Pagamento do PIS-Pasep começa em 2018 e segue até 2019 com valores que vão de R$ 80 a R$ 954, de acordo com o tempo de serviço do colaborador.

Uma boa notícia para os trabalhadores que ainda não usufruíram de seus direitos sobre o PIS-Pasep. Iniciou a partir do dia 26 do mês julho deste ano, numa quinta-feira, o processo de pagamento do devido abono salarial chamado PIS-Pasep dentro do período de calendário que abrange 2018 e 2019, cujo ano-base é 2017. Com relação ao caso do PIS, este tipo de pagamento se destina, sobretudo, aos trabalhadores pertencentes à iniciativa privada, cuja data de nascimento seja no mês de julho, e no caso do Pasep, o mesmo se destina, sobretudo, aos servidores públicos cujo final do cadastro da inscrição seja 0.

A quantia a ser paga em forma de abono salarial vai variar entre os valores de R$ 80 a R$ 954, em plena conformidade com o tempo em que o colaborador trabalhou formalmente no ano de 2017.

Deste modo, terão direito a esse abono as pessoas que receberam, na média geral, em torno de dois salários mínimos por mês, registrados na carteira de trabalho, com o histórico de que exerceu a atividade remunerada ao longo de, pelo menos, 30 dias no ano de 2017. É preciso, além disso, estar inscrito no próprio PIS-Pasep há, no mínimo, cinco anos e possuir os dados devidamente atualizados pela ação do empregador na Relação Anual das Informações Sociais, o Rais.

Outro tipo de abono a ser retomado, neste mesmo processo, cujo início se deu na mesma quinta-feira, dia 26 de julho, será o pagamento do dito abono salarial PIS-Pasep correspondente ao ano-base de 2016. Por meio do governo foi decidido que a prorrogação do período para todos os saques deste abono salarial, do PIS-Pasep referente ao ano-base de 2016, se dará até o dia 30 de dezembro.

Conforme o que está registrado no calendário, as pessoas nascidas entre os meses de julho e dezembro terão direito a receber o benefício em questão ainda neste mesmo ano de 2018. Com relação às pessoas nascidas entre os meses de janeiro e junho, as mesmas terão direto de receber o dito benefício a partir do primeiro trimestre do ano de 2019. Em ambas as condições, este serviço estará à disposição dos trabalhadores por um prazo que se estenderá até o dia 28 de junho de 2019, ou seja, o prazo definitivo para se receber este lucro.

Todos os colaboradores pertencentes à iniciativa privada poderão retirar o valor em dinheiro nas agências da Caixa Econômica Federal, e todos os servidores públicos poderão realizar o saque nas agências do Banco do Brasil. É dever de todo trabalhador, neste caso como em outros, apresentar o documento de identificação e, sobretudo, o número do PIS-Pasep.

Existe uma expectativa de que o número de pessoas beneficiadas e de valores a serem pagos nesse processo seja de R$ 18,1 bilhões para 23,5 milhões de colaboradores. Informação importante: os valores a serem pagos em dinheiro dependerão da quantidade de meses trabalhados.

Desta maneira, é necessário levar em conta que os valores que constituem o abono estão perfeitamente atrelados aos dias dos meses em que os colaboradores efetivamente trabalharam, relativos ao exercício anterior. Por conseguinte, as pessoas que trabalharam por um mês no ano-base de 2017, por exemplo, receberão um valor correspondente a 1/12 decorrente do salário mínimo. As pessoas que trabalharam por dois meses terão direito de receber até 2/12, seguindo nesse método todos os demais casos. As pessoas que trabalharam durante todo o ano de 2017 receberão o valor integral.

O esquema para o saque do PIS é o seguinte:

Todos os trabalhadores necessitam ter posse do Cartão Cidadão e da senha cadastrada, podendo, deste modo dirigir-se a qualquer um dos terminais de autoatendimento nas agências da Caixa ou mesmo em casas lotéricas. Em caso de a pessoa não possuir o Cartão Cidadão, é só chegar em qualquer das agências da Caixa e apresentar o documento de identificação.

Outros meios de se obter informações sobre o PIS são as seguintes:

Por meio do telefone 0800-726-02-07 da Caixa; por meio do site www.caixa.gov.br/PIS. Clicar sobre o link – Consultar Pagamento, tendo em mãos o número do NIS – PIS/Pasep.

Informações sobre o Pasep:

O Banco do Brasil disponibiliza o telefone 0800-729-00-01 para tirar dúvidas ou há a possibilidade de se dirigir a qualquer agência do banco.

Calendário do Pagamento do PIS:

· Nascidos em:

– Julho: entre os dias 26 de julho de 2018 e 28 de junho de 2019;

– Agosto: de 16 de agosto de 2018 a 28 de junho de 2019;

– Setembro: entre 13 de setembro de 2018 e 28 de junho de 2019;

– Outubro: entre 18 de outubro de 2018 e 28 de junho de 2019;

– Novembro: de 20 de novembro de 2018 a 28 de junho de 2019;

– Dezembro: de 13 de dezembro de 2018 a 28 de junho de 2019;

– Janeiro: entre os dias 17 de janeiro de 2019 e 28 de junho de 2019;

– Fevereiro: entre 17 de janeiro de 2019 e 28 de junho de 2019;

– Março: entre 21 de fevereiro de 2019 e 28 de junho de 2019;

– Abril: entre 21 de fevereiro de 2019 e 28 de junho de 2019;

– Maio: de 14 de março de 2019 a 28 de junho de 2019;

– Junho: entre 14 de março de 2019 e 28 de julho de 2019.

Calendário do Pagamento do Pasep:

– Final de inscrição 0: de 26 de julho de 2018 a 28 de junho de 2019;

– Final de inscrição 1: de 16 de agosto de 2018 a 28 de junho de 2019;

– Final de inscrição 2: entre 13 de setembro de 2018 e 28 de junho de 2019;

– Final de inscrição 3: entre 18 de outubro de 2018 e 28 de junho de 2019;

– Final de inscrição 4: de 20 de novembro de 2018 a 28 de junho de 2019;

– Final de inscrição 5: de 17 de janeiro de 2019 a 28 de junho de 2019;

– Final de inscrição 6: de 21 de fevereiro de 2019 a 28 de junho de 2019;

– Final de inscrição 7: entre 21 de fevereiro de 2019 e 28 de junho de 2019;

– Final de inscrição 8: entre 14 de março de 2019 e 28 de junho de 2019;

– Final de inscrição 9: de 14 de março de 2019 a 28 de junho de 2019.

Dinheiro Pis-Pasep


Veja aqui mais detalhes sobre o saque do dinheiro do PIS-PASEP 2018.

Os trabalhadores brasileiros têm uma série de benefícios concedidos graças às leis trabalhistas criadas nos últimos anos. Dois desses benefícios são o PIS (Programa de Integração Social) e o PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), que são pagamentos realizados aos servidores do Brasil por meio da Caixa Federal (PIS) e do Banco do Brasil (PASEP). Como esses dois benefícios são pagos mensalmente, os beneficiados da vez são as pessoas que nasceram no mês de março ou de abril. Saiba agora todas as informações.

Informações sobre o PIS (Programa de Integração Social)

Como mencionado à edição deste benefício só vai ser concedido às pessoas nascidas em março ou abril. Vão ter direito a receber este dinheiro, os indivíduos que trabalharam pelo menos um mês no ano de 2016. Pois, este é o período levado em consideração para se fazer o cálculo do benefício. Além disso, deste primeiro pré-requisito para receber este pagamento, só vai ter direito os trabalhadores que receberam até dois salários mínimos em 2016. Por fim, ainda é necessário que o trabalhador possua a inscrição neste programa há pelo menos cinco anos.

O pagamento do PIS foi iniciado no dia 22 de fevereiro e as pessoas que tem direito podem sacar o dinheiro até a data de 29 de junho. É de extrema importância que o trabalhador respeite este prazo. Pois, do contrário, este dinheiro não vai poder ser salvo e ele vai ser destinado ao FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador).

O valor do PIS varia de acordo com os meses que o indivíduo trabalhou em 2016. Dessa forma, podem ser pagas quantias desde menos de R$100,00 reais até R$ 954,00 reais. Para consultar exatamente o valor que você vai receber, acesse este endereço: http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/pis/Paginas/default.aspx#. Leia o quadro em que está escrito “Qual o valor do Abono Salarial”.

O que é necessário para sacar o dinheiro do PIS

Os cidadãos que têm direito a este benefício podem sacar este dinheiro de diferentes formas:

01ª maneira: se o trabalhador tiver conta na Caixa, o dinheiro vai ser depositado diretamente na conta.

02º maneira: se o indivíduo tiver o Cartão Cidadão, ele pode sacar o valor em caixas eletrônicos que pertencem a Caixa ou em Casas Lotéricas.

03ª maneira: para quem não estiver enquadrado nestas duas situações, precisa comparecer até uma unidade da Caixa Econômica Federal munido dos seguintes documentos: algum de identificação; o número do PIS/ PASEP; Carteira de Trabalho e número da Previdência Social.

Para outras informações em relação ao Programa de Integração Social, o PIS, acesse o site que foi disponibilizado acima. Ou então ligue para o seguinte número: 0800 726 0207.

Informações sobre o PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público)

Já o PASEP só pode ser sacado por trabalhadores que sejam servidores públicos aprovados por meio de concursos públicos. O Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público é pago pelo Banco do Brasil. Confira agora as datas de pagamentos para o PASEP de acordo com o final da inscrição de cada servidor no programa:

Número corresponde ao final da inscrição: Data para o início do pagamento:

  • 0: 27 de julho de 2017
  • 1: 17 de agosto de 2017
  • 2: 14 de setembro de 2017
  • 3: 19 de outubro de 2017
  • 4: 17 de novembro de 2017
  • 5: 18 de janeiro de 2018
  • 6 e 7: 22 de fevereiro de 2018
  • 8 e 9: 15 de março de 2018.

O prazo para sacar o benefício é até a data de 29 de junho de 2018. Lembrando que o servidor precisa ter conta no Banco do Brasil e este dinheiro é depositado na conta de cada trabalhador que tem direito ao PASEP. Para outras informações acesse: http://www.bb.com.br/pbb/pagina-inicial/setor-publico/governo-federal/gestao/gestao-de-recursos/pagamento-de-ordens-bancarias,-salarios-e-beneficios/pasep#/.

Isabela Castro.


Saiba aqui como consultar o seu saldo do PIS Pasep.

Foi liberado na última quinta-feira, dia 28 do mês de setembro, o calendário com os vencimentos do PIS/Pasep de idosos. Segundo o documento, os pagamentos se iniciam a partir do dia 19 do mês de outubro. Aproximadamente 7,8 milhões de pessoas terão direito ao benefício, que irão receber o total de R$ 15,9 bilhões.

O benefício será concedido por meio de uma Medida Provisória para mulheres com idade igual ou superior a 62 anos e homens com idade igual ou superior a 65 anos, que possuírem saldo relacionado ao programa de PIS/Pasep. Em casos em que o cotista já for falecido, seus herdeiros possuem o direito de realizar o saque do saldo pertencente.

De acordo com informações do governo federal, possuem o direito de sacar o benefício trabalhadores aposentados de organizações privadas e públicas que tenham contribuído para o programa PIS ou Pasep até o dia 04 do mês de outubro do ano de 1988 e que até o presente não tenham realizado o resgate do saldo. Trabalhadores que fizeram contribuições para o programa a partir desta data não possuem nenhum saldo para resgatar.

– Se você foi um trabalhador do setor privado ( PIS) e já sabe que possui o direito de resgatar seus recursos, veja como sacar o seu saldo:

A Caixa Econômica Federal é responsável pelas contas do PIS, ou seja, dos trabalhadores do setor privado. Assim, os cotistas podem procurar suas agências para tirar eventuais dúvidas e ainda realizar o saque, na data determinada no calendário.

Quem ainda possui dúvidas se possui ou não recursos a sacar, podem acessar o endereço www.caixa.gov.br/cotaspis e fazer a verificação.

Quem possui conta corrente na Caixa e possui o direito, terá o seu saldo depositado automaticamente em sua conta, com a antecedência de dois dias antes da data prevista pelo calendário.

Para consultar o seu saldo referente ao PIS, o aposentado precisa ter em mãos o número do NIS, que pode ser localizado em seu Cartão do Cidadão, no extrato do seu FGTS, em anotações da Carteira de Trabalho mais antiga ou na página de identificação da Carteira de Trabalho mais recente. Além disso, para a consulta será necessário a senha do Cartão do Cidadão. Com esses dados em mãos acesse https://servicossociais.caixa.gov.br.

Quem perdeu ou não se lembra da senha, deve clicar em “esqueci a senha”, preenchendo os dados solicitados. Já quem não possui o cartão cidadão para verificar seu saldo deve comparecer a uma agência Caixa.

– Se você foi um trabalhador do setor público (Pasep) e deseja saber se possui o direito de resgatar seus recursos, veja como pode realizar o saque do seu saldo.

Para trabalhadores do setor público, o responsável pelos recursos do Pasep é o Banco do Brasil, de modo que os cotistas devem procurar suas agências a fim de esclarecer eventuais dúvidas e também o saque dos recursos.

Para consultar o saldo do Pasep os cotistas devem acessar www.bb.com.br/pasep.

Assim como os correntistas da Caixa terão seus recursos depositados em suas contas, os correntistas do Banco do Brasil também o terão depositados com dois dias de antecedência da data prevista para os saques.

A Medida Provisória do benefício PIS/Pasep de idosos foi mais uma novidade anunciada pelo presidente da República Michel Temer, com o objetivo de auxiliar os trabalhadores brasileiros aposentados que possuem saldos para resgate, pois até então o saque desses recurso só podiam ser realizados em alguns casos como aposentaria, idade superior a 70 anos, doenças graves, câncer, morte, entre outras.

Segundo Michel Temer, o adiantamento desses recursos vai além de auxiliar a vida de milhões de brasileiros que enfrentam uma forte crise econômica, que deve aquecer a economia do país.

Sirlene Montes


Governo deverá liberar valores a partir de novembro de 2017.

Se você é idoso e aguarda pela publicação do calendário do PIS/Pasep, fique atento, pois o documento com as datas para realização dos saques do benefício será publicado no dia 19 do mês de outubro. Vale lembrar que esse calendário refere-se ao pagamento do benefício do PIS/Pasep para aposentados que atendam aos requisitos impostos pela Medida Provisória criada pelo governo de Michel Temer.

Os aposentados, a partir da data de 17 do mês de novembro, já poderão realizar o saque de seus benefícios, é claro, seguindo o calendário.

Assim, as mulheres com idade igual ou superior a 62 anos e os homens com idade igual ou superior a 65 anos poderão sacar seus benefícios a partir do dia 14 do mês de dezembro.

O cronograma com as datas para saque foi oficialmente divulgado pelo governo Temer, na última quinta-feira, dia 28 do mês de setembro, quando aconteceu uma reunião entre os integrantes da equipe econômica e o presidente da República, onde se decidiu pela publicação do documento.

Para quem ainda não sabia da novidade, a idade para saque do PIS/Pasep no caso de aposentados cotistas foi reduzida por meio de uma Medida Provisória anunciada pelo governo no último mês de agosto. Com a medida idade para saque passa de 70 anos para o mínimo de 62 para mulheres e 65 para homens.

Essa Medida Provisória foi criada como uma forma de auxiliar financeiramente os aposentados que teriam que esperar mais para terem acesso a esses saldos e injetar no país um considerável valor que contribuirá para o desenvolvimento da economia, principalmente neste momento de crise econômica.

De acordo com informações do governo, com a liberação do benefício serão injetados na economia brasileira o total de R$15,9 bilhões, distribuídos entre cerca de 8 milhões de trabalhadores aposentados.

Os cotistas, com base em uma média, devem receber o valor de no máximo R$1,2 mil. Contudo, a maioria possui como saldo de PIS/Pasep valores próximos a R$750.

Em uma declaração Dyogo Oliveira, atual ministro do Planejamento, disse que o fato de antecipar a liberação desses recursos vai gerar uma contribuição muito importante para voltar a aquecer a economia e promover o crescimento do Brasil.

Todos os recursos referentes ao PIS/Pasep de aposentados serão liberados ainda neste ano de 2017 e por isso devem movimentar bastante a economia neste período de final de ano, auxiliando as famílias a pagarem suas dívidas, a fazer novas aquisições, dinamizando o comércio, movimentando enfim todos os setores de produção industrial.

Quem já possui conta bancária na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil terá seu crédito depositado de forma automática. Assim, quem quiser fazer a transferência do dinheiro para outras agências, pode fazer sem custos extras.

Se você ainda tem dúvidas se tem ou não direito ao saque do PIS/Pasep para aposentados, saiba que possui esse direito o trabalhador do setor privado ou público que tenha realizado contribuições para o programa PIS/Pasep até a data de 04 do mês de outubro do ano de 1988 e que ainda não tenha realizado resgate total desse saldo de fundo.

Até o momento, a realização do saque desse saldo era permitida em algumas circunstâncias, como idade completa de 70 anos, aposentadoria, invalidez, câncer do titular ou de dependentes, reforma militar, portadores de HIV, transferência de reserva remunerada, doenças graves, amparo assistencial a pessoas com deficiência da Previdência, amparo social ao idoso, que seja concedido pela Previdência e morte.

Enfim, se você já verificou que possui o direito de sacar o saldo que pertence ao programa PIS/Pasep, aguarde a publicação do calendário e veja a data determinada para a realização do saque.

Não deixe para última hora, faça o saque, é seu direito.

Sirlene Montes


Governo decide prorrogar prazo para trabalhadores sacarem seus rendimentos do PIS/Pasep (ano base 2014).

Correção: os bancos estarão abertos somente até esta quinta-feira (29 de dezembro). No dia 30, o saque pode ser feito somente em terminais da Caixa ou em casas lotéricas que estiverem abertas.

A data de encerramento para receber o abono salarial já foi prorrogado uma vez, mas como ainda tem muitos trabalhadores que não procuraram seus direitos, o governo federal decidiu ampliar a data até 30 de dezembro de 2016.

A primeira prorrogação que o governo concedeu terminou em 30 de junho e a segunda venceu nesta quarta-feira (31-08-2016). De acordo com o Ministério do Trabalho, quase um milhão de trabalhadores têm direito ao benefício de um salário mínimo, mas ainda não sacaram.

Em nota o Ministro Ronaldo Nogueira informa que as campanhas junto a mídia e entidades laborais e patronais foram constantes, mas até o momento somente 200 mil trabalhadores sacaram o abono salarial. Ele diz estar otimista que com essa prorrogação para o final do ano, consiga alcançar quase todos que ainda não foram buscar seus rendimentos.

Se até a nova data de prorrogação os benefícios do Pis/Pasep não forem retirados, serão encaminhados de volta para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e ficarão indisponíveis para saques em bancos.

É possível saber se tem direito ao saque do abono através de uma lista que o governo disponibilizou no Ministério do Trabalho ou consultar a página do mesmo.

Quem tem direito ao abono salarial de 2015?

  • Quem estiver cadastrado no Pis/Pasep, no mínimo há 5 anos
  • Recebeu uma remuneração mensal média de dois salários mínimos no ano de 2014
  • Ter trabalhado de carteira assinada em 2014, pelo menos 30 dias
  • Ter seus dados atualizados na RAIS (Relação Anual de Informações Sociais)

Como Sacar o Pis/Pasep

Antes de tentar fazer o saque do abono, o trabalhador deve verificar se o benefício não caiu direto na conta. Vale lembrar que se você tem conta corrente ou conta poupança na Caixa Econômica, o valor vai ser creditado direto em conta.

Outra opção é procurar uma Casa Lotérica ou terminais de autoatendimento, munido do Cartão Cidadão e senha devidamente cadastradas. Caso não tenha o Cartão Cidadão, é possível receber o valor numa agência da Caixa apresentando identidade.

Já os que vão sacar o Pasep (Banco do Brasil), devem se encaminhar a uma agência do Branco do Brasil e sacar seu abono.

Por Ruth Galvão


Governo decide prorrogar o prazo para o saque do abono salarial PIS/Pasep referente ao ano de 2015.

Atualização: novo prazo para saque vai até 31 de dezembro de 2016.

O prazo para saque do abono salarial com ano-base 2014 é 29 de dezembro de 2016. Saques em lotéricas ou terminais de auto-atendimento da Caixa podem ser feitos até dia 30.

Na última quinta-feira (30 de junho) de 2016 terminou o prazo para que os trabalhadores remunerados e cadastrados no PIS/Pasep (Programa de Integração Social/Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) há no mínimo cinco anos, sacassem seu abono salarial referente ao ano base de 2015. Segundo o Ministério do Trabalho, pouco mais de 1 milhão de beneficiários, por motivos desconhecidos, não fizeram o saque.

Após o término do prazo, o governo anunciou a prorrogação do prazo para que os que ainda não fizeram o saque do benefício possam fazê-lo. A retirada poderá ser feita entre os dias 28 de julho e 31 do de agosto de 2016 (atualização: com nova prorrogação, ao final de agosto, para 31 de dezembro de 2016).

Se você é trabalhador registrado e não sabe se tem direito a receber o abono, basta fazer seu cadastro na página da Caixa Federal com seu número do PIS e verificar se há benefício a ser pago. Além do PIS/Pasep, você também pode acompanhar os depósitos e rendimentos de seu FGTS, além do processo de Seguro Desemprego, se for o caso (veja aqui as condições para receber seu seguro).

Por que prorrogaram o prazo para o saque do PIS/Pasep?

Segundo o ministro do trabalho, Ronaldo Nogueira, essa é a primeira vez que o governo concede uma prorrogação para que os trabalhadores possam sacar o abono salarial. A medida está sendo dada no governo do presidente interino Michel Temer enquanto ocupa o cargo da presidenta Dilma Rousseff, afastada pelo prazo de até 180 dias por conta do processo de Impeachment.

Apesar de prorrogar o prazo de saque, novas regras para o recebimento do benefício estão vigentes pela Medida Provisória 665, a qual define o aumento da exigência de tempo em que o trabalhador deve permanecer no ano-base para que seja concedido o abono salarial. Portanto, tem direito ao abono quem recebeu até dois salários mínimos mensais (considerando o valor atual do salário mínimo, que é de R$ 880,00), com registro em carteira e exerceu sua atividade remunerada durante, no mínimo, 30 dias no ano de 2015.

O que muda a partir de agora é que o valor do direito para quem trabalhou um mês no ano-base, por exemplo, é de 1/12 do salário mínimo e não o valor total como era previsto até junho deste ano.

Confira os detalhes de como sacar seu PIS/Pasep e o novo cronograma de pagamento na página do Ministério do Trabalho e Previdência Social.





CONTINUE NAVEGANDO: