Dicas de como lidar com a competição no ambiente de trabalho




Algumas pessoas não sabem, mas a competição é um sentimento negativo. Por outro lado, a ela tem instinto primitivo de preservação, em que temos a necessidade de sobressairmos para conseguirmos o melhor posto, e em consequência disso uma melhor sobrevivência.

O lugar em que mais se vê competições com certeza é em um ambiente de trabalho, pois é ali que estão todas as nossas competências. No entanto, nem sempre as competições são vistas como boas, há pessoas que não conseguem lidar com isso, e se esse for o seu caso, aprenda com algumas dicas como evitar que isso aconteça:  


– Seja prudente:

Você precisa entender que com ou sem competições há regras a serem seguidas e que isso sim faz diferença. Não é a capacidade de conseguir competir e sim a de fazer a diferença, respeitando o limite dos outros, que fará você chegar a algum lugar.  

– Saiba perder:


Saber perder também é uma característica de um grande vencedor. Quando estamos cientes de nosso valor como profissional, essa característica é vista como algo positivo, mas quando a dúvida e o medo perduram, é sinal de que você não acredita em si mesmo. Nesse caso, reveja a possibilidade de melhorar seu ponto de vista a respeito de você e de outras pessoas, por exemplo. Quando alguém alcançar um objetivo sinta-se vitorioso como ele e não fique desanimado.  

– Esteja preparado:

Não é porque existe competição em seu ambiente de trabalho que você deve estar o tempo todo competindo. Saiba reconhecer seus pontos fracos e fortes e usá-los apenas a seu favor. Tenha uma posição neutra para qualquer tipo de situação recorrente e saiba esperar.

– Faça a sua parte:

Se o assunto é competição, então nada melhor que competir com você mesmo, ou seja, vença seus próprios medos, sua ansiedade e seus sentimentos negativos. Saiba que fazendo a sua parte você estará colaborando com suas obrigações sem afetar ninguém. Não perca tempo tentando agradar alguém, seja você mesmo.

Por Daniela Almeida da Silva

Relacionados



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *