Faça parte do banco de talentos do Trabalhou.com.br.
Envie seu currículo.

Dicas para se Recolocar no Mercado de Trabalho



Confira aqui algumas dicas do que fazer para se recolocar no Mercado de Trabalho.

As dificuldades fazem parte da vida e encarar o desemprego não é uma das tarefas mais simples. Para voltar ao mercado de trabalho, é necessário foco e estratégia, além de tentar traçar um plano que esteja aliado de forma objetiva aos seus interesses profissionais. Confira algumas dicas para se recolocar no mercado!

O profissional deve se planejar financeiramente, uma vez que a demissão pode desestabilizar a vida profissional e emocional. Desta forma, é fundamental reorganizar as contas de forma racional e se preparar para encarar o período, até encontrar uma nova oportunidade de emprego. Organizando a fase financeira, a pessoa terá mais tranquilidade e estabilidade para enfrentar a situação.

Durante o período, o candidato pode refletir sobre os seus objetivos profissionais e fazer uma lista com as suas conquistas e vitórias. Além disso, é fundamental pensar nas experiências anteriores de vitória para reconstruir a autoestima e adotar uma postura positiva durante esta fase, que é essencial. Assim, o profissional pode pensar no que almeja daqui para frente e estabelecer um foco, para traçar metas e objetivos.

A atualização do currículo é fundamental antes de entregar para as empresas. Acrescente no documento cursos, idiomas, entre outros eventos profissionais que tenha participado. Que tal utilizar o tempo livre a seu favor? Aproveite para visitar palestras sobre a sua área profissional ou quem sabe investir em um novo curso.



O profissional deve assumir a postura e responsabilidade da situação e não se fazer de vítima ou culpar os amigos ou familiares. Neste momento, ele deve olhar para frente e buscar por possibilidades novas, ou seja, tomar as rédeas da situação e comandar a fase de mudança profissional.

Durante o período, o profissional pode buscar por oportunidades temporárias, até encontrar a definitiva. Além disso, também é necessário considerar a hipótese de aceitar uma proposta de emprego que tenha uma oferta salarial menor do que a que está buscando.

Por Babi



Nossos Cursos - Loja Online


One Comment - Escrever um Comentário

  1. Bom dia quero tirar uma dúvida, eu trabalhei 10 meses de carteira assinada na Ótica Diniz após ser demitida comecei a trabalhar na Insinuante fiquei 9 meses, tem a possibilidade de juntar esses dois tempos pra pegar o seguro desemprego?

Post Comment