Empresas Querem que Funcionários Produzam Mais mas não Dividem Lucros




Há muito tempo as empresas e industrias registram lucros cada vez maiores e cada vez sua equipe de trabalho diminui. Uma maior carga de trabalho, ferramentas cada vez mais precisas para medir a produtividade individual e chefias cada vez mais especializadas favorecem um cenário de cobrança e metas que cada vez são mais difíceis de serem batidas.

Porém, o que se pode constatar é que a idéia de grande maioria das empresas é a seguinte: caso a equipe produza e crie lucros, a empresa agradece, mas dificilmente divide o lucro. Mas quando ocorre o contrário, onde prejuízos e perdas financeiras são registrados, aí o empresariado “divide” o prejuízo com a equipe, gerando cortes de benefícios ou demissões.


Uma conscientização maior por parte dos empregados poderá reverter este cenário no futuro, mas cada vez se observa que a tendência é o contrário.

Por José Alberi Fortes Junior


Relacionados



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *