Agenciador de cargasé aquele profissional que faz a ponte entre a empresa que precisa mandar algo para o exterior e o transporte, seja esse de caminhão ou de navio. Essa profissão é essencial para o comércio exterior, facilitando não apenas a vida da empresa exportadora, mas ajudando os caminhoneiros a conseguirem nova carga com facilidade. Porém, a vida do agenciador e a relação com o caminhoneiro nem sempre é boa. 

Os problemas do agenciamento de cargas:

Problemas podem acontecer e, dentre eles, está a relação do agenciador com os caminhoneiros. Às vezes acontece do valor recebido pelo agenciador ser muito alto e o repassado para o caminhoneiro ser mínimo, ou seja, o agenciador ganha sem se deslocar e o caminhoneiro que corre perigo na estrada recebe pouco pelo trabalho.

Isso pode gerar insatisfação entre as classes. Claro que se o caminhoneiro pegasse a carga direto da empresa ele receberia mais, mas ao mesmo tempo ele não teria como oferecer todo o processo como o agenciador tem, ou seja, não seria vantajoso para a empresa contratar o seu serviço.

Temos que lembrar também que a responsabilidade pelas falhas do parceiro é do agenciador de cargas, pois é ele que tem a ligação direta com a empresa contratante. Dentre essas falhas estão o atraso ou a falta de condições do veículo de transporte. 

A logística atual acaba dependendo de vários trabalhadores que atuam em diferentes áreas e só quando há uma boa relação e um bom acordo entre eles o sucesso é garantido. É por isso que de uma maneira ou de outra, o papel do agenciador de cargas é necessário, ou, "o mal necessário". Resta ao caminhoneiro tentar prestar serviço para um profissional honesto e acessível, evitando problemas. 

Duas profissões incríveis que você pode escolher. O que acha de ser um agenciador ou caminhoneiro? 

E para você, o agenciador de cargas é um vilão ou um mal necessário? Comente abaixo e vamos trocar informações.

Por Milena Godoy





CONTINUE NAVEGANDO: