Consulta ao Auxílio Emergencial pelo Dataprev


Saiba como fazer a consulta ao Auxílio Emergencial pelo Dataprev neste ano de 2022

Lançado há 2 anos, precisamente no dia 7 de abril de 2020, o auxílio emergencial voltou a fazer pagamentos neste mês. No entanto, vale lembrar que não se trata de uma prorrogação. Apenas um grupo de trabalhadores que teve direito a parcelas duplas de R$ 1.200.


O valor da parcela está sendo concedido para pais solteiros chefes de família monoparental, já que foram impossibilitados de receber o pagamento. Isso se deu por conta do veto do presidente Jair Bolsonaro, que durante a vigência do programa proibiu as cotas duplas para o sexo masculino.


Com as liberações retroativas em andamento, muitos brasileiros querem saber se o benefício pode ser consultado pelo Dataprev. Pensando nisso, queremos entregar algumas informações de como fazer a consulta do auxílio emergencial através do órgão.


Como consultar o Auxílio Emergencial?

Através da ferramenta do Ministério da Cidadania, elaborada pelo Dataprev, o pai de família deve preencher um pequeno formulário para assim fazer a consulta. Observe o passo a passo.


  1. Logo, acesse a página de Consulta ao Auxílio Emergencial.
  2. Na sequência, preenche a linha com seu cadastro de pessoa física. Ou seja, digite os dados do CPF.
  3. Agora, escreva seu nome completo.
  4. Feito, digite o nome da sua mãe. No caso de mãe desconhecida é só clicar na opção logo abaixo.
  5. Em seguida, forneça a data de nascimento.
  6. Nesse momento é só selecionar reCAPTCHA, assim o site entende que você não é um robô.
  7. Por fim, é só clicar em enviar.

Na próxima página da Dataprev, o brasileiro consegue visualizar todas as informações sobre o auxílio emergencial. Note que é possível encontrar datas de recebimento, resultados e até o envio dos dados para ambas as entidades. No caso de pagamento negado, as informações também estão disponibilizadas, onde o órgão fornece a justificativa.

5 parcelas de R$600 a partir de junho

O veto que impossibilitou os repasses dos valores retroativos está causando muitas dúvidas. Entre elas, o valor da parcela que será creditada no Caixa Tem será de quanto. Como o valor pago era de R$ 600 na época, essa mesma quantia deverá entrar na conta desse grupo de trabalhadores.

No entanto, os novos repasses do auxílio emergencial consideram apenas as cinco primeiras parcelas. Ou seja, quem não recebeu entre abril e agosto de 2020 deverá receber a partir da segunda semana de junho. No total, o valor do benefício pode chegar a R$ 3 mil.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, o processo de pagamento funcionará dessa maneira: o trabalhador que começou a receber as parcelas em maio terá direito a R$ 2.400, enquanto quem recebeu as cinco parcelas iniciais deverá abocanhar o valor total do auxílio.

Vale citar que só receberão o benefício os pais solteiros que comprovarem a atual situação, além de realmente ter sido contemplados pelo Auxílio Emergencial no ano vigente. Além disso, será necessário provar que tem ao menos uma pessoa menor de 18 anos na residência.

Sobre o Auxílio Emergencial

Como se sabe, o programa iniciou os pagamentos no início de 2020. O Congresso Nacional aprovou a quantia de R$ 70 milhões e a Caixa Federal foi a responsável por distribuir a remuneração até o mês de dezembro.

O Governo só voltou a retomar os pagamentos depois da crescente pandemia. Em abril de 2021, após muita pressão, o Ministério da Cidadania decidiu então repassar mais de R$ 39 milhões. Nesse período, os valores pagos inicialmente eram entre R$150 a R$378.

O artigo ajudou? Conhece alguém que pode precisar das informações aqui contidas? Então, por favor, compartilhe em suas redes sociais.



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.