Síndrome de Burnout – O Que é, Como Evitar

Categorias: Dica - Dicas - Saúde

Saiba aqui o que é e como evitar a Síndrome de Burnout.



Na atualidade o mercado de trabalho, como um todo, corre contra o tempo e exige uma série de competências profissionais, bem como um equilíbrio mental a mais para se encarar as rotinas administrativas. Com o surgimento do período de pandemia, muitos profissionais se tornaram ainda mais ansiosos e (ou) sobrecarregados de atividades, resultando no que se conhece, popularmente, pelo título de síndrome de Super homem ou de Mulher Maravilha.

De acordo com especialistas na área médica, os traços mais evidentes que aparecem nas pessoas que sofrem desse problema são os seguintes:

O afã constante, e até neurótico, de demonstrar aos demais seu valor; grande dificuldade de se desligar dos trabalhos; dificuldade para conseguir descansar, relaxar, em poder manter os momentos de prazer, de lazer; grande dificuldade para se socializar; a sensação constante de insatisfação consigo mesmo e diante das outras pessoas, uma espécie de pessimismo crônico; intensa tendência a fugir de questões pessoais problemáticas, ou situações da própria vida que estejam pouco resolvidas; a criação e uma dicotomia entre vida pessoal e vida profissional; repentinas e constantes mudanças de comportamento; humor frágil, tendente à intolerância; sobrecarregar-se de muitas responsabilidades ao mesmo tempo, de modo que o ambiente de trabalho se torne insuportável até para os demais ao redor.

Qual a primeira recomendação para se começar a fazer recuar este problema?

Os especialistas médicos explicam que, para começar a contornar esse problema e resolvê-lo, é necessário, inicialmente, evitar o desgaste extremo que ocorre pela tendência de mergulha de cabeça no trabalho. Esse radical afastar de si e tornar-se uma máquina de serviço e bate ponto desumaniza.



Um esforço muito sério de retornar a si, de reconectar-se consigo mesmo; reservar, ao menos, uns minutos para cuidar de si, podendo ser via atividade física; por meio de meditação; prática de yoga; prestar mais atenção a uma alimentação saudável; aderir a terapias psíquicas ou buscar orientação espiritual.

Ao buscar um tratamento psicológico, é muito importante explicar ao profissional o que se acredita ser causa das emoções negativas e do estresse, no sentido de o terapeuta poder trabalhar e fazer alterar esse quadro que não contribui de modo algum para uma vida muito mais plena e mais realizada; ou seja, redescobrir o real sentido de uma vida.

Algumas dicas:

1 – Vantagens oriundas da atividade física: excesso de serviço, na vida profissional, desgasta muita as pessoas, causando alguns nocivos efeitos colaterais: insônia, ansiedades, muita depressão, baixa autoestima, entre outros problemas. Os exercícios físicos devem ser praticados em horários estratégicos, devem ser realizados espontaneamente, como forma de desenvolvimento pessoal, relaxamento, momento de cuidado de si e de sua alma, seu espírito.

2 – Disciplina sobre as atividades: existe, também, o profissional que vive disperso, no famoso 'mundo da lua', muito comum em todas as empresas. Esse problema também é devido ao estresse diária (não é vagabundagem). Muitas vezes a sobrecarga de trabalho causa esse tipo de reação, afinal e contas, as personalidades variam, cada qual reage de um jeito, não existe um padrão tão rigoroso para os modos de sofrer.

Portanto, é parte da solução dos problemas a atenção dos patrões com os funcionários. Se necessário, encaminhar para terapias ocupacionais ou mesmo conceder férias.

3 – Cuidar muito da autoestima: ponto cirúrgico para a saúde física, mental e para a boa produtividade: se uma pessoa, um profissional, está sofrendo de baixa estima ajudar o mesmo, urgentemente, para se reverter essa situação.

4 – As jornadas de trabalho, por mais longas que sejam, devem ser executadas dentro da maior flexibilidade e serenidade possível, respeitando cada momento, cada etapa do processo, execução do trabalho e momento de descanso, acolho em equipe e compreensão mútua. A Síndrome de Burnout é um problema moderno.

Participar dos programas de relaxamento empreendidos no ambiente de trabalho.

Paulo Henrique dos Santos



Próximo Post

Não há mais posts

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Posting....