Sesc-CE abre vagas de emprego em Juazeiro



  

Oportunidades seguem abertas até o dia 5 de agosto.

Se você está em busca de uma oportunidade de trabalho e ainda não sabe onde encontrar, saiba que o Sesc-CE (Serviço Social do Comércio) – Departamento Regional do Ceará, situado em Juazeiro está oferecendo oportunidades de emprego para profissionais que estejam dispostos a atuar na área educacional e na área operacional.

De acordo com os editais publicados, estão sendo ofertadas 6 vagas para as seguintes funções: Professor de Arte e Cultura – Música (02 vagas), Professor de Arte e Cultura – Dança (01 vaga), Professor (01 vaga), Auxiliar de Serviços Gerais (01 vaga) e Auxiliar de Serviços Gerais – PCD (01 vaga).

Os requisitos para candidatura dependem do cargo pretendido, podendo ser de nível fundamental, nível médio e nível superior, sendo que o período de inscrição irá se estender até o dia 5 de agosto de 2015.

Os aprovados no processo seletivo farão jus a uma remuneração de R$ 886,00 para a função de Auxiliar de Serviços Gerais, R$ 9,91 por hora trabalhada para a função de Professor de Arte e Cultura – Dança e Música e R$ 3.036,00 para a função de Professor, sendo que a jornada de trabalho para esta última função será de 44 horas semanais.



Todas as funções serão regidas pelo regime da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), sendo que os aprovados no processo de seleção passarão por um processo de experiência de noventa dias, após esse prazo existindo interesse do SESC – CE o contrato de trabalho será estendido por tempo indeterminado.

Os interessados em participar e concorrer as vagas deverão acessar o seguinte endereço eletrônico www.sesc-ce.com.br/trabalheconosco e efetuar sua inscrição na vaga pretendida.

O processo de seleção será feito por meio de testes de conhecimentos técnicos, de habilidades e de entrevistas, sendo que cada processo será pertinente a cada função profissional, não existindo um único método de avaliação, cada método será desenvolvido de acordo com o perfil desejado pelo Sesc-CE.

Por Rodrigo da Silva Monteiro



Post Comment