Edital de Inovação para a Indústria para aplicação imediata





Em épocas de crise existem muitos desafios a serem superados, mas também surgem muitas oportunidades. É o caso do SENAI com o Edital de Inovação para a Indústria, que tem relação com o Coronavírus, e é de aplicação imediata.

Na quarta-feira, 18 de abril de 2020, foi aberta chamada para propostas factíveis de solução para aqueles problemas decorrentes da grande pandemia mundial. As propostas precisam ter aplicação imediata e resultados palpáveis em até quarenta dias. O valor de cada projeto é limitado em dois milhões de reais, não havendo necessidade de contraparte econômico-financeira.




O montante a ser investido será de dez milhões de reais, para projetos que visem tratar, combater, prevenir, e testar sobre o Coronavírus (Covid-19). Exemplos de projetos podem ser o desenvolvimento veloz de testes de verificação de vírus ou então a fabricação urgente de respiradores mecânicos.

Se você possui um projeto bacana que possa ser aplicado de forma rápida, faça a sua inscrição que pode ser enviada através do WhatsApp pelo (61) 99628-7337 ou então pelo e-mail direto em [email protected].


Além disso, para aqueles empresários que precisem de algum apoio tecnológico, há um canal específico de contato.

O SENAI está hoje presente em todas as regiões do país, contando com profissionais especializados, equipamentos de ponta e infraestrutura de primeiro mundo para o desenvolvimento de processos e produtos inovadores, além de serviços de metrologia e consultoria.

Rafael Lucchesi, diretor-geral do SENAI, afirma que “o SENAI possui hoje a maior rede de apoio à inovação e ao aumento de produtividade na indústria, que está sendo colocada à disposição de toda sociedade brasileira”.

Sugestões de temas dos projetos: ampliação do número de respiradores; desenvolvimento de testes rápidos e de equipamentos de proteção individual (EPIs) que possam substituir máscaras, luvas e sabonetes; reposição de peças e componentes utilizados em unidades de terapia intensiva (UTIs), entre outros.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *