Como encontrar emprego depois dos 60 anos?


Nos últimos anos as mudanças na economia mundial afetaram significativamente o mercado de trabalho brasileiro, causando muitas demissões no decorrer do caminho. Mesmo antes dos problemas enfrentados pela pandemia, alguns formatos de empresas já estavam optando por uma mudança no quadro de funcionários de modo a reduzir custos e até mesmo aumentar o ritmo das demandas.


Com toda a tecnologia que envolve algumas áreas atualmente, está se tornando quase inviável se manter e crescer no mercado de trabalho sem buscar por especializações continuas nas áreas de atuação, mantendo atualizado o currículo e suas qualificações profissionais.


As mudanças fizeram o mercado girar e alguns dos mitos que envolviam os setores acabaram caindo por terra, enquanto outros acabaram se confirmando. Entre eles, o que se encontra mais defasado é a teoria de que profissionais da chamada melhor idade, acima dos seus 60 anos, não podem preencher os pré-requisitos exigidos por algumas áreas de atuação, principalmente no regime de CLT (Carteira de Trabalho Assinada).


Alguns fatores ajudam os profissionais mais velhos a se recolocarem no mercado de trabalho, cada vez mais exigente. Confira algumas dicas importantes para quem quer se manter ou reingressar no mercado:


Primeiramente, é interessante considerar que muitas empresas optam por profissionais mais velhos para ocuparem cargos mais altos, onde a responsabilidade das funções exercidas e o comprometimento para entregar os melhores resultados, serão mais altos. Os profissionais mais velhos normalmente contam com maior disponibilidade de horário e melhor desempenho para todas as atividades que exercem. Isso faz com que muitas das empresas acabem percebendo que dar valor a experiências profissionais e de vida, ajudam as equipes e os grupos a prosperarem no ambiente de trabalho e alcançarem as metas propostas.

Buscar cursos e especializações que desenvolvam também as capacidades tecnológicas, é uma das melhores formas e concorrer a vagas de trabalho. Atualmente, é possível atualizar o currículo com bons cursos via internet, alguns gratuitos e/ou com valores acessíveis, por exemplo.

Para os profissionais acima dos 60 anos e que estão atentos às novas tecnologias, as mudanças e ferramentas de trabalho, as chances de garantir uma boa vaga aumentam consideravelmente.

Manter um perfil nas plataformas de redes sociais focadas em profissionais ativos, como o LinkedIn, por exemplo, é uma excelente forma de se manter presente no mercado e fazer com que as empresas notem o seu perfil. Neste caso, a rede social é ideal também para manter o currículo sempre atualizado. Dentro deste campo digital, vale lembrar que hoje em dia muitas empresas oferecem um campo de “Trabalhe Conosco” em seus sites para o cadastro de currículos.

Buscar empresas que possuem projetos focados na melhor idade, também é uma opção. Os grandes grupos empresariais estão mais propensos a contratar pessoas mais velhas. Com uma rápida pesquisa na internet é possível encontrar quais são as vagas disponíveis e para perfis são destinadas.

Apesar de ser um grande desafio em qualquer idade, uma das opções para quem quer voltar ao mercado de trabalho é o empreendedorismo. Pessoas na melhor idade podem ter uma percepção de mercado melhor e um posicionamento mais maleável para o dia a dia do empreendedor no Brasil.

O importante é focar nas áreas onde se tem mais compatibilidade e experiência e, acima de tudo, prevalecer diante das dificuldades que poderão ser enfrentadas.

Mesmo o mercado de trabalho estando em uma constante mudança, ainda são muitos os locais e empresas que não percebem os benefícios de contratar profissionais mais experientes e na melhor idade para compor um quadro de funcionários com diversidade de pensamentos e características.



Próximo Post

Não há mais posts

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.