Dicas para manter um bom relacionamento com as pessoas quando você subir de cargo




Onde você gostaria de chegar se conseguisse atingir um novo posto, um novo cargo no seu emprego? É muito importante responder a essa pergunta de um modo sábio. Ora, muitas pessoas dizem um monte de baboseiras como mandar em todo mundo, mudar o visual para se sentir importante, comprar um carro novo para mostrar status, etc. Bom, tudo isso aí é fácil, difícil mesmo é mostrar competência, humildade e uma verdadeira essência, de quem chegou aonde chegou por mérito, por merecimento.

A humildade é uma virtude que pode nos trazer grandiosidade nessas ações. Já a competência, quem a tem, não sente a necessidade de se sentir importante para atingir alguém.


Para garantir uma boa relação com as pessoas no momento em que você conseguir atingir um novo posto ou um novo emprego, você pode:

– Ajudar as outras pessoas a chegarem onde você chegou. Quem ajuda os outros obtém o sucesso de forma mais rápida e passa uma imagem positiva aos outros.

– Compreender as pessoas quando te criticarem. É normal as pessoas criticarem as outras que subiram na vida. Geralmente elas fazem isso por recalque e inveja inconsciente, por isso, você deve respeitá-las.


– Tentar ser generoso o máximo possível com as pessoas, pois isso demonstrará o grande exemplo de pessoa que você é. As pessoas não estão nem aí para as palavras, pois as atitudes as tocam de verdade.

– Tenha paciência e não saia por aí ostentando o que não pode. Às vezes o que dá revolta nas outras pessoas é o fato de ver alguém que subiu na vida se ostentar na vida só para atingir ao outro de uma certa forma. Até um ponto, isso pode ser considerado desnecessário.

– Jamais mude com as pessoas que você ama e com os amigos que você criou ao longo dos anos. O mal de muitas pessoas que sobem na vida é o fato de elas deixarem isso subir para a cabeça, ou seja, deixar isso virar um orgulho. Tenha consciência de que essas pessoas fazem parte de sua vida e só querem seu bem, então seja humildade com elas.

Por Daniela Almeida da Silva

Relacionados



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *