Para um mercado de trabalho cada vez mais competitivo é impossível não investir na formação para que se possa ampliar a experiência.

Nos grandes centros econômicos brasileiros, como as capitais, o profissional mais valorizado é aquele que se preocupa em estar sempre atualizado, buscando cursos e qualificação profissional, seja em curta, média ou longa duração. E como descobrir a formação que dará um “boom” na sua carreira? As tendências de mercado geram e assumem diversas áreas e se, por exemplo, você for formado em Comunicação, que tal fazer uma pós-graduação em Redes Sociais ou Marketing Digital? Ambas são grandes tendências nessa área. Mas você pode estar pensando: mas não tenho dinheiro agora para investir. Isso é mais comum do que se imagina e a boa notícia é que existem muitos cursos gratuitos oferecidos por universidades renomadas no país, basta fazer uma pequena busca sobre esse assunto.

Você também pode ampliar a sua experiência de trabalho conseguindo empregos na modalidade freelancer, sendo remunerado ou sendo voluntário de alguma instituição, é uma excelente escolha para o seu currículo, as empresas privilegiam, e muito, profissionais que façam voluntariado.

Se você não está empregado, por que não procurar alternativas que não estejam na sua área? Talvez seja possível descobrir uma nova profissão ou investir em uma nova carreira, que será mais satisfatória e poderá lhe proporcionar novos desafios e paixões. 

É necessário estar aberto a novas opções, querer desenvolver o intelecto e ter força nas mãos e no cérebro. Nesse atual mercado é preciso muita sagacidade, disposição, diferencial, conhecimento e muito, muito estudo. Se quiser mostrar que a sua capacidade, é bom começar a se mexer, levantar da cadeira e mostrar todo o potencial existente na sua cabeça e mãos; um trabalho conjunto entre cérebro e máquina, onde o resultado será bastante satisfatório tanto para o contratante quanto para o contratado. Afinal de contas, as duas partes querem lucrar, não é mesmo? E assim é que as empresas veem não só apenas com os olhos, mas analisam com a mente e a parte técnica.

O trabalho anda de mãos dadas com a formação e com a experiência, pois só é possível conseguir um tendo o outro. Não é nada demais pensar que se estuda muito, pois esse muito na sua concepção pode ser pouco para outros. Inúmeros profissionais batalham todos os dias para se desenvolver, ampliar o conhecimento e evoluir dentro da empresa onde trabalham. Mais do que investimento, agora é a hora de se dedicar profundamente para que se possa estabelecer uma vontade unânime: ter dinheiro; pois é com ele que todas as vontades são realizadas (ou quase todas, sem exagero).

Então levante dessa cadeira, vá se matricular em um curso para que assim, você esteja qualificado para ampliar a experiência de trabalho. 

Por Agnes Lutterbach


A cada dia o mercado de trabalho e a economia estão se expandindo cada vez mais. Para acompanhar essas mudanças, é preciso que os profissionais se atualizem e fiquem de olho nas tendências da sua área de atuação e no que o mercado está exigindo dela.

Muitos profissionais não sabem, mas às vezes fazer um curso atrás do outro pode não ser a melhor forma de se atualizar. Esta atitude, quando exagerada, acaba acarretando em perda de dinheiro e tempo.

De acordo com Mariá Giuliese, diretora executiva da empresa Lens & Minarelli, a busca de uma qualificação profissional não deve ser algo aleatório. Para te ajudar a fazer uma boa escolha, leia as dicas a seguir que foram elaboradas por profissionais da área de recursos humanos e desenvolvimento profissional:

1. Você deve descobrir o que realmente quer: para você fazer uma boa escolha profissional é preciso ter autoconhecimento. De acordo com Mariá, o profissional precisa unir formação e vocação antes de procurar qualquer especialização. Se você optar por fazer um curso profissional tenha muita clareza de suas metas antes. A consultora ainda afirma que a escolha do profissional precisa estar totalmente ligada à sua formação acadêmica. A dica é não seguir modinhas da atualidade, ou seja, cursos que a maioria das pessoas estão fazendo no momento só para atingir um certo status no mercado. Se você ir por esse caminho só estará reproduzindo as escolhas e os comportamentos dos outros. O mercado precisa de algo diferente, inovador e inédito.

2. Pesquise a tendência do mercado e o que ele procura no momento: ainda se todas as suas escolhas forem boas, não se sinta como se fosse o único dentro de uma caixinha de vidro, pois qualquer hora ela poderá quebrar. É preciso saber que a qualquer momento um outro profissional pode aparecer com uma nova ideia, um novo conceito e você pode ficar para trás. Por isso não fique parado e acomodado e tenha sempre uma visão de mercado. Faça uma análise antes de escolher um curso, senão você pode passar por um constrangimento por não poder colocar seu conhecimento em prática. Saber que o curso irá contribuir para a sua carreira é importante fundamental para seu crescimento, e você ainda poderá tirar proveito disso. Um curso que não tenha nada a ver com a área de um profissional pode apontar falta de objetivos da parte dele.

3. Faça pesquisas: antes de mais nada você precisa conhecer bem a instituição que escolheu para fazer o curso. Não se limite apenas ao nome da instituição, pesquise sobre o corpo docente dela, a grade programática, os aspectos, entre outros. Converse com pessoas que já frequentaram essa instituição e que já fizeram o curso que você escolheu. Peça opiniões dos colegas de trabalho e até de seu chefe, se for preciso. Segundo Mariá, o profissional deve investigar se seu curso está mais ligado à parte teórica do que à parte prática, ou vice-versa. O curso precisa atender às suas necessidades e expectativas.

O profissional que tem o costume de se atualizar constantemente tem a chance de manter sua estabilidade em um emprego, além de ser bem visto no mercado de trabalho. A busca por novos conhecimentos e desafios proporciona troca de informações entre as pessoas e estimula a criatividade na carreira. 

Por Daniela Almeida da Silva


Procurar emprego pela internet é um dos meios mais simples e acessíveis, tanto para o conhecimento de novas oportunidades como, também, para a conquista de um posto de trabalho almejado. Por outro lado, a inclusão de currículos em sites pagos ou gratuitos revela uma realidade nada animadora: número de profissionais superior à quantidade de vagas ofertadas.

Outro entrave que apareceu veementemente durante o disparate da economia brasileira foi a falta de qualificação da mão de obra tupiniquim, vigente até hoje. Aliás, essa é uma das maiores reclamações das empresas. Uma pesquisa desenvolvida pela Curriculum.com.br, empresa virtual especializada na recolocação de profissionais no mercado de trabalho, revela que, na verdade, os maiores pré-requisitos das companhias nos processos seletivos são comprometimento, ética e responsabilidade.

O estudo aponta que dos profissionais atuantes nas mais de 500 empresas sondadas, os recrutadores consideram como características ideais a pro atividade, foco nos resultados e objetividade. Estas também são citadas como pontos a serem aprimorados cada vez mais.

De acordo com Marcelo Abrileri, fundador e presidente do portal Curriculum.com.br, quase 70% das empresas revelaram insatisfação com relação aos candidatos participantes dos processos de seleção, considerando-os, deste modo, pouco capacitados e qualificados.

Infelizmente, existem muitos profissionais altamente qualificados que por falta de cursos superiores ou cursos específicos não conquistam oportunidades. Por vezes, as rígidas regras dos Recursos Humanos devem ser quebradas, pois existem trabalhadores totalmente aptos para determinada tarefa que nem sempre conseguem a função porque suas habilidades às vezes não são demonstradas num simples pedaço de papel.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Especialistas no setor de gastronomia dizem que este é o melhor momento da área. E, para quem está a procura de emprego, saiba que quem se especializa tem grandes chances de arrumar bons empregos no mercado atual.

E, para aqueles que não querem ser empregados, mas sonham em ter seu próprio negócio, já podem ficar mais animados, além de estar num bom momento, o setor parece que tende a melhorar com a Copa do Mundo de 2014 sediada aqui no Brasil. Portanto, quem estiver interessado tem até um tempo para se estruturar e abrir o seu negócio.

Vale lembrar a importância de se qualificar para oferecer com excelência o serviço.

Segue algumas dicas de sites para você se informar sobre os cursos na área:  www.bh.estacio.br, www.mg.senac.br, www.e-iga.com.br.

Boa sorte!


Essa dica é só para pessoas residentes na cidade do Rio de Janeiro. A Universidade PUC, através de sua coordenação central de cursos de extensão, esta com um projeto em parceria com empresas interessadas na qualificação de seus funcionários para oferecer cursos de qualificação.

É uma ótima oportunidade para investir nos talentos dentro da própria empresa e garantir sucesso com mão de obra especializada. Toda iniciativa de investimento no funcionário da própria empresa deve ser parabenizada, pois o empregado fica estimulado e mais apto a exercer a função que lhe foi confiada.

Muitas empresas fazem muitos processos seletivos externos, deixando de aproveitar, pessoas da própria empresa, que se tivessem acesso a cursos de qualificação, poderiam muito bem ser aproveitadas.

Mais informações sobre o projeto acessem o site da PUC www.cce.puc-rio.br.

Por Salete Dias


O desemprego afeta, além da situação financeira da pessoa, seu estado emocional o psicológico. Algumas vezes o individuo fica ate mesmo com depressão e, quanto maior o tempo de desemprego, maior será a pressão e os problemas, aparentemente, crescem significativamente.

Por isso, a Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) do governo de São Paulo, reconheceu esse “abismo” aberto em alguns currículos por esse fator e criou um programa que visa reorientar e recolocar a pessoa no mercado de trabalho.

Buscando no exterior esse auxilio, todos estão com um único objetivo formar um time contra o desemprego, entre para esta equipe você também!

Mais informações no site www.emprego.sp.gov.br/programas/qualificacao.

José Alberi Fortes Junior.


Mesmo sendo subordinado, aja como empreendedor, sugerindo processos e soluções. Use as características de alguém que faz acontecer com suas idéias e atitudes.

Exercitar a pró-atividade, a criatividade e a vontade de resolver problemas é um exercício necessário e fundamental para quem quer subir de cargos e começar uma bem sucedida vida profissional.

Caso a sua chefia imediata reconheça os valores e seu esforço, certamente ira conseguir promoções e poderá implantar várias idéias e soluções que irão facilitar seu trabalho e de seus colegas.

Por José Alberi Fortes Junior


O que leva uma pessoa formada em publicidade atuar na área administrativa? Ou um técnico de informática atuando na área comercial? Necessidade ou ato de coragem?

Algumas mudanças de ares e alteração de rotinas de trabalhos são feitas por pessoas corajosas, que têm perfis dinâmicos e que a graduação ou cursos completados não eram exatamente o que queriam, mas o que a oportunidade permitiu.

Outros, por falta de oportunidades na sua área de formação, optam por empregos em outras áreas para sobreviver. A médio ou longo prazo causa desconforto e muita frustração. Se especializar e manter-se atualizado é uma forma de voltar a atuar no ramo de preferência.

Por José Alberi Fortes Junior


O curso de Medicina Veterinária é concorrido e tem duração de cinco anos em média. Matérias básicas como anatomia e fisiologia de animais são estudadas no início do curso que também oferece disciplinas como radiologia e clinica cirúrgica tanto de pequenos como grandes animais. Os alunos saem do curso de graduação preparados para trabalhar em diversas áreas e pode escolher o melhor curso de especialização na área que desejar.

O mercado em constante crescimento oferece vagas em pets shop, em grandes frigoríficos, em fazendas e empresas de venda e compra de animais. Atualmente, o profissional especializado em clínica de grandes animais, que são gado, cavalos entre outros, tem trabalho garantido na área de inspeção de carnes para exportação. Os especializados em pequenos animais, como gatos, cachorros entre outro, podem trabalhar em clínicas particulares, tratando e cuidando desses animais em um setor que está cada vez mais aquecido.

Existe ainda a área de clinica de animais silvestres, onde o especializado pode trabalhar em reservas e projetos ambientais. O mercado mais farto de trabalho para a área está em grandes centros como Rio e São Paulo e também em regiões fartas de produção bovina como Centro Oeste do país.


Qualificação profissional. Muitas vagas deixam de ser preenchidas em todo o país por causa da falta de qualificação de mão-de-obra.

Para que nenhuma oportunidade seja perdida por causa desse fator, é necessário manter-se atualizado e frequentemente participar de cursos profissionalizantes que vão acrescentar o currículo do candidato no momento de uma seleção.

Diversos cursos são oferecidos gratuitamente, ou a preços populares por todo o país. É importante ficar atento às oportunidades que comumente são oferecidas.

Cursos extracurriculares enriquecem o profissional e causam boa impressão diante do empregador. Não perca tempo e procure um curso na sua área de atuação em sua cidade. Aqui nesse canal de empregos, vamos disponibilizar algumas opções para essa finalidade.





CONTINUE NAVEGANDO: