O que é a produtividade tóxica?

Você é viciado em produtividade?

O termo “produtividade tóxica” é usado para se referir a pessoas viciadas em trabalho. Mas a situação real de hoje faz com que o termo seja aplicado a alguém que trabalha além de suas funções, até mesmo da sua capacidade.

É ótimo ser produtivo, mas às vezes, perseguimos tanto a produtividade que ela nos torna bem improdutivos. É fácil ler muito sobre como ser mais produtivo, mas não se esqueça de que você tem que recuperar esse tempo.

De acordo com vários especialistas, os sinais abaixo podem indicar se alguém está tendo uma produtividade tóxica:

1. Sentir-se um fracasso se não for produtivo.

Um dos entendimentos de ser produtivo no campo empresarial é parar de trabalhar quando a tarefa estiver concluída. Mas não para alguém que tem um grande desejo de ser produtivo. A produtividade tóxica pode nos fazer sentir um fracassado.

2. Avaliar-se com base no que ainda não fez.

Se você se medir com base no que não fez, você pode correr tão rápido que perde o que conseguiu.

3. Sentir-se culpado por relaxar.

Desfrutar do tempo de lazer sem se sentir culpado é raramente experimentado por alguém com produtividade tóxica.

4. Cansaço inusitado.

Sentir-se anormalmente cansado pode ser um sinal de que você está experimentando produtividade tóxica. Isto geralmente é sentido quando você acorda de manhã e se sente cansado.

Veja os três tipos de produtividade extremas

1. Eficiência obsessiva.

Suas mesas são super arrumadas e suas canetas provavelmente são organizadas por cores. São mestres na ‘caixa de entrada vazia’, mas não sabem a diferença entre eficiência e eficácia.

2. Egoisticamente produtivas.

Eles estão tão concentrados em seu próprio mundo que se lhes for pedido que façam algo fora dele, eles não estão interessados.

3. Obcecados pela quantidade.

Eles pensam: “Quanto mais e-mails eu respondo, mais reuniões eu participo, mais tarefas eu faço, maior é o meu desempenho”. Como resultado, eles enfrentam um risco real de esgotamento.

Os indivíduos “obcecados pela quantidade” são os mais comuns porque há uma crença generalizada de que ‘mais’ significa ‘melhor’ no trabalho.

Como saber se você está viciado em ser produtivo?

Tente responder a uma das questões abaixo:

– Você pode dizer quando você está “perdendo” tempo? Se sim, você já se sentiu culpado por isso?
– A tecnologia desempenha um grande papel na otimização da gestão de seu tempo?
– Você fala do quanto está ocupado a maior parte do tempo? Na sua opinião, é melhor fazer menos?
– Qual é a sua relação com sua caixa de entrada de e-mail? Você está constantemente verificando-a ou recebe notificações?
– Quando você verifica apenas um item de sua lista, você se sente culpado?
– O estresse do trabalho interfere em seu sono?
– Você tem adiado as coisas, como férias ou um projeto paralelo, porque está “muito sobrecarregado”?

Passo a passo, aprenda a relaxar. Aprenda que a produtividade não é tudo.

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.