Pedido de Demissão – Direitos do profissional

Se pedir demissão o profissional não poderá contar com alguns direitos trabalhistas.

Pode chegar um momento na vida do trabalhador que ele pensa em pedir demissão do seu atual emprego. Porém, a pessoa pode ter em mente algumas dúvidas sobre o que fazer para não perder os seus direitos profissionais. Confira algumas dicas!

– O básico!

Se você vai pedir demissão vai receber as versas rescisórias normalmente como o salário, saldo do salário faltante, férias vencidas (valor proporcional a um terço das suas férias e o cálculo é realizado pelas parcelas que foram vencidas e também as proporcionais) e o décimo terceiro salário (proporcionalmente aos meses que trabalhou).

– Não vou ter direito!

Quando se pede demissão você não poderá contar com:

·         Seguro-desemprego (a decisão de sair do trabalho foi do funcionário);

·         Multa pela dispensa sem justa causa (40% do Fundo de Garantia);

·         Fazer o saque do Fundo de Garantia que ficou acumulado até o meu pedido de demissão. Porém, o dinheiro que está depositado no fundo não será perdido, mas o mesmo renderá com juros e correção. O resgate do dinheiro poderá ser realizado depois de três anos com o fundo em estado inativo (há possibilidade de saque para compra de casa própria, amortizar dívidas, entre outros).

Outro ponto importante antes que a pessoa peça a demissão, e esse fator é obrigação do profissional, é dar um aviso prévio com antecedência de 30 dias. Se a pessoa não quiser trabalhar nesse período, será descontado o valor na sua remuneração.

Dicas antes de se demitir:

·         Pense antes de pedir a demissão. Coloque na balança os prós e contras e observe se a decisão é a correta.

·         A emoção deve ser contida no momento de se demitir. Não desabafe com o seu chefe para não deixar o clima ruim. Comunique o desligamento e seja transparente.

·         Fale primeiramente com o seu chefe. Não diga nada antes para colegas, pois não queremos que isso caia em ouvidos de terceiros antes da pessoa correta.

·         Pode acontecer que a empresa queira você devido as suas habilidades. Pode aparecer uma contraproposta. Ouça bem o que o chefe tem a dizer, mesmo se a sua decisão já foi tomada.

·         Tenha bem claro na mente o motivo da demissão e os planos que tem depois disso acontecer. O mercado não é algo fácil de lidar.

·         Se você não terminou um trabalho importante, finalize o mesmo antes de pedir a demissão. Nada de deixar coisas pendentes.

·         Outra boa dica é sair deixando as portas abertas para uma volta no futuro. 

Posts Recentes

Inicie sua carreira com o programa de trainee da Philip Morris Brasil

Philip Morris busca novos talentos para seu programa de trainees, com processo seletivo online e entrevistas em inglês. Inscreva-se já.… Leia Mais

Paraná recebe nova fábrica com 4,2 mil empregos: veja como se candidatar

Com um investimento de R$ 450 milhões, a nova fábrica da Unium em Castro promete gerar 4,2 mil empregos, trazendo… Leia Mais

Estágio na Falconi: 40 vagas com salário de R$ 2 mil e mais benefícios

Estudantes de Engenharia, Administração e mais têm chance de estágio na Falconi. Salários de R$ 2 mil e benefícios. Vagas… Leia Mais

Diversidade e inclusão: AMBEV lança vagas de trainee para 2024

AMBEV abre vagas de trainee com salário de R$ 7 mil, para recém-formados de qualquer curso superior. Inscreva-se e participe… Leia Mais

Trainee Sebrae-GO: salário de R$ 4,7 mil e oportunidades exclusivas

Formado recentemente? O Sebrae-GO tem vagas de trainee com salários de R$ 4,7 mil. Processo seletivo inclui provas e entrevistas.… Leia Mais

Estágio remunerado na DPDF: 120 vagas para estudantes de direito

A Defensoria Pública do DF abre 120 vagas de estágio para estudantes de direito, com inscrições abertas até 25 de… Leia Mais