Confira as cautelas que devem ser tomadas durante as festas de fim de ano.

Atenção! Postura inadequada pode gerar consequências no âmbito profissional.

Fim de ano. Época de festas e confraternizações de funcionários da grande maioria das empresas. A famosa “festa da empresa” ou “festa da firma”.

Algumas firmas optam por fazer churrascos em sítios, outras, almoços ou jantares em restaurantes. As empresas mais discretas optam por um simples amigo secreto dentro do próprio estabelecimento.

Não importa o tipo de festa, o funcionário deve manter a postura e a ética profissional requisitadas dentro das empresas, para exercer sua função. É o que especialistas nas áreas de trainee e desenvolvimento profissional informam.

Os empregados não podem esquecer que o seu chefe, coordenador, e diretor também estão na mesma festa, e de olho na postura dos demais. Por isso, evite constrangimentos e consequências desagradáveis posteriores à festa.

Após entrevistar alguns especialistas na área, o portal G1.com (Concursos e Empregos) elencou uma lista com 10 dicas para fugir das gafes nestas confraternizações de funcionários.

Evite:

1)     Beber todas:

Não se empolgue com a oferta de bebida alcoólica. Beber demais não é bom em qualquer lugar. Os efeitos do álcool podem interferir no seu comportamento, gerando chances de cometer gafes. Algumas que podem até surpreender os colegas de trabalho.

2)     Falar mal da empresa e de colegas ou cobrar feedbacks.

3)     Comer demais:

Mesmo com a oferta grande de comidas variadas, mantenha a etiqueta. Se está com muita fome, é melhor comer em pequenas porções, ao longo da festa.

4)     Roupa e trajes inadequados.

5)     Cobertura em tempo real:

Fotos contínuas e filmagens feitas podem ser compartilhadas em redes sociais com uma grande velocidade, constrangendo alguém, dependendo do conteúdo. Ou seja, o responsável pela imagem e sua divulgação poderá responder seriamente. Opte por fotos simples, sem exageros.

6)     Paquerar demais.

7)     Puxar saco do chefe.

8)     Dançar como se não houvesse amanhã:

Sua postura na dança também pode comprometer a sua imagem.

9)     ‘Forçar a amizade’ com desconhecidos.

10)   Levar ‘convidados’ que não foram chamados.

Por Daniel Matteelli Galdino


Final de ano chegando e você de repente é convidado para participar de um amigo oculto que vai ser realizado na empresa em que você trabalha. Porém, o que ninguém havia comentado é que o chefe irá participar. Quando você fica sabendo, é claro que o seu maior medo será o de tirar ele na brincadeira. Nessa hora, o que fazer caso isso ocorra?

Calma, não fique ansioso e nem com medo. Mesmo que seja só uma brincadeira entre os colegas, o ideal seria tomar uma precaução geral como:

– Quando ficar sabendo que seu chefe também vai participar da brincadeira, não fique assustado. Aceite numa boa e aja como se tudo fosse normal. Uma postura apreensiva nessa hora pode demonstrar imaturidade para os colegas.

– Comporte-se na brincadeira de forma natural, descontraída.

– Preste atenção às regras da brincadeira. Não queira sair falando para os colegas quem você tirou como amigo oculto, nem mesmo ao seu melhor amigo da empresa.

– Não queira ser generoso demais ou mesquinho demais também. Compre aquilo que estiver ao seu alcance, ou de acordo com o que foi imposto a todos igualmente.

– Seja sempre amável e verdadeiro na hora de presentar seu amigo oculto. Saiba que é uma simples brincadeira. Não tente puxar o saco demais se você não conhece o suficiente a pessoa, e também cuidado com as brincadeirinhas infantis se você não tem intimidades com a pessoa.

– Use de etiqueta social e bom senso na festa. Cuidado para não exagerar na bebida e acabar falando besteiras.

Enfim, aproveite essa época para se aproximar mais das pessoas, principalmente se você for um funcionário novo na empresa. Esteja sempre disposto a fazer novas amizades e deixe com que as coisas fluam naturalmente no ambiente de vocês. Saiba que essas festas muitas vezes se tornam excelentes alternativas para estabelecer laços entre as pessoas, então, aproveite para desfrutar do ambiente, que mais tarde lhe será ainda mais acolhedor.

Por Daniela Almeida da Silva





CONTINUE NAVEGANDO: