Concurso da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional 2015



  

Seleção oferece 150 vagas para Procurador. Inscrições podem ser feitas entre os dias 20 de julho e 10 de agosto.

Após a publicação do edital ESAF 34/2015 por parte da Escola de Administração Fazendária, tivemos o início oficial do concurso público de 2015 da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN). Esse é um dos concursos mais esperados de 2015. O mesmo tem como principal objetivo o preenchimento de 150 vagas para o cargo de Procurador. É importante destacar que 5% das vagas serão destinadas a candidatos com deficiência e 20% a candidatos que se declararem negros. A remuneração inicial desse profissional é de R$ 17.330,33, para uma carga horária semanal de 40 horas.

Para participar deste certame é necessário que o candidato atenda a alguns pré-requisitos. Com isso, é preciso que o candidato possua formação superior no curso de Direito por uma instituição reconhecida pelo MEC. O candidato também deverá estar inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil, bem como deve possuir dois anos de prática forense.

Os interessados devem realizar a inscrição preliminar através de meio eletrônico. Dessa forma, os mesmos devem acessar o site oficial da ESAF (www.esaf.fazenda.gov.br). O período de inscrições terá início em 20 de julho de 2015 e término em 10 de agosto de 2015. A taxa de inscrição para este certame será de R$ 195,00.

O processo seletivo deste certame é bastante extenso e composto de muitas etapas. Dentre elas podemos destacar: prova objetiva, três provas discursivas, prova oral, avaliação de títulos e sindicância de vida pregressa.



A prova objetiva deste certame conta com nada menos que 100 questões e aborda diversas áreas do Direito, dentre elas: Direito Constitucional, Direito Tributário, Direito Financeiro e Econômico, Direito Administrativo, Direito Internacional Público, Direito Empresarial, Direito Civil e etc.

A prova objetiva e a prova discursiva serão realizadas na data provável de 20 de setembro de 2015. As mesmas serão aplicadas nas seguintes cidades: Aracaju-SE, Belém-PA, Belo Horizonte-MG, Boa Vista-RR, Brasília-DF, Campo Grande-MS, Cuiabá-MT, Curitiba-PR, Florianópolis-SC, Fortaleza-CE, Goiânia-GO, João Pessoa-PB, Macapá-AP, Maceió-AL, Manaus-AM, Natal-RN, Palmas-TO, Porto Alegre-RS, Porto Velho-RO, Recife-PE, Rio Branco-AC, Rio de Janeiro-RJ, Salvador-BA, São Luís-MA, São Paulo-SP, Teresina-PI e Vitória-ES.

Por Bruno Henrique



Post Comment