A Justiça do Trabalho condenou a rede de fast food McDonald’s a pagar as desigualdades salariais e indenizações de seus funcionários atuantes em São Paulo. Esta decisão busca fazer com que a rede nivele a remuneração de seus empregados em conformidade com o salário de cozinheiros e garçons dos restaurantes convencionais, que tem piso superior em R$ 210.

O Sindicato dos Trabalhadores em Gastronomia e Hospedagem, autor da ação, discute a legalidade com que o McDonald’s ajusta a remuneração de seus empregados na capital paulista.

Em nota, o McDonald’s promete recorrer da decisão proferida pela Justiça do Trabalho. Caso não obtenha êxito, a rede terá de desembolsar uma quantia equivalente a R$ 88,2 milhões.

Por Luiz Felipe T. Erdei





CONTINUE NAVEGANDO: