Dicas de como lidar com a TPM no trabalho

  

Seu colega de trabalho te pede uma ajuda e você faz uma cara feia? Seu chefe corrige seu trabalho e seus olhos se enchem de lágrimas? Essas situações fora de contexto podem apenas indicar um dia ruim, mas, se você estiver passando por isso, observe seu calendário e realize uma conta simples e…  É tudo culpa da temida TPM (Tensão Pré-Menstrual).

Mesmo sendo algo que, aparentemente, foge do controle às vezes, ninguém do seu ambiente de trabalho é obrigado a conviver com essas oscilações de humor, certo? Por isso, se você sofre desse mal, saiba que tomando algumas atitudes você aprende a lidar melhor com a patologia – sim, TPM é considerado uma doença – que todos os meses assombra grande parte das mulheres.

Cerca de dez dias antes do período da menstruação, as mulheres podem sofrer com inchaços, alterações do ritmo intestinal, retenções de líquido e, claro, terríveis oscilações de humor. Pode ocorrer também ansiedade, depressão, perda de concentração e muito nervosismo.

No ambiente de trabalho, por exemplo, a produtividade pode ficar comprometida pelas alterações físicas e neuroemocionais que a TPM causa. 




Para lutar contra a TPM, é melhor prevenir sempre do que remediar: em uma atitude preventiva, por exemplo,  deve-se restringir o álcool e praticar muitas atividades físicas.

O chocolate é um santo remédio e até pode ajudar, já que ele auxilia na liberação de serotonina para o cérebro, trazendo um certo conforto, mas mesmo assim, o consumo excessivo é desaconselhado. As calorias do chocolate podem trazer arrependimento mais tarde. É melhor aprender a evitar o chocolate em certas ocasiões, apesar da sensação de prazer e auto-satisfação que ele dá. Praticar alguma atividade física pode fazer a mulher se sentir muito melhor e reduzir todas as calorias, em vez de acumulá-las.

Outra dica importante vinda de profissionais é manter uma alimentação totalmente balanceada. Além do chocolate, é bom evitar comer doces e ingerir refrigerantes também. Comer frutas e legumes é o mais indicado. 
Em casos específicos é melhor procurar seu médico: fazer um tratamento com medicamentos, além do anticoncepcional, poderá ajudar em casos considerados mais graves. Em ambientes de trabalho, principalmente, vale o conselho do médico: “Se estiver irritada, nunca coloque a culpa na TPM. Controle-se sempre”.

Por Daniela Almeida da Silva

Nossos Cursos - Loja Online



Cursos de aprimoramento profissional Trabalhou.com.br. Visite nossa loja.



Post Comment