Dicas de como desenvolver seu senso crítico



  

Você sabe o que é ter senso crítico? Normalmente se ouve muito a respeito de senso comum, senso de humor, bom senso, etc. E sempre todos estes jargões estão relacionados com a palavra “senso”. Nunca paramos para pensar o que essa palavra significa e o que ela representa para nós. Afinal, o que devemos saber sobre senso crítico e como podemos desenvolvê-lo? Eis aqui algumas dicas:

1. Desprendendo do senso comum:

Quando todos concordam com uma mesma opinião, por exemplo, ou quando uma ideia está vinculada ao padrão de pensamento coletivo, podemos dizer que há um senso comum sobre elas. Em geral, o senso comum permeia as classes menos beneficiadas, pois ele está diretamente ligado com a educação recebida e também com os meios de comunicação que a pessoa está envolvida. Por isso, se você quer desenvolver o senso crítico, deve se desprender de ideias de senso comum, ou seja, deve parar de pensar igual à maioria. Uma pessoa com senso crítico está sempre em busca da ciência, de reflexões, pesquisas e de tudo que é concreto e pode ser comprovado. O senso crítico pode ser considerado um bem para a sociedade quando empregado de cultura e ideias inovadoras. Um indivíduo que preza pelo senso crítico jamais se deixará levar pelos outros, pois aprimora sua maneira de pensar às suas capacidades intelectuais, e para ele, o conhecimento é sempre aproveitável.

2. Pense de maneira crítica:

A melhor forma de você adquirir senso crítico é pensar de maneira crítica, ou seja, questionar tudo e qualquer coisa que lhe impõem a respeito. Tente solucionar seus problemas de forma coerente, estudando e refletindo sempre qual a melhor alternativa para resolvê-lo. Você pode também participar de debates para aumentar seu poder de argumentação, e colaborar com conhecimentos de diversas naturezas. Nunca deixe de ler sobre vários assuntos e pesquisar sobre tudo que você ainda não sabe.

3. Estude muito:




É difícil pensar de maneira crítica sobre os problemas de sua área de atuação se você não tem grande entendimento sobre a mesma. Isso significa que você deve estudar muito. É preciso ler, conversar com pessoas das mais diversas áreas e linhas de pensamento e comparar vários exemplos práticos para formar seu próprio pensamento acerca do tema em questão.

4. Cuidado com o emocional e os “joguinhos”:

Pessoas têm seus próprios interesses e estão, em geral, mais interessadas em tecer julgamentos e opiniões que reforcem suas posições. Quando contrariadas, algumas pessoas podem apelar para o lado emocional ou partir para a pressão, os famosos “joguinhos”.

Por isso, mantenha sempre seu foco na argumentação, não no tom ou em quem está envolvido com a questão. Mantenha distância emocional do objeto em discussão.

Dicas de livros:

  • Senso Crítico de David Carraher
  • Freakonomics, de Steven Levitt e Stephen Dubner

Por Daniela Almeida da Silva

Nossos Cursos - Loja Online



Cursos de aprimoramento profissional Trabalhou.com.br. Visite nossa loja.



2 Comentários - Escrever um Comentário

Post Comment