Consulta ao 2º Lote de Restituição do Imposto de Renda 2017

  

Receita Federal libera consulta ao 2º lote do IRPF 2017.

Para os milhares de contribuintes brasileiros que declaram imposto de renda (ano base 2016), aqui vai uma boa notícia: A Receita Federal (RF) anunciou no último dia 07 de julho, que vai começar a liberar neste mês de julho o dinheiro referente à restituição de valores do imposto de renda de pessoa física.

Esta é uma boa notícia para quem precisa de um dinheiro extra para por algumas contas em dia, pagar aquela velha dívida ou até mesmo usar o dinheiro para algum tipo de investimento, seja em banco ou para dar entrada em algum imóvel.

A Receita Federal declarou que todos os valores começarão a ser depositados nas contas correntes dos contribuintes que têm direito à restituição a partir do próximo dia 17, na segunda-feira deste mês de férias escolares do meio de ano.

O órgão informou que os repasses dos valores deverão ser feitos para as instituições bancárias que os contribuintes tenham informado nas respectivas declarações enviadas pela internet e que fazem parte do ano calendário anunciado para as restituições.

A liberação dos respectivos nomes dos contribuintes que deverão fazer parte desta segunda remessa deverá ser liberada a partir do próximo dia 10 (segunda-feira) e poderá ser consultada no próprio site da RF: www.receita.fazenda.gov.br. A pesquisa estará disponível a partir das 9 horas da manhã do mesmo dia.




Com esta medida, a instituição espera que quase 1.500.000 contribuintes possam ser beneficiados, o que corresponde a um total de quase 3 bilhões de reais a serem repassados a estes declarantes.

Vale salientar que os valores serão referentes às declarações informadas entre 2008 e 2016, as chamadas restituições residuais.

Para facilitar a vida dos contribuintes, o órgão que sempre vem investindo em tecnologia informou que o acesso aos contribuintes que irão receber os valores poderão ser acessados também através dos chamados dispositivos móveis tais como smartphones e tablets.

Neste ano, em cumprimento ao que determina a Lei 9.784/99, em seu artigo 69, parte do valor a ser restituído deverá ser pago primeiramente aos contribuintes portadores de doenças graves, aos portadores de algum tipo de deficiência física ou mental e aos idosos. Os valores correspondentes a este grupo somam cerca de R$ 1,5 bilhões.

Emmanoel Gomes

Nossos Cursos - Loja Online



Cursos de aprimoramento profissional Trabalhou.com.br. Visite nossa loja.



Post Comment