Escraviário nunca mais! Nova lei do estágio e as novas regras de contratação




Após a nova lei do estágio e as novas regras de contratação de um estagiário, os estudantes agora têm a oportunidade de passar por essa experiência da forma como sempre deveria: como um aprendizado.

Muitas empresas se aproveitavam da falta de uma legislação bem formulada para utilizar o estudante em áreas de atuação que não condiziam com a graduação em curso. Além disso, a carga horária e funções de um profissional, porém, com o salário de um estagiário, faziam com que estudantes não exercessem as atividades que deveriam.


Para combater essa exploração, criou-se a Lei do estágio. Com regras bem definidas, direitos e deveres, os estudantes têm a chance de pôr em prática a teoria ensinada nas universidades e faculdades. Além de ser uma grande oportunidade de ingressar no mercado de trabalho na área em que cursa, o estágio pode servir como uma porta de entrada para o futuro emprego.

Hoje, estudantes têm direito a férias remuneradas de 30 dias, carga horária definida de no máximo 6 horas, de segunda a sexta-feira, além de ser estritamente proibido o estudante exercer uma função que não condiz com a graduação exercida.

Portanto, se você é estudante e deseja trabalhar aprendendo, procure logo um estágio na sua área e não esqueça de conferir o contrato.


Relacionados



4 comentários em “Escraviário nunca mais! Nova lei do estágio e as novas regras de contratação

  • é eu quero uma oportunidade para um estagio como menor aprendiz pois tenho 17 anos e estou estudandO ainda…

  • Essa nova lei de stágio ainda é uma piada, o estagiário não tem o direito de ficar doente, pois se precisar de cuidados médicos será demitido. Eu estava grávida, faltei 2 dias e no 3º, sem nem ser avisada, pois estava em um hospital internada a minha gravidez era ectópica, fui demitida. É uma falta de respeito, pois temos os mesmos deveres de um funcionário normal e os direitos de um animal qualquer. É uma vergonha!!!!
    Sou estudante de Direito e tenho 26 anos.

  • minha filha trabalha como estagiaria a um ano em um escritório pequeno em Guarulhos, onde nunca exerceu a função para qual esta estudando e a qual foi contratada, ganhando uma miséria, mas como precisa da experiencia e jovem foi ficando, depois de um ano, avisaram as ferias dela 5 dias antes de sair de ferias e quase no dia de voltar ainda não recebeu o valor das ferias e ainda foi informada pelo whats que o dia que era para ela retornar ao serviço ela estava sendo dispensada, que era para ela só passar para assinar o documento, que falta de respeito, como se sente um adolescente que esta tentando iniciar sua carreira profissional desse jeito, e muita falta de respeito me senti indignada por não pode fazer nada, porque ela ser uma estagiaria e não ter nada que de o direito a ela de reclamar.

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *