Seleção oferece oportunidades para estudantes com mais de 18 anos, que tenham inglês fluente e estejam estudando um curso superior em universidades reconhecidas pelo MEC.

Se você sonhou algum dia ir para Disney, saiba que agora você universitário poderá estagiar nos parques e hotéis do local. Estudantes brasileiros poderão fazer cadastro nas vagas no programa de estágio da Disney. Ele conta com uma duração de até quatro meses.

Aqueles que forem classificados na seleção poderão efetuar as atividades nos parques e hotéis da Disney, que se situa em Orlando, nos Estados Unidos. A atuação vai se dar em trabalhos básicos e operacionais, como em lojas de produtos da marca e também em lanchonetes.

O estagiário também poderá ser um funcionário do local que se veste como algum dos personagens famosos da Disney. Outra função é atuar como monitor dos brinquedos e atrações que contam no parque. Como pode se notar, muitos trabalhos podem não ter relação com a área de formação do estudante. A Disney vai estabelecer ao estagiário onde irá trabalhar.

Em termos salariais, a Disney efetua o pagamento de aproximadamente R$ 28,16 por hora de trabalho. São nove dólares com a cotação atual do Brasil. O programa de estágio da Disney acontecerá entre os meses de novembro deste ano e março de 2016.

Para fazer a sua inscrição, o candidato deverá fazer o cadastro no site da STB (Student Travel Bureau) – stb.com.br/intercambio-trabalho – sendo que o requisito mínimo é contar com mais de 18 anos de idade, ser fluente na língua inglesa e estar matriculado em uma universidade que tenha reconhecimento do MEC.

Dicas para Estagiários:

  • Você deve tratar o seu estágio com um trabalho normal de sua vida. Mesmo quando se está em uma função de vestir um personagem da Disney, que é fora de sua área, leve isso a sério. O empregador precisa observar que você está focado e oportunidades na área poderão surgir.
  • Outra boa dica é sempre estar preparado para situações que são inusitadas. Nunca se sabe quando vão precisar de você para outras tarefas. Fique atento na área em que você trabalha, pois em algum momento, poderá ter que atuar repentinamente em outra função.


Na verdade, não é uma porta aberta para muitos profissionais, mas aqueles que realmente pretendem sair do país a trabalho precisam contar, antes de qualquer coisa, com uma boa base de preparação. Isso se aplica em especial para aquele profissional que trabalha em alguma empresa multinacional. Até porque são elas, por meio de seus programas de trainees e de capacitação, que possibilitam essa oportunidade.

Entretanto, para estar perfeitamente habilitado, em tese, já que não é possível prever como será a adaptação do profissional fora de seu país, é fundamental que o mesmo tenha uma boa preparação e esteja pronto (e com coragem) de encarar de frente os desafios. Entre eles estão os culturais também e não apenas os profissionais.

Logo abaixo segue algumas dicas para quem quer atuar no exterior. As dicas foram dadas por Fauze Diab, gerente de RH da indústria química Oxiteno. Diab é responsável pelo gerenciamento de cerca de 2.000 funcionários no Brasil e em mais oito países. Além disso, ele também é quem comanda o programa de expatriação da empresa. Confira:

1. Mostre que está interessado:

Não importa se é em uma reunião importante ou em um momento de descontração. Sempre deixe claro que está mesmo com vontade de ter uma experiência fora do país. Ressalte para os líderes esse desejo como forma de crescimento não apenas pessoal, mas também profissional. Uma coisa importante (além de não ter que ser inconveniente) é que é válido mesmo se não existir uma vaga. Quem sabe quando ela aparecer você ficará com ela.

2. Aprenda outras línguas:

Hoje em dia o inglês é tão importante em multinacionais que já deixou de ser uma língua opcional para o candidato. É mais do que obrigatório ter o inglês. Aprender no mínimo dois idiomas aumenta as chances. A coisa funciona mais ou menos assim: se a empresa tem uma sede no México vá aprender espanhol se é na França aprenda francês.

3. Esforce-se:

De acordo com Diab um dos principais pontos que a empresa analisa antes de conceder uma oportunidade desse tipo a algum de seus profissionais diz respeito à capacidade e ao desempenho dos mesmos. Geralmente as empresas mandam profissionais para fora do país com o objetivo de capacitá-los para que estejam aptos para maiores desafios. Aquele que tem maior eficiência tem mais chances de agarrar a vaga.

Por Denisson Soares





CONTINUE NAVEGANDO: