Saiba como dizer NÃO no trabalho



  

Não é difícil de encontrar profissionais, não importando o seu setor de atuação, que em um momento ou outro no exercício de sua função sabe que deve dizer um “não” e acaba respondendo com um “sim”. Geralmente quando alguém faz isso uma das primeiras sensações que aparece é a do desgosto, da frustração e até mesmo da raiva. O motivo para isso é bem simples: imagine que a pessoa já está cheia de trabalho para fazer, seu colega aparece e pede para ele dar uma ajudinha…e a pessoa vai. Como resultado vai ter trabalho acumulado.

Pode não parecer, mas sair respondendo sim para tudo que é pedido, profissionalmente falando, acaba por roubar muito o tempo da pessoa.

Os motivos que levam alguém a dizer sim quando deveria ser um não pode ser os mais variados possíveis. A pessoa pode querer parecer mais solicita e disposta e etc.

Dizer não no trabalho é bastante simples. Entretanto, o profissional precisa ser assertivo, ter certeza do que é importante no momento, uma boa dose de coragem e claro, respeito com o próprio tempo e produtividade.

A lista abaixo traz alguns itens para reflexão nesse assunto:




– Não se envergonhe por dizer não: Nenhum profissional tem a capacidade física e psicológica de ser “o bonzinho” o tempo todo. É interessante observar que qualquer pessoa tem problemas em dizer não. Mas fica o aviso: geralmente quem ouve um não (com decência) de alguém pode até despertar uma certa admiração. É algo do tipo: ele consegue dizer e eu não! De qualquer maneira é bom se policiar para não ofender ninguém.

– Sem adiamentos: Se é para dizer não diga logo e pronto. Quando se adia a decisão tomada a única coisa que se está fazendo é prolongar a aflição.

– Não crie desculpas ou mentiras: Se não dá para ajudar um colega ou ainda pegar tal atividade do chefe explique que aquela sobrecarga poderá prejudicar a qualidade e a produtividade. É uma forma racional e realista de explicar o motivo do não. Bem  melhor do que dizer que está com dor de cabeça ou que tem que pegar o filho na escola.

– Não para o chefe: Quando se trata do chefe a dificuldade de dizer um não é bem maior. Vale a mesma dica anterior. É bom criar uma lista e deixar claro para ele quais são as principais prioridades no momento. É o caso, por exemplo, de um convite para uma festa. Se o profissional for e depois não ter como entregar o trabalho em dia é problema. A ausência muitas vezes é justificada pela competência.

Por Denisson Soares

Nossos Cursos - Loja Online



Cursos de aprimoramento profissional Trabalhou.com.br. Visite nossa loja.



Post Comment