Trabalhar com elaboração de peças técnicas nas áreas de engenharia, e também arquitetura, possuir experiência em projetos topográficos, AutoCAD e topograph. Essas são as atribuições gerais que um cadista necessita como profissional. Com salários a partir de R$ 465, a função exercida por um cadista é fundamental para a engenharia. É através dele que os projetos são extraídos das máquinas e começam a se tornar “reais”.

Para um profissional dessa área é fundamental ter habilidade em informática e principalmente com os programas específicos exigidos para atuar como um cadista. O nome da profissão vem do sistema utilizado nos computadores para desenhar plantas para engenheiros. Eles são chamados “CADs”. Daí o nome do profissional.

Apesar da remuneração não ser tão atraente, é importante dar o primeiro passo para conquistar espaço dentro da empresa e quiçá alcançar novos objetivos e investimentos pessoais.

Além das exigências “informatizadas” para ser um cadista, é exigido para se candidatar às vagas dessa profissão: 2º grau completo e seis meses de experiência comprovada em carteira.

Porém, os cadistas também podem se tornar donos do próprio negócio e atuar como profissionais autônomos, através do desenvolvimento de trabalhos freelancers para empresas de engenharia e arquitetura.





CONTINUE NAVEGANDO: