Falta de Qualificação Profissional no Mercado de Trabalho




Procurar emprego pela internet é um dos meios mais simples e acessíveis, tanto para o conhecimento de novas oportunidades como, também, para a conquista de um posto de trabalho almejado. Por outro lado, a inclusão de currículos em sites pagos ou gratuitos revela uma realidade nada animadora: número de profissionais superior à quantidade de vagas ofertadas.

Outro entrave que apareceu veementemente durante o disparate da economia brasileira foi a falta de qualificação da mão de obra tupiniquim, vigente até hoje. Aliás, essa é uma das maiores reclamações das empresas. Uma pesquisa desenvolvida pela Curriculum.com.br, empresa virtual especializada na recolocação de profissionais no mercado de trabalho, revela que, na verdade, os maiores pré-requisitos das companhias nos processos seletivos são comprometimento, ética e responsabilidade.


O estudo aponta que dos profissionais atuantes nas mais de 500 empresas sondadas, os recrutadores consideram como características ideais a pro atividade, foco nos resultados e objetividade. Estas também são citadas como pontos a serem aprimorados cada vez mais.

De acordo com Marcelo Abrileri, fundador e presidente do portal Curriculum.com.br, quase 70% das empresas revelaram insatisfação com relação aos candidatos participantes dos processos de seleção, considerando-os, deste modo, pouco capacitados e qualificados.

Infelizmente, existem muitos profissionais altamente qualificados que por falta de cursos superiores ou cursos específicos não conquistam oportunidades. Por vezes, as rígidas regras dos Recursos Humanos devem ser quebradas, pois existem trabalhadores totalmente aptos para determinada tarefa que nem sempre conseguem a função porque suas habilidades às vezes não são demonstradas num simples pedaço de papel.


Por Luiz Felipe T. Erdei

Relacionados



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *