Profissionais de TI interessados em trabalhar na Espanha, na empresa GFT, têm até o dia 30 de julho para enviar os currículos.

O crescimento da GFT nos primeiros meses do ano fez com que a empresa aumentasse a cartela de projetos de longo prazo. Com objetivo de atender a demanda, a empresa abriu 300 vagas destinadas a profissionais de Tecnologia da Informação específicas para brasileiros com interesse em residir na Espanha.

A maioria dos projetos são regulatórios ou programas de acesso/transformação digital, sobretudo dos setores bancários. Estes foram os principais motivos que levaram a abertura das oportunidades nos campos de consultoria e serviços de TI. Os selecionados poderão atuar em projetos de grande significância internacional, que vão desde aplicações críticas para companhias financeiras até mesmo projetos de inovação na consultoria de negócios.

As oportunidades serão divididas pelas unidades e plantas espanholas da empresa, as quais se localizam nas cidades de Madrid, Barcelona, Valência e Lérida. Entre os requisitos para participar estão a formação em TI ou cursos relacionados, inglês fluente, conhecimentos nas tecnologias: QlikView, HTML5 / JS Angular, Java (FE e BE), Cobol, Informática e PL / SQL. 

Carlos Eres, Country Manager da GFT afirma que o foco da companhia é de contratar profissionais qualificados, com capacidade de agregar valor a GFT. O executivo acredita que pelo fato da empresa estar familiarizado com o mercado brasileiro de TI, faz todo o sentido contratar profissionais daqui. Ele afirma que os brasileiros são mais qualificados que profissionais de outros países, uma vez que tem forte visão orientada ao cliente, além de serem capazes de atuar de maneira estruturada, vencendo desafios.

Já o diretor do Grupo GFT, Marcos Santos é mais ambicioso e tem interesse de promover um plano de carreira internacional com os profissionais que forem contratados. Segundo ele, a empresa quer promover uma maior diversidade e universalidade dos funcionários.

Quem quiser participar da seleção deve enviar o currículo em inglês para [email protected]. No tema deve estar escrito: "ESPANHA". O prazo vai até 30 de julho

Por Ana Rosa Martins Rocha


A Fundação Carolina abriu as inscrições para o processo seletivo que beneficiará 1.645 estudantes ibero-americanos que desejam fazer um curso de pós-graduação na Espanha.

Existem bolsas para pós-graduação, doutorado, formação permanente (exclusivo para latino-americanos e espanhóis) e pesquisas de curta duração.

No processo seletivo será avaliado o currículo do candidato e o mesmo participará de entrevistas pessoais.

São quatro os programas de estímulo à formação da Fundação Carolina: Bolsas de Pós-Graduação, Bolsas para Doutorado e Pesquisas de Curta Duração, Bolsas de Formação Permanente e Auxílios para Pesquisa.

As inscrições vão até o dia 1º de março. Para mais informações acesse o site http://gestion.fundacioncarolina.es.

Por Levi Rocha





CONTINUE NAVEGANDO: