Pesquisa revelou que mais de 1/3 dos brasileiros sonham em ter o próprio negócio e veem vários aspectos positivos para a opção.

Se você é brasileiro, responda sinceramente a uma pergunta, você já sonhou em ter o seu próprio negócio? Se a sua resposta é sim, saiba que essa também é a resposta de mais de 1/3 da população brasileira, segundo pesquisa realizada pela American Express e também pelo Instituto Qualibest.

A pesquisa revelou que mais de 30% das pessoas que participaram da pesquisa consideram que essa forma de sobrevivência é a ideal para se alcançar um equilíbrio entre o trabalho e vida pessoal, fator esse fundamental para quem deseja ter uma melhor qualidade de vida.

Outro dado interessante da pesquisa é que 17% dos entrevistados afirmaram que ter o próprio negócio é uma vantagem, pois permite a possibilidade de trabalhar na terceira idade, além de poder ter mais flexibilidade de horários, um fator fundamental para uma melhor convivência familiar e para cultivar antigas amizades.

Para outros 16%, ter o próprio negócio significa ter mais confiança e segurança para conquistar objetivos, ou seja, o empreendedor é mais confiante e consegue melhores oportunidades para ganhar dinheiro e realizar seus sonhos e objetivos de vida.

A pesquisa revelou também que os entre os entrevistados de faixa etária entre 25 e 34 anos, a principal vantagem de ser dono do próprio negócio é não ter a quem se reportar, ou seja, a principal vantagem é não ter um superior para cobrar metas e desempenho, sendo que desses entrevistados, 59% tiveram a mesma opinião sobre o assunto.

Ter o próprio negócio significa trabalhar de forma mais adequada, sem esforço excessivo, sendo que ser dono da própria fonte de renda significa ter uma melhor distribuição de trabalho, essa foi a opinião de 45% dos entrevistados da pesquisa.

Ter a facilidade de organização e de gerenciamento de prioridades foi a opinião de 52% dos entrevistados.

Enfim, ter o próprio negócio é algo realmente fantástico, porém, para ser empreendedor é preciso ter muito planejamento e também muita cautela, pois sempre existe muita concorrência e desafios como em qualquer outra área profissional, mas se esse é seu sonho, corra atrás, faça uma pesquisa de mercado, pesquise se será lucrativo o negócio que você quer montar  e corra atrás de oportunidades que você certamente será bem sucedido.

Por Rodrigo da Silva Monteiro


Se você é um empreendedor, investidor, tem um negócio próprio ou mesmo trabalha como vendedor na área de vendas, obviamente está sempre atento à sua margem de lucro, seja ela obtida por meio de vendas, investimentos, poupanças, títulos, etc. E é por isso que você escolheu essa profissão, ou essa atividade, justamente por obter boas margens de lucros. Bom, aí depende muito da atividade e da margem de lucro que te interessa.

Veja agora alguns meios de como obter uma boa margem de lucro:

1. Suas atividades devem ser proporcionais aos seus ganhos:

Quando falamos em ganhos, associamos a ideia de que ele estar associado com o que fazemos e como fazemos. Por exemplo, um mestre de obras cobra o valor proporcional do que ele vai fazer numa obra, ou seja, sua mão de obra possui um valor fixo, e o contratante deve respeitar isso. A não ser que ele faça uma oferta, e assim, ambos negociam de uma forma que fique melhor tanto para um quanto para o outro, de uma maneira justa.

2. Resultados e comissionamentos:

Quando falamos em comissão geralmente já pensamos na área de vendas e na profissão de vendedor. Mas não é só os vendedores que possuem comissões. Há corretores, negociadores, técnicos, consultores, e outros profissionais que também se beneficiam de comissões, e cada área possui um piso ou uma porcentagem estabelecida. Nesse caso, os profissionais liberais ou autônomos saem ganhando, pois dependendo da bagagem profissional que ele tiver, poderá obter excelentes margens de lucros, trabalhando para diversas empresas e em serviços paralelos. É possível também, o profissional assalariado obter bons lucros. Para isso, converse com o seu supervisor a respeito de resultados. Se você tiver resultados para apresentar, melhor ainda, caso seja um profissional novato no estabelecimento, mas experiente na área, negocie sua margem de lucro de acordo com o resultado que pode oferecer. Seja realista e não prometa aquilo que esteja longe de alcançar no momento. Apresente etapas com estratégias e ações.

Por Daniela Almeida da Silva





CONTINUE NAVEGANDO: