Twitter abre Vagas de Estágio no Rio de Janeiro e São Paulo. Inscrições para o Programa de Estágio vão até o dia 5 de junho.

Estudantes das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro possuem uma ótima oportunidade de estágio. É que esta semana o Twitter abriu as inscrições para o seu Primeiro Programa de Estágio no Brasil. A seleção é voltada para estudantes do ensino superior que estejam cursando o último ou penúltimo ano da graduação. Vale lembrar que também é necessário ter inglês fluente.

Entre os cursos abrangidos nesta seleção estão: Relações Internacionais, Direito, Administração, Relações Públicas, Marketing, Jornalismo, Publicidade de Propaganda, Ciências Contábeis, Economia, Psicologia e Engenharia.

Para participar desta seleção é preciso que os alunos interessados se inscrevam através do site da Cia de Estágios (ciadeestagios.com.br). As inscrições vão até o dia 5 de junho e não há taxa de participação.

Todos os inscritos passarão por diversas etapas de avaliação.

Quem for aprovado irá trabalhar no escritório do Twitter em São Paulo (localizado na Faria Lima) ou então no escritório da empresa no Rio de Janeiro. Vale lembrar que são ofertadas apenas 13 vagas para as duas cidades.

A empresa oferece uma bolsa-auxílio de R$ 1.800, além de vale refeição, vale transporte e academia.

O principal objetivo do Twitter com o programa é dar aos estudantes a oportunidade de trabalhar com uma equipe experiente, generosa, simpática e principalmente apaixonada por transformar a vida dos usuários de maneira impactante e relevante.

Para aqueles que não sabem, o Twitter foi fundado no ano de 2006 e é o 9º site mais visitado no mundo, sendo também o 11º mais acessado no Brasil. O site nada mais é do que uma rede social onde os usuários podem publicar mensagens com no máximo 140 caracteres. Atualmente a empresa possui cerca de 3.900 funcionários e mais de 302 milhões de usuários ativos mensais, que são responsáveis por publicar mais de 500 milhões de tweets por dia.

No Brasil, o Twitter chegou a figurar entre os cinco sites mais visitados do país, porém, com o tempo foi perdendo um pouco a sua força. Hoje em dia, a maior parte de seus usuários é dos estados do Paraná, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo.

Recentemente, Twitter e Google também fizeram uma parceria onde a Gigante das Buscas irá começar a exibir Tweets em seus resultados. Isso deve alavancar novamente o Twitter, que desde seu lançamento mostrou-se uma plataforma bastante ágil e prática. Quem sabe desta forma o site consiga aumentar o seu número de visitantes e voltar a figurar entre os 5 sites mais visitados tanto no Brasil como no Mundo.


Após uma entrevista, os candidatos ficam ansiosos esperando uma posição da empresa, nesse momento, é preciso ter frieza, tentar se controlar e saber o que fazer.

Uma entrevista de emprego sempre gera muitas expectativas, mesmo antes de você participar de um processo seletivo. Quando você recebe um contato de uma vaga que está esperando, a ansiedade já começa, e mil e uma coisas passam pela sua cabeça.

Até aí tudo bem, pois você fica especulando como será o processo seletivo, se terá entrevista, dinâmica, testes e todas aquelas etapas que muitas vezes são até cansativas. Pois bem, você passou em todas elas, mas e agora, o que você deve fazer?

Muitos candidatos criam grandes esperanças e deixam o impulso dominar suas ações. Infelizmente nessa hora é preciso usar a frieza e tentar se controlar. Você deve se atentar às palavras do selecionador durante seu último encontro.

Se a pessoa disse que a empresa estipula um prazo para a conclusão do processo seletivo ou a abertura para uma próxima etapa e entrará em contato informando o resultado, aguarde pacientemente esse período, até que entrem em contato.

Caso esse prazo passe e ninguém entre em contato com você, não é muito comum nem recomendado que você entre em contato com a empresa, mas caso queira fazê-lo, tudo bem, você não está quebrando nenhuma regra, e está apenas querendo se informar. Porém, faça esse processo de maneira discreta, se possível por e-mail, caso tenha o da pessoa que te entrevistou. Não envie e-mail para um contato qualquer dentro da empresa, pois muitas vezes a pessoa que o receberá nem sabe que está acontecendo aquele processo seletivo, e pode ser até que seja ela a que será substituída.

Por telefone você também pode entrar em contato, mas de preferência com o número ou ramal direto da pessoa. Seja qual for a sua forma de contato, seja breve e não faça cobranças, apenas peça informações sobre o resultado do processo seletivo e mostre-se calmo e seguro. Se a pessoa não te retornar o contato, não insista, pois provavelmente você não foi aprovado na entrevista.

E se ninguém informou sobre prazos nem passou contatos, como e-mail e telefone, prefira não entrar em contato, pois o selecionador provavelmente não quer ser incomodado.

Por Felipe Villares


Para criar um objetivo profissional é preciso aliá-lo à vida pessoal. Criar metas e saber como atingi-las é um grande começo.

Todas as pessoas sempre estão em busca de atingir o sucesso. Isso vale tanto para a vida pessoal quanto no que diz respeito à vida profissional. O mais comum é que se façam planos para que os objetivos sejam atingidos. Entretanto, ter um objetivo profissional pode parecer fácil, mas não é. O motivo é bem simples de ser entendido. Como ser humano, a área pessoal e profissional estão intimamente ligadas. Em outras palavras quer dizer que se uma vai bem a outra tenderá a ir. O ponto crucial é: ter objetivos, metas profissionais não é o suficiente. Abaixo listamos algumas considerações que podem apontar o caminho, o primeiro passo.

– Tenho um objetivo profissional, mas como chegar ao sucesso?

O objetivo por si só não é o suficiente. É preciso, inicialmente, criar metas tanto pessoais quanto profissionais. Essas metas precisam apontar para um caminho: o desenvolvimento pessoal e profissional. O primeiro passo é saber o que precisa ser atingido e se isso trará satisfação em todas as linhas. Por fim, acredite em si mesmo.

– Alcance o sucesso e não a sorte.

Ter sucesso pessoal e profissional não significa a mesma coisa que ter sorte. A pessoa que conseguiu atingir seu objetivo profissional (ou pessoal) geralmente chegou lá por que se entregou à dedicação. E o mais importante, foi disciplinado o suficiente para colocar em prática tudo o que foi planejado.

– Como atingir o objetivo.

Para se chegar a um objetivo traçado a pessoa precisa ter muito mais do que confiança em si mesmo e dedicação. Em muitos casos esses pontos apenas transformam a pessoa em um bom profissional e não a levam a chegar ao ponto final. Profissionalmente falando a pessoa precisa ter metas, mas que seja possível tornar as mesmas em algo real. É preciso ter bom senso para isso. Para atingir um objetivo a cabeça precisa pensar e não estar “nas nuvens”. Um aspecto que reforça esse ponto é o fato de que metas quase que impossíveis de serem cumpridas geralmente vão trazer para o profissional desmotivação e frustração uma vez que a cada dia que passa parece ser mais difícil alcançá-las.

– Conecte o pessoal ao profissional.

Abrimos esse artigo citando o fato de que o pessoal influencia o profissional e vice-versa. Por isso mesmo, ao se estabelecer objetivos, é preciso considerar esses dois lados. Vejamos da seguinte forma: Um objetivo profissional que consequentemente refletirá em algo positivo na vida pessoal manterá a pessoa mais motivada para atingi-lo. Isso pelo simples fato de que a pessoa vai estar trabalhando em duas frentes diferentes ao mesmo tempo.

Boa sorte e que essas dicas possam ajudar a você a criar, planejar e atingir seus objetivos.

Por Denisson Soares


Alguns passos podem melhorar o desempenho da equipe no trabalho. A avaliação de desempenho é essencial para a empresa e para o funcionário.

O bom funcionamento de uma empresa está, geralmente, intimamente ligado ao bom desempenho das equipes de profissionais que constituem o corpo da mesma. Por isso mesmo temos percebido que nos dias atuais o desempenho dos profissionais e consequentemente das equipes como um todo tem sido cada vez mais trabalhados pelas empresas. Isso se deve principalmente a dois pontos: a avaliação de desempenho é boa para a empresa e boa para o funcionário. Como isso, chegamos a um ponto chave: caso a equipe de profissionais não esteja tão boa, o que fazer para se obter um alto desempenho da mesma?

Para responder essa pergunta é preciso compreender que para realizar uma mudança é preciso passar por várias etapas. Cada organização tem características específicas, entretanto, existem pontos que são comuns a grande maioria. Abaixo selecionamos algumas etapas e sugestões usadas por grandes organizações para melhorar o desempenho de suas equipes. Confira:

– Para aumentar é preciso avaliar.

Muitos líderes e gestores pretendem aumentar o desempenho de suas equipes tentando uma infinidade de coisas diferentes. Em poucas palavras isso é um erro clássico. Imagine a equipe de profissionais como um paciente. O primeiro passo que o médico irá proceder são aos exames para que seja possível diagnosticar corretamente a doença. Do mesmo jeito precisa ser feito com a equipe, é preciso analisá-la a fundo nos mais variados aspectos até que seja identificado o que ou quem está causando danos. Assim, corrigir o problema será um tiro certo e não uma “roleta russa”.

– Qualificação contínua.

Não basta ter uma boa equipe e não manter a mesma sempre atualizada. A melhor dica aqui e que todos sejam motivados a participarem de algo (cursos, palestras, seminários e etc) que possa agregar valor ao próprio profissional e por consequência levar mais conhecimento e qualidade para o trabalho da equipe.

– Ajuste o perfil de cada profissional.

Muitas vezes o problema nem sempre é a equipe e sim quem a montou. Isso quer dizer que por uma falta de avaliação um determinado profissional acaba sendo obrigado a compor uma equipe e fazer um trabalho no qual é mais ou menos bom. Isso deve ser completamente combatido. O mais recomendado é que o profissional fique onde possa contribuir com toda sua potencialidade. O gestor por sua vez, antes montar uma equipe pode e deve avaliar cada membro e identificar se cada um deveria mesmo compor o grupo.

Esses simples pontos podem contribuir para um bom aumento no desempenho das equipes. Como consequência os possíveis problemas que surgirem poderão ser mais facilmente resolvidos, as necessidades essenciais da equipe também. Por fim, será mais fácil e produtivo trabalhar com uma equipe que está em perfeita sintonia.

Por Denisson Soares


Algumas atitudes e comportamentos são vistos como diferenciais pelas empresas e podem ajudar os funcionários a se destacarem no ambiente de trabalho.

O cenário do mercado de trabalho atual é vasto, possui uma grande gama de profissionais preparados e capacitados para exercer suas funções profissionais, sendo que a cada processo seletivo realizado, os gestores de recursos humanos percebem essa grande variedade de profissionais.

Mas em relação a isso, algumas atitudes e comportamentos são considerados diferenciais para quem deseja se destacar numa empresa, então confira quais são essas atitudes e comportamentos:

– Um comportamento proativo é muito observado:

Sabe aquele profissional que não espera opinião do chefe para resolver uma situação problemática, e que ao conversar sobre um problema apresenta mais soluções do que reclamações, esse é um profissional proativo e que hoje em dia é muito procurado pelas empresas, então sempre tenha iniciativa, quando estiver numa empresa, tente resolver o problema antes de classificá-lo sem solução.

– Uma atitude empreendedora é um diferencial:

Pode soar estranho mais ter uma atitude empreendedora é fundamental nos dias de hoje, mesmo para um profissional que trabalhe numa empresa. Ser empreendedor é ser um profissional inovador, e ser inovador é trazer novas ideias ao trabalho, trazer um jeito todo particular de trabalhar e que facilite a execução do trabalho, então quando começar a trabalhar tente colocar a sua forma de trabalhar e que essa forma facilite o seu trabalho e de seus colegas de trabalho.

– Ser comunicativo e ter uma boa escrita:

Hoje a comunicação é importantíssima para o sucesso e para o crescimento de qualquer empresa, ter uma boa escrita também faz parte do trabalho de qualquer profissional, enviar e-mails, relatórios e requisições de materiais são verdadeiras ferramentas de trabalho. Então procure ser mais comunicativo com seus colegas de trabalho e procure ler mais, pois a leitura auxilia para ser ter uma melhor escrita.

– Um funcionário bem humorado contagia os outros colegas de trabalho:

Por mais incrível que pareça, o humor faz parte do dia a dia dos profissionais dentro de uma empresa, arrancar risadas de colegas faz com que o trabalho seja mais suave e as obrigações sejam mais “leves”, então procure ter um bom relacionamento com seus colegas e tenha sempre um comportamento bem humorado.

Enfim, essas são atitudes e comportamentos fundamentais e que são muito observados dentro das empresas, além de pontualidade e assiduidade.

Por Rodrigo da Silva Monteiro





CONTINUE NAVEGANDO: