Governo pode Aumentar Faixa de Isenção do Imposto de Renda 2017



  

Governo estuda ampliar a faixa de contribuintes isentos da Declaração do Imposto de Renda.

Fazendo diversas medidas para retomar a economia do país, o Governo Temer continua promovendo diversas mudanças. Com o índice de rejeição altíssimo, o Governo Federal estuda uma maneira de agradar ‘gregos e troianos’. A última medida de maior impacto foi promovida pela FGTS inativo, onde o Governo decidiu liberar o saque para os trabalhadores que tiveram o valor retido quando pediram demissão. O valor a ser pago é referente às contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço até o ano de 2015. O calendário para os saques já foi liberado e o Governo estima aquecer a economia do país novamente. Os trabalhadores podem consultar no site da Caixa Econômica Federal se possuem direito ao saque do FGTS inativo.

Isenção do Imposto de Renda

Outra medida que prevê aumentar a popularidade do Governo Temer é referente ao Imposto de Renda. Atualmente os contribuintes que recebem até R$ 1.903,98 não precisam pagar esse imposto, porém, quem ultrapassa essa faixa mensalmente tem que contribuir, onde o valor descontado vai de acordo com a renda do indivíduo. Quanto maior for o rendimento, maior será o desconto do imposto.

O desconto desse imposto gera muitos questionamentos, e claro, quem contribui acaba ficando insatisfeito, mas isso pode mudar. Michel Temer tenta inverter esse quadro e conseguir agradar essa parcela da população. Segundo informações do Jornal O Estado de São Paulo, o atual presidente do país deseja aumentar consideravelmente a faixa de isenção do Imposto de Renda. Chegou a ser estimado que quem ganhasse até R$ 8 mil mensais não seria necessário contribuir com o imposto, porém, rapidamente essa informação foi negada por Eliseu Padilha, ministro da Casa Civil.

O programa que é disponibilizado para a declaração do Imposto de Renda só estará disponível a partir de 23 de Fevereiro, estando habilitado para receber as declarações em 2 de Março. Caso essa medida de isenção do Imposto de Renda seja aprovada, a mesma só valerá para o próximo ano, porém, a faixa já será aplicada referente à declaração de 2017.




Visando os super salários, que são uma fatia bem menor da população, o Governo Temer também busca criar uma nova faixa para quem recebe mais de R$ 20 mil mensais, onde poderão pagar cerca de 30% do Imposto de Renda.

Sobre o IRPF

O Imposto de Renda é obrigatório em diversos países, onde pessoas físicas e jurídicas precisam comprovar os seus bens para o Fisco, realizando a declaração anual dos seus rendimentos. A quantia descontada do IRPF é proporcional aos ganhos obtidos pelo contribuinte.

Seja através de um carnê específico ou descontado direto na folha de pagamento, os contribuintes também devem fazer a declaração anual que ocorre sempre entre março e abril de cada ano. O contribuinte deve contar como renda; salários, aposentadorias, aluguéis, entre outros que complementam a renda mensal do contribuinte.

Diego Jose Laureano

Nossos Cursos - Loja Online



Cursos de aprimoramento profissional Trabalhou.com.br. Visite nossa loja.



Post Comment