Interessados devem se inscrever neste mês de julho. Selecionados receberão R$ 39,15 por hora trabalhada.

A partir deste ano Servidores Públicos de todo o país agora poderão trabalhar com o controle e monitoramento do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Para participar fique atento ao prazo de inscrições que vai de 4 a 31 de julho. As provas serão realizadas nos dias 5 e 6 do mês de novembro deste ano (2016). Para mais informações e o edital completo acesse o site do Diário Oficial da União.

A remuneração para a função é de R$ 39,15 a cada hora trabalhada e os servidores públicos irão atuar na Rede Nacional de Certificadores. Dentre as funções está garantir a integridade dos malotes contendo as provas nos locais de prova designados. Além disso, deve-se acompanhar o exame e serem responsáveis por comunicar o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) caso haja alguma situação em desacordo com as normas de aplicação do exame.

A seleção para preenchimento das vagas é somente destinada a servidores públicos ativos, conforme Lei 8.112 de 11 de dezembro do ano de 1990. Além de ser funcionário público, o candidato deverá ter formação mínima em nível médio completo, sem vínculos de parentesco com inscritos no exame, não podendo estar de licença ou afastamento médico e nem relação em atividades de elaboração ou distribuição das provas do exame.

Após ter sua inscrição homologada, o candidato deve participar da capacitação à distância, que será obrigatória para a habilitação na função. O objetivo principal será apresentar aos selecionados os procedimentos de aplicação, pressupostos legais e procedimentos de sigilo e segurança que são pertinentes à atuação profissional do certificador, para que as funções pertinentes ao cargo sejam aplicadas de forma confiável, profissional e adequada.

Mais de 8,6 milhões de pessoas já confirmaram a inscrição no Enem este ano, a nota do exame será utilizada na seleção de vagas para bolsas parciais e integrais (Prouni) em instituições particulares, além de vagas em universidades públicas (Sisu) e em cursos técnicos de instituições públicas (Pronatec).

Além de tais programas estudantis, o resultado final do exame também será requisito para o recebimento do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). O exame do Enem também pode ser usado como certificação do ensino médio, por maiores de 18 anos.

Miriã Marconi


O Departamento de Letras Modernas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP) está com 10 vagas em aberto, para o cargo de monitor bolsista.

A atuação é nos cursos de extensão de francês, para as áreas de audiovisual e webdesigner e no Núcleo de Apoio à Pesquisa Brasil-África.

O contrato do cargo é pelo prazo de seis meses, mas ele pode ser prorrogado por mais meio ano.

Os aprovados receberão bolsa auxílio, cujo valor ainda não foi especificado. A carga horária de trabalho ainda será determinada por uma comissão julgadora do departamento, com exceção do Núcleo de Apoio à Pesquisa Brasil-África, que tem jornada de 20 horas por semana.

Para os monitores da área de audiovisual e webdesigner, a bolsa tem valor de R$616,07. Já para o Núcleo de Apoio à Pesquisa Brasil-África, a remuneração é de R$700.

Os candidatos serão avaliados através da análise do currículo dos candidatos, teste objetivo, redação e entrevista, de acordo com o cargo desejado.

As inscrições deverão ser feitas diretamente na Secretaria do Departamento de Letras Modernas, no prédio de História e Geografia ou na Secretaria do Serviço de Comunicação Social, dependendo do cargo, até o dia 18 de junho.

No momento da inscrição, os candidatos deverão entregar os documentos especificados em edital, como o currículo, RG, CPF e histórico escolar.

Fonte: Diário Oficial do Estado de São Paulo

Por Matheus Camargo


A rede SESI de ensino está selecionando profissionais com Ensino Médio completo e curso profissionalizante na área de música, para trabalhar como Monitor de Educação Continuada na cidade de Caxias do Sul, interior do Estado do Rio Grande do Sul.

Também serão aceitos profissionais que com Ensino Médio completo e experiência comprovada em Carteira de Trabalho na área de música. Estes profissionais também deverão passar por uma prova específica de habilitação na área.

Os selecionados ministrarão aulas de canto. É indispensável que os candidatos também tenham bons conhecimentos em informática e rotinas relacionadas à área, além de desejável experiência em docência com crianças e adolescentes e em projetos sociais.

Para participar os interessados deverão enviar currículo para o e-mail:  [email protected]

Por R.D.





CONTINUE NAVEGANDO: