Mesmo com crise, trabalhadores querem mudar de emprego



  

74% dos trabalhadores brasileiros têm vontade de mudar de emprego, mesmo com o País passando por uma crise econômica.

A crise continua trazendo prejuízos para o País e deixando os trabalhadores inseguros, pois as empresas estão se vendo obrigadas a cortar gastos e com a produção caindo, as vendas em baixa, não lhes resta outra alternativa que não seja a demissão de vários funcionários.

O curioso diante deste cenário, é que mesmo vivendo momentos de instabilidade no mercado de trabalho, 74% dos trabalhadores brasileiros disseram que têm vontade de mudar de emprego.

Entre a grande maioria dos profissionais brasileiros que pretende mudar de emprego, está principalmente a geração mais nova que está enfrentando uma crise desta proporção pela vez e esta geração acredita que é algo passageiro e que isso não pode atrapalhar seu crescimento profissional.

A pesquisa realizada pela Michael Page, no mês de junho, aponta 74% dos brasileiros com intenção de trocar de emprego, mesmo com o desemprego crescendo tanto, por todo o País.



Esta nova geração de trabalhadores que enfrenta uma crise tão grande pela primeira vez, é chamada de geração milênio e representa 50% da força de trabalho em todo o mundo. Este seria o novo perfil do profissional que, diante da crise, não fica com medo e tenta se manter no emprego, mas tenta fazer algo para a situação melhorar, mesmo que para isso tenha que se arriscar.

E a mudança no perfil do trabalhador faz mudar também a forma como as empresas precisam conduzir seus negócios. Antes, em tempos de crise, os funcionários ficavam receosos de perderem o emprego e a empresa podia manter os melhores funcionários e os demais iam sendo demitidos para cortar gastos.
Atualmente, os bons funcionários, em tempo de crise, tendem a mudar de emprego, buscar novas oportunidades, procurar por empregos que vão lhe trazer melhor remuneração e até mesmo, melhor qualidade de vida e assim, as empresas, mesmo diante da crise, precisam tomar providências para não perderem seus bons funcionários, o que agravaria ainda mais a situação para elas.

Diante deste novo cenário, as empresas vão tendo que aprender quase que de forma obrigatória, a lidar com esta nova questão, pois a crise se repete, mas os profissionais possuem outro perfil e não estão mais dispostos a ficar parados esperando tudo melhorar, eles se veem quase que na obrigação de partirem em busca de um novo emprego, que lhes garanta melhores condições e maior remuneração.

Por Russel



Post Comment