Conheça todos os detalhes do programa Trainee BDO 2017.

Para aqueles que estão sem emprego e procuram uma recolocação profissional no mercado de trabalho em que o número de vagas é maior do que o de profissionais, temos uma boa notícia. A BDO, uma das maiores empresas de auditoria e consultoria do mundo, está recebendo inscrições para o seu mais novo Programa de Trainee, destinado para graduados ou estudantes dos cursos de Ciências Contábeis, Administração, Direito e Economia.

As vagas são para trabalhar nos 21 escritórios espalhados pelo Brasil e as inscrições podem ser feitas pelo link http://www.vagas.com.br/empregos/bdo-brazil.

A BDO reforça que o candidato deve ler com bastante calma e atenção a todos os requisitos das vagas para não se candidatar erroneamente, o que pode gerar perda de tempo e transtornos. A empresa oferece salário compatível com o mercado, carteira assinada com o regime CLT, vale transporte, vale alimentação, convênio médico, convênio odontológico, seguro de vida e viagem, reembolso de graduação, reembolso em inglês.

A BDO procura por profissionais que tenham integridade, excelência, disciplina, paixão e respeito, pois isso é considerado um diferencial no cotidiano diário de trabalho e ainda lembra que o candidato não pode omitir nenhuma informação profissional ou pessoal momento da inscrição, sob pena de eliminação precoce do mesmo, pois tudo será devidamente checado pela equipe de recursos humanos da mesma

A BDO emprega atualmente, mais de 1300 funcionários em todo o Brasil e presta serviços de alto padrão nas áreas contábil, consultoria tributária e consultoria trabalhista. A empresa investe pesado na capacitação profissional de todos os seus colaboradores para que todos façam um serviço de qualidade e padronizado com os fundamentos da mesma, afim da satisfação plena de todos os seus clientes. A missão da BDO é oferecer soluções práticas e viáveis para seus clientes, sempre com muita qualidade e seriedade.

Não deixe a chance de trabalhar em uma empresa líder na excelência de prestação de serviços de consultoria passar em branco e faça já a sua inscrição no processo de seleção. Fique atento ao prazo de inscrição e boa sorte nessa nova etapa curricular.

Rodrigo Souza de Jesus


Confira aqui algumas dicas de como melhorar o Rendimento no Trabalho.

Tempo! Este é um dos grandes fatores que atrapalham o rendimento de uma pessoa em seu trabalho.

E como o tempo nunca para e tampouco aumenta, temos que nos adaptar a fazer as coisas o quanto antes para que o trabalho possa fluir.

As empresas estão sempre se transformando para melhorar seus produtos e serviços. Assim também nós, no trabalho, temos que aperfeiçoar nossos hábitos diários para ter mais rendimento.

O que é rendimento?

O rendimento está relacionado com produtividade, desempenho e resultados.

É a forma como a pessoa consegue desempenhar seus trabalhos de maneira rápida e eficaz para que gere um resultado.

Quais são os obstáculos para um bom rendimento?

Em tempos em que as empresas estão exigindo cada vez mais qualificações, habilidades, mais vontade e disposição de trabalhar pela organização, talvez, todas estas exigências podem ser fatores para a queda do rendimento.

A falta de habilidade ocasiona erros. A falta de vontade e disposição menos produtividade e por consequência, um péssimo rendimento.

Ou seja, motivos não faltam para o rendimento no trabalho diminuir. Distrações, excesso de cobranças, desorganização, falta de foco e o maior vilão, o estresse.

Como ter mais rendimento?

Quando o assunto é produtividade e o estresse é o maior vilão, o que podemos fazer para obter mais rendimento?

1. Alimentação: Uma dieta balanceada auxilia a diminuir o cansaço e aumenta a disposição no trabalho. Boa saúde é resultado de boa alimentação, inclusive ocasiona menos índices de acidentes de trabalho e atestados médicos.

2. Organização: Operação mesa limpa. Manter mesa e gavetas em ordem facilita no seu dia-a-dia. Encontrar aquele documento que precisa facilmente sem perder tempo.

3. Foco: Analise suas tarefas, crie listas, elimine as que não têm importância e defina quais são as mais urgentes, defina prazos e siga rigorosamente.

4. Pausas: Ao contrário do que muita gente pensa, ficar muito tempo na frente de um monitor sentado não é fator de produtividade. A fadiga pelo excesso pode deixar qualquer profissional menos produtivo. Dê alguns intervalos de tempos em tempos para deixar seu corpo mais revigorado e descansado.

Seguindo estas quatro atitudes será possível aumentar sua produtividade e melhorar seus próprios resultados. Coisas bem comuns de serem feitas, cuja importância não pode ser deixada de lado.

As conquistas são alcançadas por mudanças de atitudes. No entanto, aprender coisas que contribuem positivamente para o trabalho pode favorecer seu crescimento e da sua empresa. E o sucesso é sem dúvida, o resultado dessas transformações.

Marcio Ferraz do Amaral Junior


Confira aqui a Lista com as Melhores Empresas para se Trabalhar no Brasil. Exame e Época elegem Elektro como a melhor.

Não há dúvida de que todo mundo quer trabalhar e uma boa empresa, que ofereça boa qualidade de vida, bons salários e ótimas oportunidades de crescimento. Sabendo disso, a cada ano que passa diversas revistas e empresas de consultoria divulgam uma Lista com as Melhores Empresas para se Trabalhar.

No Brasil, as principais listas divulgadas são as das revistas Exame e Época (que é feita pela Great Place to Work). Estas listas, apesar de tratarem do mesmo tema, possuem diferenças em seus resultados, principalmente por terem metodologias diferentes de avaliação. Apesar disso, no último ano (2014) a empresa campeã nas duas listas foi a Elektro.

Para aqueles que não sabem, a Elektro é uma das maiores distribuidoras de energia elétrica do país, sendo a oitava maior do Brasil e a terceira maior do estado de São Paulo. A empresa atende cerca de 228 cidades nos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, o que totaliza mais de 2,4 milhões de clientes. Com relação ao seu número de funcionários, ele chega a 3.695, sendo que deste total 131 são executivos. Estes trabalhadores, segundo dados levantados na pesquisa da Revista Exame, possuem um tempo médio de casa de 8 anos.

Já com relação às outras empresas listadas pelas revistas, há bastante diferença tanto nas posições como nas empresas citadas. Para se ter uma ideia, do 2º ao 5º colocado todas as empresas listadas nas listas são diferentes e não estão em ambas. Além disso, a Volvo, que na lista da Exame aparece na 7ª posição, figura apenas no 16º lugar da lista da revista Época.

Dito isso, confira abaixo como ficaram a lista das 10 melhores empresas para se trabalhar tanto na Revista Exame como na Revista Época:

Revista Exame (a pesquisa leva em conta o Índice de Qualidade na Gestão de Pessoas e o Índice de Qualidade no Ambiente de Trabalho):

  1. Elektro: Empresa que atua no ramo de energia e possui 3.695 funcionários. A idade média dos funcionários é de 34 anos e o tempo médio de casa é de 8 anos.
  2. Cervantes: Empresa que atua no ramo de atacado e possui apenas 212 funcionários. Os trabalhadores da empresa possuem uma idade média de 32 anos e o tempo médio de casa é de 7 anos.
  3. Cielo: Empresa que atua no ramo de Serviços Financeiros e que possui 1.518 funcionários. A idade média dos contratados é de 35 anos e o tempo médio de casa é de 5 anos.
  4. Grupo Boticário: Empresa que atua no ramo de bens de consumo e que possui 6.367 funcionários. Os trabalhadores possuem em média 31 anos de idade e o tempo médio de casa é de 5 anos.
  5. Weber Saint-Gobain: Empresa que atua no ramo de construção e que possui 1.436 funcionários. Os contratados tem uma média de idade de 35 anos e o tempo médio de casa é de 7 anos.
  6. Hospital Unimed Sul Capixaba: Empresa atua no ramo médico e conta com 432 funcionários. A idade média de seus profissionais é de 33 anos e a maioria está a mais de 6 anos na empresa.
  7. MSD Saúde Animal: Empresa do ramo farmacêutico e que possui cerca de 298 funcionários. Os profissionais possuem uma idade média de 38 anos e a permanência destes profissionais chega a 9 anos.
  8. Volvo do Brasil: Empresa que atua no ramo automotivo e que conta com mais de 4.100 funcionários. A idade média de seus trabalhadores é de 36 anos e o tempo médio de casa chega a 9 anos.
  9. Sama: Indústria que possui cerca de 702 funcionários. Os trabalhadores possuem uma idade média de 37 anos e costumam permanecer na empresa por cerca de 11 anos.
  10. Tribunal de Contas da União: Instituição Pública com 2.552 funcionários. Os profissionais tem uma idade média de 44 anos e permanecem no emprego por cerca de 16 anos.

Revista Época (a pesquisa leva em consideração o chamado Trust Index e o Culture Audit):

  1. Elektro: Empresa com 3.695 funcionários.
  2. Caterpillar: Companhia com 4.521 empregados.
  3. Kimberly-Clark Brasil: Empresa com 3.556 trabalhadores.
  4. Gazin: Companhia com 7.075 empregados.
  5. Magazine Luiza: Empresa com 23.670 trabalhadores.
  6. Alcoa Alumínio: Companhia com 5.834 funcionários.
  7. Embraer: Empresa com 17.783 empregados.
  8. Accor: Companhia com 9.119 trabalhadores.
  9. Monsanto do Brasil: Empresa com 2.913 funcionários.
  10. Laboratório Sabin de Análises Clínicas: Companhia com 1.386 empregados.


Trabalhar em equipe não é nada fácil, ainda mais se a equipe estiver tendo conflitos. Mesmo que isso seja quase inevitável, podemos tornar a convivência mais fácil e harmoniosa através de regras ou "códigos" que nós mesmos podemos fazer para compartilhar com a equipe de trabalho e assim evitar intrigas e conflitos. Veja algumas delas:

Fofocas: Não poderia deixar esse tópico por último já que ele é o principal assunto de pessoas que são muito próximas e que convivem juntas por muito tempo. Querendo ou não isso pode atrapalhar muito a produtividade, além de denegrir a imagem dos envolvidos. A equipe deve fazer reuniões periodicamente para deixar assuntos pendentes bem claros para que eles não virem fofocas mais tarde. Quanto mais responsabilidades forem dadas para as pessoas, menos tempo terão para criarem fofocas em torno de assuntos desnecessários.

Happy Hour: Muitas empresas aderiram ao happy hour para diminuir a tensão das atividades e melhorar a convivência entre as pessoas. Talvez seja no happy hour o melhor momento de tratar assuntos pessoais com a equipe. Mas tome muito cuidado para não acabar exagerando.

Saiba separar diversão de trabalho: Talvez a principal causa de intrigas e conflitos seja por causa da intimidade exagerada entre as pessoas, que misturam as coisas. Mesmo se tendo muita afinidade, aprenda a lidar com diversas situações de maneiras diferentes, pois cada uma delas exigirá uma postura de você.

– Tenha flexibilidade para lidar com as diferenças, pois elas existem e estão por toda a parte: Seja paciente e não exija das pessoas mais do que você mesmo pode dar. Caso contrário, você só estará mostrando seus defeitos sem perceber.

Ajude mais as pessoas e aprenda a se doar: O egoísmo afasta as pessoas cada vez mais, seja por uma simples atitude ou algo que esteja com o egoísmo implícito. Isso pode deixar as pessoas desconfortáveis perto de você. Portanto, saiba que vencer a si mesmo é mais libertador do que vencer aos outros. Concentre-se e faça sempre o melhor para que as pessoas tenham você como um exemplo na equipe.

Por Daniela Almeida da Silva





CONTINUE NAVEGANDO: