A área da engenharia aeronáutica, que projeto, constrói, testa e identifica problemas e faz manutenção de aeronaves tem mercado de trabalho bastante amplo e promissor. Os salários iniciais para o engenheiro aeronáutico chegam a R$ 5 mil.

No Brasil há poucos profissionais neste ramo da engenharia, pois somente duas universidades públicas oferecem o curso de bacharel em engenharia aeronáutica. Há alguns destes cursos oferecidos por faculdades privadas, mas ainda assim a disputa por profissionais formados é grande.

Disciplinas como aerodinâmica, propulsão, desempenho e qualidade do vôo, projeto, sistema eletrônico e sistema hidráulico, são algumas das matérias oferecidas durante o curso.

Por Rosana Radke


Mercado promissor porém vestibular muito concorrido. Se estiver pensando em seguir a carreira de Engenheiro Aeronáutico vai precisar estudar muito já que além do número alto de candidatos no vestibular, as matérias do curso são basicamente, matemática, física, química e computação.

Mais o que faz um profissional dessa área? Ele participa ativamente de projetos de construção de aviões, e outros tipos de aeronaves. Pode trabalhar com sensores e controladores de tráfego aéreo além de construções de aeroportos.

No Brasil, a maioria das vagas é oferecida pela Embraer, porém a própria empresa oferece trabalho no exterior para esses profissionais, visando à manutenção de aeronaves nos Estados Unidos e Europa. Pode-se trabalhar também na industria espacial e no ministério da defesa.

O curso tem duração de cinco anos, se você pretende cursar uma universidade particular a Universidade de Taubaté oferece o curso por R$728,00, a melhor opção para universidades públicas é a USP, que também oferece o curso.





CONTINUE NAVEGANDO: