Informações sobre a profissão de Comissário de Voo




Quem gosta de uma vida com aventuras, sem muita rotina e com certos prestígios, pode optar por ser Comissário de Voo.

Quem é que não se lembra da famosa aeromoça? Hoje esse termo – aeromoça – caiu em desuso. Primeiro porque não é exclusividade das mulheres e segundo, hoje readaptaram a nomenclatura por que um comissário tem funções muito mais importantes do que simplesmente servir o lanche durante o voo e assistir a tripulação.


Então, quais as funções de um comissário? São profissionais que têm como responsabilidade garantir um ambiente de tranquilidade, conforto e segurança para os passageiros, seja servindo um drinque de boas-vindas a bordo, administrando conflitos e comportamentos inconvenientes, ou zelando pela vida do passageiro, em caso de acidente. Na verdade funcionam muito mais como agentes de segurança a bordo e por isso estão preparados para qualquer emergência.

Por mais que seja fascinante, conhecer muitas cidades e países, ficando completamente fora de uma rotina de escritório e de uma jornada tradicional de trabalho, a profissão de comissário de bordo atrai muitos jovens. Mas é que você se engana pensando ser uma profissão simples, a rotina do trabalho é de extrema responsabilidade. O comissário não pode aparentar cansaço e o bom humor é imprescindível. Ele assegura a imagem da qualidade dos serviços das empresas, torna-se o cartão de apresentação dela.

Depois de saber o que realmente faz um comissário, agora deve estar se perguntando: Como faço para me tornar um? Que requisitos devo ter?


Para ser Comissário de Voo, em primeiro lugar a pessoa precisa ser muito atenciosa e simpática, boa aparência também é imprescindível.

Algumas características desejáveis:

– Autocontrole, boa aparência, boa saúde, capacidade de adaptação a novas situações, habilidade de comunicação, capacidade de decisão, habilidade de lidar com o público, ser desembaraçado, discreto, ter equilíbrio emocional, ter firmeza, gostar de servir, habilidade para mediar conflitos, iniciativa, paciência, senso de responsabilidade e simpatia.

Por Luciana Viturino

Relacionados



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *