Profissões que estão em alta em 2016



  

No momento de crise econômica e política, pela qual o Brasil está passando, algumas profissões se destacam e aumentam a demanda neste ano.

O assunto do momento é a crise econômica e política no Brasil. Tanto que 2016 já começou com especulações sobre o índice de desemprego, que de acordo com analistas, tende a aumentar durante o ano.

Sabemos, inclusive, que a crise atinge o mercado de um modo geral, fazendo com que grandes empresas cortem gastos e até funcionários, desde o operário ao executivo.

De acordo com dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), até o mês de novembro de 2015 mais de 945.363 cargos efetivos e com registro em carteira foram cortados.

O que esperar diante deste cenário imprevisível?

É preciso, antes do mais nada, realizar uma análise apurada do mercado de trabalho no momento para saber quais cargos estão em alta ou em baixa, além de estar por dentro das exigências de cada área.

Veja algumas das principais profissões que terão mais contratações em 2016, mesmo no momento da crise:

1. Coordenador/Gerente de Infraestrutura: área específica de Sistemas ou Ciências da Informação. Profissional responsável por suporte, TI e data center. Motivo da alta demanda de contratação: as empresas dependem de infraestrutura de TI para um bom funcionamento operacional. O objetivo principal é custos e eficiência.



2. Coordenador/Gerente de plataformas web/mobile: atua com Groovy, Java e desenvolvimento de aplicativos Android e IOS. Motivo da alta demanda de contratação: A necessidade do mercado se voltar cada vez mais para a tecnologia, especialmente empresas que utilizam de plataformas de e-commerce.

3. Gerente da área tributária: profissional de Ciências Contábeis ou Direito Tributário, que possuem um nível intermediário de inglês. Motivo da alta demanda de contratação: necessidade de acompanhar impostos e aumento de inflação, além de uma área que está sendo muito sondada por empresas privadas.

4. Controller: profissional que atua na área de Economia, Ciências Contábeis ou até Administração. Motivo da alta demanda de contratação: as empresas precisam desse profissional para acompanhar e controlar as oscilações de mercado e da economia.

5. Gerente da área de tesouraria e operações: profissional de Economia, Ciências Contábeis, Engenharia ou Administração. Motivo da alta demanda de contratação: profissional que pode ajudar a melhorar o relacionamento comercial de negócios internacionais.

6. Head Jurídico (Departamento): liderança de equipe, consultor e assessor de toda a parte jurídica da empresa. Motivo da alta demanda de contratação: quando as empresas cortam gastos com funcionários de cargos altos, por exemplo, provavelmente vão optar por profissionais com mais bagagem e menos experiência para uma área específica. Um "Head" (cabeça, em inglês), pode ser responsável por um dos setores mais caros para as empresas só pelo fato de ter conhecimento: o jurídico. Além de gerenciar projetos e liderar equipes.

7. Gerente de volume (contencioso): profissional administrativo-financeiro capaz de gerenciar grandes volumes de projetos e processos em geral, avaliar riscos e definir estratégias. Motivo da alta demanda de contratação: devido à crise, muitas empresas acumulam processos devido ao aumento de rescisões e demissões que vem ocorrendo. Por esse motivo, as empresas se voltam para esses profissionais, que atuam de forma híbrida, entre a área cível e trabalhista.

Por Daniela Almeida da Silva



Post Comment