Como superar um erro cometido no trabalho



Para superar um erro cometido na empresa é preciso ter resiliência, autoconfiança e atitude.

Uma das maiores dificuldades de qualquer profissional, em qualquer área de atuação, é encarar e saber lidar com os próprios erros, principalmente se o erro reflete negativamente e acarreta em desdobramentos negativos para a empresa e para o próprio funcionário. Diante deste cenário, o que fazer para lidar melhor com essas situações e seguir em frente?

Uma das características citadas como de maior importância para a superação de frustrações e falhas é a resiliência. O dicionário Priberam define resiliência como uma capacidade de se recuperar e superar as adversidades.

É claro que a definição se estende quando tratamos do tema pelo viés das ciências humanas, mas é inegável que essa característica é indispensável para todos nós, principalmente no âmbito profissional, pois as responsabilidades do dia a dia requerem dinamismo e capacidade de superação para seguir em frente e aprender com os erros.

É importante salientar que para superar graves erros com resiliência é preciso ter autoconfiança e atitude. Essas dicas foram reveladas pela psicoterapeuta Clarice Barbosa em entrevista para o site UOL (página de Economia / Plano de Carreira).



A psicoterapeuta declara também que uma grande dificuldade que o profissional encontra após o cometimento de um grave erro é o fato de ter que encarar novamente os colegas de trabalho, o chefe e a rotina de trabalho. Para isso, o profissional deve, primeiramente, reconhecer o erro e gastar energias para buscar possíveis soluções, ao invés de se martirizar com pensamentos de culpa, o que causa um conflito interno e corrói a autoconfiança. Como consequência a resiliência é prejudicada.

Outro aspecto relevante levantado é a posição diante dos colegas de trabalho. Comentários a respeito do ocorrido devem ser evitados, contudo a posição de passividade pode prejudicar e levar a um conflito interno que dificultará a permanência da pessoa na empresa.

Se o erro causou demissão do funcionário, não há o que reparar para a antiga empresa, mas o ocorrido pode e deve fazer com que o profissional busque o aprendizado a partir do erro, pois do contrário a pessoa pode cair em depressão, o que seria uma perda maior do que a própria demissão.

Por André César


Nossos Cursos - Loja Online



Cursos de aprimoramento profissional Trabalhou.com.br. Visite nossa loja.



Post Comment