem:

A aparência física no ambiente profissional é muito importante. Mas outros aspectos relacionados ao termo “imagem” também devem ser observados. Quem objetiva construir uma boa imagem diante das pessoas precisa contar com algumas características ”especiais”. Dentre elas podemos destacar a forma de se comunicar, a atenção dispensada e a simpatia.

Uma ótima coisa para se sair bem nesse ponto é conhecer os colegas primeiro. Saber como eles pensam e traços da personalidade de cada um pode deixar as coisas mais fáceis.

– Escute:

É simples, mas muitas vezes encontramos profissionais que estão mais preocupados em falar do que necessariamente escutar. O fato de saber calar é muito importante para quem deseja aprender. A atenção e o interesse que se deve demonstrar para com os colegas para um melhor relacionamento estão mais ligados a esse ponto do que a qualquer outro.

– Aprenda a falar:

É tão óbvio, mas sempre é conveniente lembrar. A pessoa que sabe falar bem, e isso envolve até mesmo quais as melhores palavras que devem ser usadas, tem um caminho mais aberto para um bom relacionamento no trabalho.

– Conheça a si mesmo:

Isso é algo pouco comum quando se trata desse assunto. Entretanto, deve-se considerar que há pessoas mais tímidas que outras, assim como existem aqueles que gostam de brincar e por aí vai. A capacidade de aprender a se comunicar bem está relacionada a saber como trabalhar o perfil pessoal.

Uma pessoa extremamente tímida, por exemplo, precisa encontrar técnicas que se ajustem ao seu jeito. Isso porque mudanças muito drásticas ou alterações extremas podem chegar a causar mais danos do que proporcionar soluções para diversos profissionais.

Por Denisson Soares





CONTINUE NAVEGANDO: