Como conciliar a vida de mãe e a vida profissional



  

É preciso passar pela fase de adaptação, mas com a ajuda do marido e dos familiares fica mais fácil equilibrar a vida de mãe e a vida profissional.

A vida pessoal e a vida profissional, apesar de parecerem separadas a maior parte do tempo, sempre acabam entrando em conflito, muitas vezes por causa de relações, amizades ou até mesmo família, e quando você é mãe, a história fica ainda mais complicada. Muitas mulheres perdem a cabeça ao pensar em como conciliar a vida de mãe com sua vida profissional, muitas chegam até a duvidar se realmente conseguem fazer isso. Mas afinal, é possível conciliar as duas coisas sem se perder?

Existem muitas discussões acerca do assunto, mas muitas provas de que é possível existem no nosso dia a dia. O grande problema de conciliar as duas coisas é querer fazer tudo ao mesmo tempo, se você é uma mãe recente, saiba que conciliar as duas vidas vai levar tempo, muito mais tempo do que uma licença maternidade pode dar. É muito provável que depois de ter seu primeiro filho, sua vida profissional vá mudar e nunca volte a ser como antes, seu cansaço pode aumentar e seu tempo diminuir e isso pode fazer com que você fique mais estressada, pelo menos por um tempo, essa fase de adaptação é dura, porém importante para saber andar nessa nova estrada.



Saber dividir a tarefa de casa com o marido e com quem mais more com você é uma boa dica e importante aliada na hora da criação de seu filho. Pessoas próximas que podem te auxiliar como seus pais ou pais de seu marido são importantes para momentos em que o trabalho exige um pouco mais de você. É importante lembrar que isso não significa repassar uma tarefa que deveria ser sua por você não conseguir fazer, mas saber dividir tarefas com todos que fazem parte da criação de seu filho, desse modo, não apenas você, mas todos poderão conciliar a vida profissional e a pessoal.

Valorize ao máximo o tempo que tiver apenas para seu filho, esse pequeno tempo pode se tornar cada vez mais raro. Na tentativa da conciliação das duas vidas diferentes, muitas mães acabam deixando de lado esse pequeno momento, muitas vezes por medo de serem demitidas ou algo parecido. Não abra mão de seus momentos e não tenha medo de colocar seu filho em primeiro lugar nas coisas, acabará descobrindo que existem muito mais pessoas compreensivas do que você imaginava, além de muitos que podem te ajudar nessa difícil fase de adaptação, sua e da sua criança. 

Por Tom Vitor de Freitas



Post Comment