Pesquisa revelou que grandes executivos almejam novos mercados e experiências




Houve um tempo que o bom profissional era aquele que iniciava e findava sua carreira profissional em uma mesma empresa. Passar anos se dedicando ao trabalho dentro de uma única organização era sinônimo de reconhecimento pelos patrões e pela sociedade, mesmo nos casos em que estes longos anos de trabalho não tivessem qualquer relação com a satisfação e motivação do colaborador.

Mas será que este ainda é o conceito de excelente profissional que  o mercado valoriza? Parece que não. Segundo uma pesquisa realizada pela empresa americana PageGroup, especializada em  recrutamento executivo , mesmo os profissionais com histórico superior a 10 anos dentro de uma mesma organização desejam trocar de emprego a cada dois anos.


A pesquisa realizada contou com a participação de cerca de 800 profissionais durante o mês de maio, sendo que foram entrevistados pessoas de níveis hierárquicos distintos e apontou que cerca de 92% de executivos atuantes em cargos de média e alta gerência manifestam o desejo de alçarem novos voos no mercado, o que aponta que esta vontade de movimentação de mercado não se restringe apenas aos jovens profissionais.

“Mesmo os mais experientes buscam aprendizado contínuo e desafios em suas carreiras. A busca é mais estudada já que normalmente este profissional já tem uma série de obrigações e responsabilidades familiares. Apesar disso, a busca por melhores oportunidades continua forte neste nível profissional”, disse Sérgio Sabino, diretor de marketing do PageGroup para a América Latina.

A pesquisa realizada ainda mostrou um espelho daqueles que seriam os maiores motivadores da movimentação de mercado para estes profissionais.


– Falta de oportunidade de crescimento (27%);

– Vontade de trabalhar em uma empresa maior (14%);

– Atuar em outra área (13%).

O público atuante no mercado de técnicas e de suporte à gestão é outro perfil de profissional com anseios de movimentação no mercado, cerca de 94% destes profissionais demonstraram motivação para mudanças e apresentaram com razões os mesmos pontos citados pelos profissionais da alta gerência. 

Por Igor Lima

Relacionados



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *