Vagas de Emprego na Stone – 2021

Categorias: 2021 - Empregos - Trabalho - Vagas

Empresa de tecnologia Stone tem 423 vagas de trabalho em aberto em diversas cidades brasileiras.



A Stone, fintech brasileira que entrou em operação em 2014 está com incríveis 423 vagas de trabalho em aberto para todo o território nacional. Devido ao crescimento das transações de pagamento e investimentos por meio de formatos de pagamento eletrônicos, ela tem sido uma das empresas que mais crescem no país nesse campo de prestação de serviços de transações multibandeiras com o uso de máquinas de cartões e também de processadoras de pagamentos realizados por meio de cartões de crédito, débito e voucher com segurança e infraestrutura.

A empresa atua em todo o país e mantém um patamar de crescimento sólido, oferecendo vagas para profissionais que desejam atuar em atividades da empresa como consultores externos, auxiliares de logística, motoboy, dentre outros.

Atualmente, a Stone conta com mais de seis mil profissionais atuando em nome da empresa em todas as cinco regiões brasileiras, distribuídos em 16 empresas que compõe a holding Stone Co. do Brasil, que atuam diretamente na expertise de tecnologia financeira tanto física quanto também digital.

Para conferir as vagas, basta acessar aqui: https://www.vagas.com.br/empregos/stone?page=1.



O que é uma fintech e o que ela abrange?

A tecnologia financeira (abreviada para o termo Fintech ou FinTech) é a tecnologia e inovação que visa competir com os métodos financeiros tradicionais na entrega de serviços financeiros. Em linhas gerais, ela é uma indústria emergente que usa tecnologia para melhorar as atividades financeiras. O uso de smartphones para serviços bancários móveis, investimentos, empréstimos e criptomoedas são exemplos de tecnologias que visam tornar os serviços financeiros mais acessíveis ao público em geral. As empresas de tecnologia financeira consistem tanto em startups quanto em instituições financeiras estabelecidas e empresas de tecnologia que tentam substituir ou aprimorar o uso de serviços financeiros fornecidos por empresas financeiras existentes. Na negociação nos mercados de capitais, plataformas de negociação eletrônica inovadoras facilitam as negociações on-line e em tempo real. As redes de negociação social permitem que os investidores observem o comportamento de negociação de seus pares e traders especializados, e sigam suas estratégias de investimento em câmbio de moeda e mercados de capitais. As empresas Fintech usam uma variedade de tecnologias, incluindo inteligência artificial (AI), big data, automação de processos robóticos (RPA) e blockchain. Os algoritmos de IA podem fornecer informações sobre os hábitos de consumo dos clientes, permitindo que as instituições financeiras entendam melhor seus clientes. Os chatbots são outra ferramenta baseada em IA que os bancos estão começando a usar para ajudar no atendimento ao cliente. O big data pode prever os investimentos do cliente e mudanças no mercado para criar novas estratégias e portfólios, analisar os hábitos de consumo do cliente, melhorar a detecção de fraudes e criar estratégias de marketing também.

O que é uma holding?

Uma holding é uma empresa que possui ações em circulação de outras empresas. Uma holding geralmente não produz bens ou serviços por si mesma. Seu objetivo é possuir ações de outras empresas para formar um grupo empresarial. No entanto, em muitas jurisdições ao redor do mundo, as holdings são geralmente chamadas de empresas-mãe, que, além de deter ações em outras empresas, podem conduzir atividades comerciais e outras atividades de negócios elas mesmas. As holdings reduzem o risco para os acionistas e podem permitir a propriedade e o controle de várias empresas diferentes. Holdings também são criadas para manter ativos, como propriedade intelectual ou segredos comerciais, que são protegidos pela empresa operadora. Isso cria um risco menor quando se trata de litígio entre possíveis sócios, atuando como uma "empresa mãe". Em linhas gerais, quando uma empresa existente estabelece uma nova empresa e mantém suas ações majoritárias, e convida outras empresas a comprar ações minoritárias, é chamada de empresa-mãe.

Por Ana Beatriz Pinto



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *