Empresas utilizam software eficiente para selecionar candidatos



As grandes empresas estão usando outras formas de receber as centenas de currículos recebidos quando se abre alguma vaga. É o caso do Grupo Votorantim que demora, em média, de 7 a 10 dias para organizar, manualmente, todas as inscrições para uma oportunidade na empresa.

Contudo, no ano passado a organização teve uma ideia de usar um software para agilizar todo esse processo. Hoje eles usam um sistema que consegue processar de uma só vez o perfil de 12 milhões de profissionais incluídos na rede social LinkedIn.



O programa possui 30 filtros que separa cada quesito dos profissionais, como trajetória acadêmica, áreas de interesse, idiomas e outras habilidades. Esse trabalho auxilia os recrutadores a buscar o melhor perfil para cada vaga aberta na empresa. E o sistema consegue ir além. Ele obtém dados dos profissionais externos que buscam oportunidades como retém informações sobre os funcionários do próprio Grupo Votorantim, como saber de onde eles vieram e para onde vão quando saem da empresa.

A gerente de captação do grupo, Paula Giannetti, explica que a triagem tradicional de currículos já não é mais eficiente para que eles consigam pessoas qualificadas para trabalharem na empresa. O software, conhecido como Big Data – estilo de um jargão em inglês – vem ganhando espaço nas grandes organizações não só para angariar dados de milhões de perfis profissionais, mas também revelar padrões comportamentais e tendências, que pode ser usado tanto para contratar quanto para promover um funcionário interno.

O sistema quebra a limitação que existe da análise tradicional de currículos e a incontrolável subjetividade que existe nos recrutadores, dificultando a contratação ou promoção. O processo não fica apenas em auxiliar a agilizar as demandas das análises profissionais, mas engloba maior precisão na hora do recrutamento.



E não é só o Grupo Votorantim que embarcou nessa nova tecnologia. O Google criou o Janus em 2010 para analisar todas as informações profissionais de seus empregados. Dentre as várias utilidades do programa, a empresa descobriu que as funcionárias com filhos têm duas vezes mais chance de deixar o Google. Com essa informação a organização ampliou alguns benefícios. 

Por Carolina Miranda

Nossos Cursos - Loja Trabalhou


Cursos de Aprimoramento Profissional. Visite nossa loja.




Post Comment