Seleção oferece 150 vagas em Brasília (DF). Inscrições podem ser feitas até o dia 4 de janeiro de 2016.

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), um dos concursos públicos mais esperados para quem tem apostado seu tempo em se dedicar aos concursos, acabou de tornar público o edital regulador do certame, oferecendo vagas para os cargos de Analista Administrativo, Técnico Administrativo, Especialista em Regulação de Aviação Civil e Técnico em Regulação de Aviação Civil. São 150 vagas que o certame oferece, distribuídas entre os cargos mencionados, salientando que em caso de aprovação os contratados irão trabalhar em Brasília, Distrito Federal. 

O número do edital regulador é nº 76/2015 e nele estão contidas todas as informações necessárias para quem deseja participar desse concurso. As oportunidades contemplam tanto a candidatos de nível superior, com graduações específicas, quanto candidatos de nível médio. O salário é o que há de mais atraente nesse concurso, pois para nível médio a remuneração será de R$ 5.689,52 e superior terá rendimento mensal de R$ 11.974,49. A jornada de trabalho para cada cargo será de 40 horas por semana.

Quem já estava estudando a um bom tempo pode se preparar para fazer as inscrições, as quais começam de 14 de dezembro até 04 de janeiro de 2016, no site oficial da ESAF, no site www.esaf.fazenda.gov.br. A taxa de inscrição será de R$ 150,00 ou R$ 90,00.

Para os cargos de Analista Administrativo e Especialista em Regulação de Aviação Civil é necessário ter nível superior, salientando também ser preciso ter a licença de piloto de linha aérea ou de piloto de linha de helicóptero, desde que seja comprovada a certificação.

Já para Especialista em Regulação de Aviação Civil só pode se inscrever quem for formado em Engenharia de Produção, Economia, Ciências Contábeis, Engenharia Civil, Arquitetura, Engenharia Mecânica e Engenharia Aeronáutica.

Para Técnico Administrativo ou Técnico em Regulação de Aviação Civil basta comprovar a conclusão do ensino médio. A primeira etapa da seleção será composta por provas escritas objetivas, sendo que também serão aplicadas prova discursiva e prova de títulos. A segunda etapa será por curso de formação, que será feita apenas pelos concorrentes ao cargo de Especialista em Regulação de Aviação Civil.

As provas objetivas serão realizadas em 20 de março de 2016, nas cidades de Maceió, Manaus, Natal, Palmas, Porto Alegre, Porto Velho, Recife, Rio Branco, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís, São Paulo, Teresina, Vitória, Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Boa Vista, Brasília, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa e Macapá. 

Está com alguma dúvida? O edital completo com todas as informações detalhadas pode ser encontrado no site http://www.esaf.fazenda.gov.br.

Por Michelle de Oliveira

Segundo a Anac – Agência Nacional de Aviação – a participação de mulheres na aviação cresceu nos últimos anos, a agência emitiu 793 licenças para mulheres, entre as quais 163 estão válidas. Dentro desta estatística, 51 são pilotos privados de avião, 65 comerciais e 15 de linhas aéreas – o nível mais alto na carreira aérea civil.

Sendo assim, a Anac prevê que as mulheres ainda têm muito potencial para ganhar espaço no setor da aviação, já que as mulheres representam somente 0,8% do total de licenças válidas para a aviação.

Apesar disso, menos de 10 mulheres estão inscritas no programa de bolsa de estudo do Projeto Jovens Pilotos para a Aviação Civil, que é oferecido pela Anac – a bolsa cobre cerca de 75% das horas de voo necessárias para a formação dos pilotos.

As aulas começarão em 19 aeroclubes de oito estados brasileiros – SP, MG, PR, SC, RS, CE, MA e TO – e os interessados devem se inscrever até o dia 25/03 no site da Anac, onde terão acesso ao edital, formulário de inscrição e conteúdo programático.

A prova está prevista para o dia 18 de abril.

Rafael TOTP




CONTINUE NAVEGANDO: