Carreira em Fisioterapia – O Que Faz, Mercado de Trabalho, Salários

Categorias: Fisioterapeuta - Fisioterapia - Guia de Profissões - Profissão - Profissões

Confira aqui ais detalhes sobre a carreira e o mercado de trabalho em Fisioterapia.

A Fisioterapia corresponde à área da saúde cuja responsabilidade é prevenir, diagnosticar e tratar pacientes que tenham algum distúrbio de movimento e também distúrbios funcionais seja de órgãos ou de sistemas. Ou seja, a Fisioterapia atua diretamente na recuperação do paciente, bem como na preservação de órgãos, sistemas e funções. O fisioterapeuta, profissional da Fisioterapia, é o responsável por tratar problemas e doenças que decorrem de traumas, acidentes, alterações genéticas, por meio de um processo, que começa na busca pelo alívio do sofrimento do paciente para, em seguida, prosseguir com o tratamento na tentativa de recupera-lo, reinserindo-o em sua rotina anterior, promovendo, desta forma, a saúde e a qualidade de vida dos pacientes.



Com relação aos métodos de tratamento, a Fisioterapia emprega tanto meio físicos, tais como exercícios, massagens, manipulação de estruturas articulares, aplicação de calor ou frio, estimulação elétrica de tecido neuromuscular, hidroterapia e reeducação cardiorrespiratória.

ÁREAS DA FISIOTERAPIA

Segundo o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO), a Fisioterapia engloba não somente os casos de reabilitação de pacientes, como também:

  • Fisioterapia em acupuntura: prática com origem da medicina oriental e que consiste em estimular pontos do corpo por meio de agulhas, com o intuito de tratar disfunções, prevenir doenças e reduzir dores localizadas;
  • Fisioterapia aquática: consiste em utilizar a água no tratamento da dor, bem como no fortalecimento da musculatura, recuperação das articulações, melhora na postura e na capacidade respiratória;
  • Fisioterapia Cardiovascular: tem foco no tratamento de pacientes com casos relação ao sistema cardiovascular, tais como Infarto Agudo do Miocárdio, Insuficiência Cardíaca, entre outros. O tratamento consiste na aplicação de exercícios respiratórios e também físicos, a fim de estimular o fortalecimento muscular;
  • Fisioterapia Dermatofuncional: volta-se, sobretudo, para a recuperação da pele tanto por questões patológicas quanto estéticas, seja em virtude de estrias, cicatrizes, feridas, manchas na pele;
  • Fisioterapia Esportiva: diz respeito aos fisioterapeutas que acompanham atletas a fim de prevenir e tratar lesões. O foco principal desta área corresponde à tentativa de minimizar os impactos causados pela prática esportiva, bem como tratar os possíveis traumas que possam surgir;
  • Fisioterapia do Trabalho: tem foco no tratamento lesões resultantes de esforço repetitivo e/ou postura inadequada, por exemplo, que são os maiores responsáveis por provocar o afastamento dos trabalhadores. Assim sendo, o papel do fisioterapeuta do trabalho prevenir estes possíveis quadros, bem como promover atividades que contribuam para a melhora do ambiente de trabalho.

Existem diversas outras áreas de atuação para profissionais formados em Fisioterapia. Apresentamos apenas alguns exemplos que dão conta de demonstrar a extensão do campo de trabalho de um fisioterapeuta.



Quanto à remuneração salarial, ela varia conforme o estado em que o profissional atuar. No entanto, se fossemos pensar em um valor médio, é possível afirmar que o fisioterapeuta ganha, em média, R$2.050,00. Entretanto, há estados em que este valor é relativamente maior, e em outros em que é menor. Por isso, é importante que o interessado consulte os sindicatos estaduais para se informar acerca de salários. Porém, é claro que existem os profissionais autônomos, que definem o preço de seus atendimentos conforme as determinações do COFFITO.

Um curso de fisioterapia dura em média cinco anos, e expõe o estudante ao contato com substâncias tóxicas e também envolve o estudo com cadáveres. Por isso, caso você esteja pensando em cursar Fisioterapia, tenha certeza de que está preparado para realizar este tipo de atividade.

Diversas faculdades espalhadas pelo Brasil oferecem o curso de Fisioterapia. Na região Norte, por exemplo, a UEPA, do Pará, e a Ulbra, em Rondônia; na região Nordeste, a UFRN, do Rio Grande do Norte e a UFPB, na Paraíba; a Unb, em Brasília, e a UFG, em Goiás, oferecem o curso na região Centro Oeste; a UFRJ e a USP, na região Sudeste; e também a UFPR, UFSC UNIPAMPA, na região Sul. Existem muitas outras faculdades que também oferecem o curso de Fisioterapia, por isso, caso você tenha interesse em se tornar um/uma fisioterapeuta, deve buscar a alternativa que melhor se adequa à sua realidade.

Sabrina Ferraz Fraccari



Próximo Post

Não há mais posts

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *