Do que se trata o curso de Relações Sociais?

Nessa área, analisa-se o cenário mundial, investiga mercados e avalia possibilidades de negócios e investimentos. O mercado é grande, pode-se trabalhar em ministérios, embaixadas, ONGs, bancos e grandes empresas.

O curso se divide em três partes: política, direito e economia. Além disso se estuda muita sociologia e história, existem ainda aulas práticas de negociação de política, empresarial e comercial, além do desenvolvimento de práticas de negociação diplomática. E é claro, exige conhecimento em línguas, o que torna o inglês indispensável, e muita leitura.

O mercado está em constante crescimento e empresas de grande porte estão contratando profissionais dessa área. Para quem já possuir alguma experiência há possibilidades de estágio e trabalho efetivo em organizações intergovernamentais internacionais como Unesco, ONU e etc.  Muitos programas de estágios abertos por empresas nacionais estão contratando estudantes sem experiência, como é o caso da Danone.

Os postos de trabalho estão concentrados no eixo Rio – São Paulo e em Brasília. Porém novos campos estão sendo abertos em todo Brasil como por exemplo Curitiba e Belo Horizonte.

Se você gosta de leitura é fera em inglês e gosta do mundo das negociações, esse é o caminho certo.


Época de vestibulares chegando, e aquela dúvida sobre o que fazer atormenta muitos jovens. Se você é apaixonado por programas sociais, gosta de trabalhar na melhoria da qualidade de vida das pessoas e é muito comunicativo, então, escolha Serviço Social.

Serviço Social é o planejamento de programas sociais e políticas públicas que possam fazer a interação entre sociedade e indivíduos. O assistente social, trabalha diretamente com exclusão social, qualidade de vida de crianças e adolescentes, cria campanhas de melhoria de alimentação e saúde, propõe ações que possibilitam a reintegração de penitenciários com a sociedade entre outras atividades.

É obrigatório registro no Conselho Regional de Assistentes Sociais, e para o curso gostar muito de sociologia, teoria política, filosofia e economia, pois essas matérias são as bases do curso e ajudam a formar os profissionais a compreender e analisar a realidade social e a criar possibilidades de melhoria desses processos. O aluno realiza pesquisas de campo e estágio obrigatório.

Atualmente há em média 74 mil profissionais cadastrados no Conselho, e o setor que mais emprega atualmente é o da saúde, também se encontra muitas vagas em ONGs, escolas e centros penitenciários. É um setor em crescimento constante e que permite ao graduado trabalhar em diversas frente.





CONTINUE NAVEGANDO: