Todos nós estamos acostumados a lidar com a polêmica e o preconceito que gira em torno de pessoas com tatuagens. Algumas empresas ainda restringem a contratação de pessoas tatuadas por causa de sua política conservadora. Mas no quê alguns desenhos no corpo de uma pessoa pode influenciar? A resposta pode ser tão negativa quanto arrogante: o funcionário tatuado pode passar uma impressão desleixada, agressiva, rebelde, delinquente, entre tantos outros adjetivos usados para justificar uma desculpa sem causa.

Por outro lado, há também algumas empresas que não se importam em contratar pessoas tatuadas. Na verdade elas não se importam com o que as pessoas fazem com o corpo, desde que elas mostrem seu potencial e trabalhem corretamente. E com isso mostram que aparência não tem nada a ver com incompetência. Muito pelo contrário. Não é porque uma pessoa gosta de tatuagens que ela não possa ser um excelente profissional. Assim como também existem pessoas "certinhas" do posto de vista alheio, mas sem nenhum caráter e competência.

Infelizmente a discriminação existe e muitas pessoas já passaram por ela. Já chegaram até serem desclassificadas em um processo seletivo por serem tatuadas. Mas também existem pessoas assim que não tiveram nenhum problema com isso.

De qualquer forma o assunto ainda é delicado e muito polêmico. Talvez ainda demore para a sociedade aceitar e respeitar os valores das outras pessoas. O que se pode fazer hoje em dia é evitar constrangimentos. E para isso, os candidatos precisam estar atentos aos seguintes fatores antes de participarem de um processo seletivo:

– Faça uma pesquisa no perfil da empresa para qual você foi convocado. Se ela for daquelas que tem uma política conservadora, tente cobrir a tatuagem se ela estiver em um lugar visível do seu corpo, e tenha consciência de que isso infelizmente pode te trazer algum feedback negativo na seleção;

– Não se sinta tão aliviado caso a empresa não for tão conservadora, pois mesmo assim é melhor você não extravasar e ter bom senso.

Antes de mais nada, é sempre bom ter certeza do que se quer tatuar no corpo, pois ficará para sempre em você, e, dependendo do desenho poderá ficar chamativo.

Por Daniela Almeida da Silva





CONTINUE NAVEGANDO: