Google dá bolsas de estudo em ciências da computação no Brasil



  

As oportunidades são para mestrado e doutorado e as inscrições dos projetos já podem ser feitas. Os trabalhos selecionados receberão auxílio de até R$ 2.500.

Bolsas de mestrado e doutorado serão oferecidas pelo Google neste mês de junho na América Latina através do Google Research Program. A gigante da internet tem o intuito de recrutar taltentos que venham a ajudar na solução de problemas na web. Além disso, o projeto vista fomentar a pesquisa científica.

O Google começou no dia 01 de junho a ajudar em questões financeiras projetos acadêmicos para a área de ciências da computação. A empresa irá dar 750 dólares ao mês para bolsas de mestrado e 1.200 dólares a doutorandos.

Com o nome de Research Awards in Latin America, esse programa do Google está disponível no Brasil devido a uma parceria da empresa com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Somente instituições latino-americanas poderão apresentar os projetos neste programa. Os professores que orientarem esses trabalhos, também terão um auxílio de 675 dólares para os mestrados e 750 dólares para doutorados.



As dicas para pesquisas a serem feitas e que devem ter boas chances de conseguir uma bolsa, são para áreas como a tecnologia de cidades inteligentes, convergência nas plataformas de entretenimento e internet das coisas.

Inscrição

Para os interessados em fazer parte deste processo seletivo do Google e tentar uma bolsa, a inscrição deve ser feita pelos professores orientadores que deverão preencher o cadastro e enviar os projetos de seus alunos no site do Google Research Program – https://research.google.com – até o dia 06 de julho de 2015. A divulgação dos resultados com os projetos que serão beneficiados pelo programa acontecerá no mês de agosto deste ano.

Vai ser a segunda vez em que o Google financiará as pesquisas acadêmicas do Brasil e na América Latina. No ano de 2013, a companhia elaborou um programa que viabilizava 300 mil dólares para bolsas em cinco projetos de pesquisas em instituições de ensino convidadas. Uma delas era a Universidade Federal de Minas Gerais, a UFMG.

Segundo Berthier Ribeiro Neto, que é diretor de Engenharia do Google, o certame vai levar em conta para a avaliação três critérios:

  • Alinhamento com a estratégia da empresa;
  • Potencial de impacto da pesquisa;
  • Qualidade geral do projeto.



Post Comment